Transmissão ao Vivo

Plataforma de transmissão ao vivo: os 6 recursos indispensáveis

Saiba quais são os recursos indispensáveis na hora de contratar uma plataforma de transmissão ao vivo.

Escrito por Netshow.me em 05 ago 2022 | Atualizado em 05 ago 2022

9 minutos de leitura

Netshow.me - Freepik

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

Para quem trabalha com produção de conteúdo em vídeo, é importante estar sempre inovando. Nesse cenário, as lives são uma forma de despertar o interesse e ter uma conexão imediata com a audiência. Escolher uma boa plataforma de transmissão ao vivo pode ajudar a entregar um conteúdo ainda melhor. 

As lives são um recurso cada vez mais utilizado. Em muitas empresas e negócios permitem gerar uma conversa em tempo real com os seguidores, permitindo que sejam desenvolvidas relações mais reais. Além disso, a live permite uma série de formatos e abordagens e pode ser moldado para diversas estratégias. 

Uma parte muito importante nesse processo é o local em que a live acontece. As plataformas de transmissões ao vivo vão ter uma grande influência no resultado final desses eventos, visto que toda interação será mediada por elas. Por isso também é que é tão importante escolher plataformas com os recursos ideais para a sua necessidade. 

Neste artigo, entenda o que são as plataformas de transmissão ao vivo e alguns recursos essenciais para garantir que a sua tenha o resultado que você quer. 

O que são as plataformas de transmissão ao vivo? 

As plataformas de transmissão ao vivo são as ferramentas utilizadas para as live streaming, ou seja, apresentações ao vivo realizadas pela internet. Por exemplo, o YouTube é uma delas pois permite que esse tipo de transmissão aconteça. 

São essas plataformas as responsáveis por disponibilizar os recursos que utilizamos durante as lives, como o chat, perguntas, reações e muitos outros. É deles também, em parte, a responsabilidade pela qualidade da transmissão, do áudio e também do design do conteúdo de modo geral. 

Por exemplo, existem plataformas que permitem transmissão em full HD, outras não e, em alguns casos, apenas quando pagamos pelo serviço.  

🎬 Veja também: Como fazer uma transmissão ao vivo: como transmitir eventos e aulas 

🤳 Saiba também: Transmissão ao vivo pela internet: 4 dicas para lives  

New call-to-action

Recursos das plataformas de transmissão ao vivo 

Cada plataforma de transmissão ao vivo oferece diferentes características e recursos. Existem algumas que são mais indicadas para quem faz streaming de jogos, por exemplo, enquanto outras são focadas em eventos corporativos. 

Por isso, é interessante entender quais são as ferramentas que cada plataforma oferece e se elas fazem sentido para o objetivo da sua transmissão ao vivo. Muitas plataformas oferecem apenas alguns itens na versão gratuita, e talvez seja interessante pensar em investir algum dinheiro para ir mais longe com a sua estratégia. 

Separamos a seguir 6 recursos bastante úteis para a maioria dos cenários, confira: 

1. Personalização da página 

Um recurso muito interessante para quem quer usar uma plataforma de transmissão ao vivo é a possibilidade de personalizar a página com a identidade visual da sua empresa. 

Em produtos, essa funcionalidade é chamada de white label, do inglês “etiqueta branca”. O termo se refere a softwares que podem ser comprados ou alugados de outras empresas, mas que permitem a personalização para que tudo fique com o nome do seu negócio. 

A mesma coisa pode ser feita nas plataformas de transmissão ao vivo. Em alguns casos, a personalização não exige conhecimentos técnicos em programação ou design. Esse recursos vai proporcionar a criação de um espaço mais exclusivo para a sua empresa, capaz de passar para a audiência o valor, missão e objetivos da marca de forma integral. 

A personalização também permite utilizar toda a página como ferramenta de comunicação. Podem ser inseridos avisos ao lado do player de vídeo chamando a atenção de quem assiste para algum outro evento ou material. Dessa forma, você utiliza ao máximo os recursos que estão à sua disposição.  

💡 White label: descubra o que significa e quais são suas vantagens para negócios digitais 

2. Relatórios de audiência 

Na construção de qualquer estratégia, a análise de dados é parte fundamental do sucesso das ações. É ela que vai permitir entender se o trabalho que está sendo desenvolvido está produzindo resultados. 

Por isso, ter acesso a relatórios de audiência é fundamental. Neles, é possível verificar pontos importantes básicos como número de visualizações e perfil da audiência, mas também questões mais complexas como taxa de retenção, de conversão e até tempo médio de exibição. 

