Eventos

Como fazer uma transmissão ao vivo: o que é preciso saber para transmitir eventos e aulas

Saiba como fazer uma transmissão ao vivo de sucesso e o passo a passo completo para criar lives de alta qualidade.

Escrito por Netshow.me em 12 ago 2021 | Atualizado em 31 ago 2021

12 minutos de leitura

Foto: lookstudio - www.freepik.com

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter

Você já pensou em fazer uma transmissão ao vivo? Essa é uma estratégia inteligente para produtores de conteúdo, empreendedores digitais e produtores de eventos. As conhecidas lives se intensificaram com a pandemia de COVID-19 em 2020. Com a impossibilidade de se produzir eventos presenciais, as transmissões ao vivo substituíram shows e até aulas e treinamentos.

Transmitir uma live oferece diversos benefícios – entre eles, produzir eventos de grande alcance com uma equipe reduzida. Além disso, transmissões ao vivo podem gerar muito mais engajamento dos participantes, uma vez que existe a possibilidade de interação em tempo real, por ferramentas como chats. 

Um excelente exemplo do uso desse recurso por grandes empresas são as lives de apresentação da Apple. Todo ano, a empresa apresenta ao público suas novidades por meio de uma transmissão ao vivo, extrapolando o alcance apenas da imprensa e da crítica especializada. O engajamento é enorme, sempre levando o nome da marca aos trends das redes sociais.

As transmissões ao vivo também são muito úteis em programas de capacitação e já eram bastante utilizadas por instituições de ensino. A interrupção das aulas presenciais devido à pandemia fez com que diversas escolas e universidades também aderissem às aulas síncronas por meio dessas transmissões. 

Além disso, se trata de uma ferramenta que permite compartilhar mais experiências do mundo corporativo, encurtando distâncias, evitando inúmeras reuniões e facilitando a transmissão de conhecimento e conteúdos educacionais para os colaboradores.

Resumindo: fazer uma transmissão ao vivo é uma estratégia versátil e eficiente. Mas afinal, como fazer uma transmissão ao vivo? Para saber o que é preciso para atingir bons resultados com uma live, confira este artigo!

Como fazer uma transmissão ao vivo

Alguns pontos são essenciais para fazer uma boa transmissão ao vivo. Produzir um conteúdo de valor nos dias de hoje vai muito além de questões técnicas. É preciso muito preparo e planejamento. Confira o passo a passo para fazer suas lives com mais qualidade e ter mais sucesso com as transmissões:

1. Estabeleça um objetivo

O primeiro passo é ter em mente o objetivo da sua transmissão ao vivo. Isso porque, objetivos diferentes requerem abordagens diferentes. Assim, defina se o seu objetivo é vender um serviço, atrair visitantes para a sua página ou ampliar o alcance da sua marca. Isso vai orientar todos os próximos passos.

2. Planeje o conteúdo

Com suas metas definidas, é preciso planejar o conteúdo da sua live. Esse é o momento chamado de “pré-produção”, em que definimos questões como o tema e os participantes do evento. Essa etapa é muito importante porque, apesar do que algumas pessoas acreditam, eventos ao vivo precisam sim de um roteiro. É ele quem ditará os principais pontos a serem seguidos, trará maior qualidade para sua transmissão e impedirá que algum tópico seja esquecido durante as interações.

3. Escolha os equipamentos

Contar com bons equipamentos é essencial para a qualidade do seu vídeo e o primeiro que precisa ser escolhido com cuidado é a câmera. Ter uma boa câmera é fundamental para se obter uma imagem de qualidade. 

Em produções profissionais é muito comum que se tenha mais de uma câmera no set de filmagens para trazer mais dinamicidade à transmissão. Em produções mais amadoras ou com baixo orçamento, é possível economizar utilizando filmadoras com saída limpa, uma webcam ou até mesmo um celular.

Contudo, caso o objetivo seja investir mais, é possível usar uma câmera com saída HDMI limpa (clean output). Isso significa que será possível visualizar a imagem tanto na câmera quanto na tela do computador, sem que as informações técnicas como data e hora apareçam. As câmeras mais recentes fornecem imagens de alta qualidade por meio de um suporte Full HD ou até 4K.

4. Monte o cenário

O cenário da sua live também é fundamental para transmitir a sua mensagem. O ideal é que ele esteja em sintonia com o tipo de transmissão. Em videoaulas, por exemplo, é comum que o cenário conte com prateleiras de livros, lousas e outros elementos que façam alusão ao mundo educacional. Seja em um estúdio ou em um escritório, é muito importante que o ambiente esteja estéticamente agradável.