Por isso, é importante que a plataforma de transmissão ao vivo ofereça esse relatório. Afinal, ainda que não seja possível usar esses dados durante uma transmissão ao vivo, eles vão ser úteis em uma avaliação posterior. São eles que vão possibilitar entender o que pode ser melhorado ou mantido nas próximas lives. 

A taxa de retenção, por exemplo, pode ajudar a entender qual o tema mais interessante para a audiência. Se esse conteúdo ficar no final, talvez os usuários fiquem mais tempo assistindo. 

🚀 Veja ainda: Agência data-driven: como implementar uma cultura orientada a dados? 

🎯 E ainda: Quais os principais KPIs para Live Marketing e quais usar em agências? 

3. Segurança 

A segurança é uma questão muito importante também nas lives. Isso porque, nem todas as transmissões ao vivo são feitas para serem públicas ou ter as informações disponibilizadas em qualquer lugar. 

Muitas empresas usam esse recurso para informes ou questões de comunicação interna. Professores de cursos online também não vão querer que uma aula exclusiva seja disponibilizada de forma gratuita para outras pessoas. 

Por isso, um recurso importante que deve ser oferecido nas plataformas é a segurança do conteúdo visto na live. Esse material não pode ter o risco de ser vazado ou acessado por pessoas sem a devida autorização.   

Em muitas plataformas de transmissão ao vivo gratuitas, esse é um recurso que acaba ficando a desejar. Os links de acesso, por exemplo, são de fácil compartilhamento e não é possível rastrear quem vazou a informação. Em outras, não é possível barrar que o conteúdo seja gravado por softwares externos. 

🔒 Saiba também: Segurança garantida para hospedagem de vídeos online com Netshow.me 

New call-to-action

4. Estabilidade de conexão 

Em uma transmissão ao vivo, um fator muito importante é conseguir manter a audiência focada no que é apresentado. Para isso, uma imagem, áudio e iluminação de qualidade são fundamentais. Contudo, nada disso será útil em uma conexão de má qualidade e as plataformas têm um papel central nessa questão. 

Por exemplo, algumas empresas oferecem a possibilidade de contratar um link dedicado para a transmissão. Ao optar por essa solução, a internet utilizada será de 100% da banda contratada. Nesse caso, a live será mais estável e confiável, ou seja, são menores as chances de que a imagem fique ruim ou até mesmo que caia. 

💡 Saiba mais sobre o link dedicado: Por que contratar um link dedicado de internet para eventos e lives? 

💻 Também pode ajudar: Qual o mínimo de internet para fazer streaming? Veja quanto consome uma transmissão ao vivo  

5. Monetização do conteúdo 

Outro recurso muito útil em uma plataforma de transmissão ao vivo é a monetização do conteúdo. Algumas soluções até oferecem essa possibilidade na versão gratuita, mas ficam com uma parte grande do que é arrecadado. 

A monetização permite criar formas de gerar dinheiro com as transmissões ao vivo ou com alguma interação durante as lives. Pode ser na entrada do evento, ou durante com algum produto ou pagamento por interação ou para realizar uma pergunta, por exemplo.  

🎥 Saiba também: Como monetizar vídeos no YouTube – e fora dele também! 

6. Multistreaming 

O multistreaming é um recurso que permite ter a sua transmissão ao vivo compartilhada em vários canais ao mesmo tempo. Isso quer dizer que você poderia fazer uma live no YouTube mas, ao mesmo tempo, ela seria disponibilizada no Instagram e outras plataformas da sua escolha. 

Essa possibilidade é muito interessante para conquistar uma audiência ainda maior. Isso porque o seu público poderá acessar o conteúdo que você está disponibilizando diretamente da rede social ou plataforma da preferência deles. 

O recurso multistreaming pode não ser útil para toda as ações de transmissão ao vivo, visto que não são em todos os casos que diversos canais são usados. Contudo, para quem trabalha com redes sociais, por exemplo, é um diferencial muito importante. 

Essa ação só pode ser feita com o apoio de plataformas profissionais pois será necessário usar um encoder profissional, que será responsável por codificar todas as informações e transmiti-las. É ele também que vai tornar possível a adição de elementos de produção de vídeo profissional como vinhetas, legendas, personalização, trilha sonora e, se for o caso, a sincronização de mais de uma câmera. 

Saiba mais sobre o recurso multistreaming em nosso texto sobre o tema: Multistreaming: como fazer live em duas ou mais plataformas ao mesmo tempo 

New call-to-action

Escrito por Netshow.me

Este artigo foi produzido pela equipe de especialistas da Netshow.me. Oferecemos serviços para gerenciamento, distribuição e monetização de vídeos e conteúdos online. Produzimos conteúdos com o objetivo de fazer com que você também se torne um especialista.