➡️ Neste conteúdo especial aqui, falamos um pouco mais sobre como montar um bom cenário para suas transmissões. Confira!

5. Cuide da iluminação

A iluminação é outro  elemento fundamental para uma boa transmissão ao vivo. Apesar da iluminação natural ser a mais recomendada para vídeos com alta qualidade, nos casos das lives a dica é não depender dela. O recomendado nessas ocasiões é optar por equipamentos com luz fria, que possuem cor branca.

Ao definir a iluminação, se coloque na posição de usuário. Vídeos muito escuros e granulados, ou até mesmo aqueles com iluminação em excesso são desagradáveis ao olhar, e podem fazer com que o público desista de assistir. Procure sempre se equipar com boas ferramentas de iluminação e se atente ao resultado exibido no visor, para garantir que a transmissão está acontecendo como foi previsto.

6. Use equipamentos de captação de áudio

Assim como a iluminação, o áudio é um fator importante para o sucesso da sua transmissão ao vivo. Isso porque, para que a sua mensagem seja recebida da forma que você espera, é necessário que os espectadores te ouçam bem. Além disso, transmissões com áudio falho ou com muitos ruídos podem ser desagradáveis, fazendo com que o público saia da live.

Assim, é importante não contar com a captação de áudio da própria câmera e ter em mãos um microfone. O microfone de lapela, por exemplo, é muito indicado para esse tipo de transmissão. Discreto, o equipamento permite captar o som de maneira direcionada. Assim, evita-se captar ruídos externos, além de ser um objeto de uso individual, sem que seja preciso passar um microfone de mão em mão.

7. Tenha uma boa conexão de internet

Esse ponto é indispensável na hora de fazer uma transmissão ao vivo. Sua live depende de uma boa conexão de internet, porque estamos falando de um formato de conteúdo que exige boa qualidade de som e imagem. 

Por isso, antes de iniciar a sua transmissão ao vivo, teste a velocidade e qualidade da sua internet por meio de sites especializados. Aqui, é importante se atentar a velocidade de upload, ou seja, a velocidade de envio de dados do seu dispositivo à rede.

Mais uma vez pense na experiência do usuário. Se a conexão não estiver estável, sua live sofrerá as consequências, como cortes na transmissão e dificuldade de entendimento do que é dito. Os danos causados podem ir desde o espectador desistir de assistir à transmissão, até escrever comentários negativos sobre você e sua live. Isso pode até gerar uma má reputação na internet.

➡️ E para garantir a qualidade da sua transmissão, você sabia que é possível contratar um link de internet dedicado? A Netshow.me oferece essa solução e você pode conhecer mais sobre ela clicando aqui.

8. Faça testes antes de iniciar a transmissão

Muito planejamento é importante para o sucesso da sua transmissão ao vivo, mas mesmo assim imprevistos acontecem. Assim, para impedir que sua live sofra com problemas técnicos e minimizar as chances de problemas ao vivo, é fundamental que você faça testes antes de entrar no ar. Verifique os equipamentos, organize o cenário, faça os testes de velocidade da sua internet e verifique se todos os softwares e plataformas estão funcionando como deveriam.

9. Permita o engajamento do público

Uma das vantagens de uma transmissão ao vivo é a possibilidade de engajamento do público. Além de ser uma ótima maneira de estabelecer um relacionamento com seus clientes, é também uma forma de reter a atenção dos espectadores para que eles permaneçam na transmissão. Lives com comentários bloqueados costumam apresentar resultados inferiores àquelas que permitem a interação.

As plataformas de transmissão ao vivo normalmente oferecem opções para interação do público, seja por meio de um chat ou de reações. O ideal é que, dependendo do porte da sua live e do número de espectadores, exista uma pessoa especialmente designada para moderar esses comentários. 

Assim, incentive que o seu público interaja durante a transmissão, seja por perguntas ou por comentários. Deixe claro que a opinião deles é importante e veja o engajamento subir.

10. Analise os resultados

Todas as estratégias de conteúdo online possuem um objetivo. Assim, para saber se a sua transmissão ao vivo foi um sucesso, é preciso analisar os seus resultados para descobrir se o objetivo esperado foi atingido. 

Essa análise é feita com base no que chamamos de KPIs, ou indicadores-chave de desempenho. Assim, basta olhar para o objetivo da sua live e você terá seu KPI primário. A partir dele, defina os KPIs secundários, que serão os dados que te ajudarão a saber se a meta foi atingida.

Por exemplo, se o seu objetivo era atrair visitantes para o seu website, é possível mensurar o sucesso da live com base no número de visitantes no domínio durante a transmissão. Alguns produtores enviam links de seus conteúdos durante a live, e é possível verificar também o número de clicks nesses links. Assim, é possível analisar com propriedade se os resultados esperados foram alcançados.  

As plataformas para transmissão ao vivo

Com a popularização das transmissões ao vivo, uma dúvida que ainda surge é sobre as plataformas de transmissão. A escolha de onde transmitir a live depende de muitos fatores, como o objetivo do seu vídeo e o comportamento do seu público. Todas as ferramentas disponíveis possuem um valor estratégico e conhecê-las é importante para analisar suas particularidades e escolher a mais adequada.

Plataformas gratuitas

As redes sociais vêm sendo muito utilizadas para fazer transmissões ao vivo. Aqueles conteúdos mais descontraídos e que devem ser compartilhados de forma aberta são excelentes para serem transmitidos pelas redes sociais. De forma geral, elas permitem que a qualidade da imagem se mantenha e fornecem dados básicos sobre sua audiência e o consumo do conteúdo.

Contudo, essas plataformas não são ideais quando se deseja maior controle da live ou se há uma preocupação com as permissões de acesso e estabilidade da transmissão, por exemplo. Isso porque, quando pensamos em como fazer uma transmissão ao vivo, precisamos sempre nos atentar a qualidade do conteúdo que desejamos entregar. 

Além disso, plataformas como o Facebook ou o YouTube tornam difícil mensurar e controlar quem terá acesso ao seu conteúdo. Desse modo, se a sua transmissão será um treinamento de sua empresa, ou um curso que está à venda, não é interessante que ele esteja aberto para que qualquer um o acesse.

Outro ponto é a falta de personalização da sua página de transmissão. Nas redes sociais você está preso ao formato e identidade da rede, sendo um mero usuário de seus recursos. Nelas não é possível, por exemplo, definir como o seu conteúdo vai aparecer para os seus espectadores. Isso pode ser um ponto negativo para aqueles que fazem transmissões profissionais.

Plataformas profissionais

Você já deve ter percebido então que, em muitos casos, o ideal será contar com uma plataforma profissional de transmissão. Afinal, diante de tanto investimento e planejamento, você não vai querer problemas como uma live travando ou caindo diversas vezes, certo? 

A dica então é sempre procurar por plataformas de empresas qualificadas, com boas recomendações e cases de sucesso. Na hora da escolha, verifique se a plataforma possui boas opções para personalização, tanto da página de transmissão, quanto das páginas de cadastro, se oferece garantias de qualidade e estabilidade da live e se possui recursos importantes como os chats para interação do público.

Confira também se a empresa oferece suporte na configuração da plataforma e durante a live e entenda se há uma solução rápida para eventuais problemas que apareçam durante sua transmissão. Isso vai evitar problemas com seu conteúdo e garantir que seus usuários tenham a melhor experiência com o consumo da sua transmissão – melhorando os resultados de engajamento e te ajudando a atingir seus objetivos com a ação.

➡️ A Netshow.me, por exemplo, atende a todos esses critérios e pode te ajudar a fazer uma live de muito sucesso! Conheça nossas soluções no site e fale com nossos especialistas.

Conte com especialistas para ter mais sucesso

Como você pôde perceber, fazer uma transmissão ao vivo é uma forma muito estratégica de produzir conteúdo online. Independente do seu objetivo, ela é uma maneira de transmitir mensagens, se posicionar no mercado e engajar seu público e possíveis clientes. 

A questão sobre como fazer uma transmissão ao vivo pode ser sanada seguindo algumas dicas, como ter uma câmera de qualidade, um bom equipamento de captação de áudio e claro, uma boa estrutura de transmissão.

E se você achou todo esse processo um pouco complicado, fique tranquilo: sempre é possível (e até mesmo recomendado) contar com profissionais para te ajudar em todas as etapas da transmissão – do planejamento e produção, até a transmissão.

Com a Netshow.me, você pode contar com a estrutura perfeita para transmitir o seu conteúdo, seja ele qual for. Temos soluções para gerenciar, distribuir e monetizar vídeos e conteúdos digitais e oferecemos o tripé que sustenta qualquer transmissão ao vivo de sucesso: captação audiovisual, link de internet dedicado e software profissional. 

Para saber mais, veja nossos cases de sucesso e descubra como  marcas parceiras alavancaram seus negócios por meio de nossas soluções profissionais para transmissões ao vivo. Depois, fale com nossa equipe para descobrir como podemos ajudar também o seu negócio.

Escrito por Netshow.me

Este artigo foi produzido pela equipe de especialistas da Netshow.me. Oferecemos serviços para gerenciamento, distribuição e monetização de vídeos e conteúdos online. Produzimos conteúdos com o objetivo de fazer com que você também se torne um especialista.