Produção de Conteúdos

6 etapas para montar uma estratégia de marketing de conteúdo matadora

Atingir bons resultados com Marketing de Conteúdo pode ser desafiador. Veja a importância de ter um plano de conteúdo estratégico e confira 6 passos para criar uma estratégia de conteúdo matadora!

Escrito por Amanda Potenza em 05 abr 2022 | Atualizado em 26 ago 2022

8 minutos de leitura

Freepik.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

Produzir conteúdo estratégico e relevante, com qualidade e de forma constante, é a melhor maneira de conquistar mais audiência – e, consequentemente, gerar leads de forma recorrente e exponencial. Segundo relatório da Marketing Charts, 52% dos clientes B2B afirmam consumir o conteúdo da marca antes de realizar uma compra. Portanto, é seguro dizer que construir uma boa estratégia de conteúdo é imprescindível para conquistar potenciais clientes.

Mas criar um plano de conteúdo e colocar isso em prática de maneira eficiente é uma tarefa desafiadora. Por isso, neste artigo, você vai conferir as etapas necessárias para criar uma estratégia de conteúdo matadora – e, é claro, que trará resultados concretos para o seu negócio.

Qual a importância de uma estratégia de marketing de conteúdo?

Antes de qualquer coisa, é necessário ressaltar que o Marketing de Conteúdo é uma ferramenta importante para fortalecer o Brand Awareness da sua marca – ou seja, a autoridade dela no mercado. Além disso, permite que você consolide o relacionamento com seus clientes e , consequentemente, engaje sua audiência.

Segundo estudo da Databox, a maioria dos profissionais de marketing produz conteúdos semanalmente, mais um ponto que ressalta a importância de ter um plano de conteúdo estratégico para alavancar os seus negócios.

Para isso funcionar, é importante destacar que o sucesso da sua estratégia depende de uma gestão de conteúdos efetiva. Assim, você oferecerá materiais relevantes para seu público, com objetivos bem definidos e todas as etapas organizadas.

Caso você não planeje todos esses aspectos e direcione esforços, é difícil que seu negócio consiga colher bons frutos com Marketing de Conteúdo.

Como criar uma estratégia de conteúdo?

Agora que você já sabe a importância de ter um plano de conteúdo, separamos 6 etapas para seguir ao montar a sua estratégia de marketing de conteúdo. Confira!

Defina os objetivos

Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve, já dizia o Gato de Alice no País das Maravilhas. Sendo assim, o primeiro passo é definir os objetivos de sua estratégia de conteúdo

Para isso, deve-se compreender o contexto atual da empresa e quias os resultados que este conteúdo precisa atingir – sejam eles geração de leads, conversão em vendas e até branding.

Faça um estudo de persona

Com os objetivos definidos, chegou a hora de estudar a sua persona – ou seja, a representação fictícia do seu cliente ideal. Para a elaboração dela, você deve levar em conta pontos como idade, localização geográfica, hobbies, aspirações, aspectos psicológicos e comportamentais. 

A ideia é criar um perfil o mais detalhado possível desta persona. Assim, você conseguira passar uma mensagem de maneira personalizada e segmentada, permitindo que seus esforços com marketing de conteúdo sejam recompensados de forma mais efetiva.  

Quer um exemplo? Se você vende produtos ou presta serviços para o público feminino na faixa dos 35 a 50 anos na região nordeste do Brasil, não tem motivo para produzir um conteúdo que abranja todas as faixas etárias e estados do país. Além disso, você poderá explorar aspectos locais que aumentarão a identificação da persona com seu produto ou serviço.

Tenha um calendário editorial

Uma gestão de conteúdo eficiente depende de um calendário editorial muito bem desenhado. Ele é fundamental para organizar de forma estratégica seu planejamento de conteúdo, assim criando um hábito de consumo no público que você pretende atingir.

Nesta etapa é necessário pautar todos os fatores que irão afetar seu conteúdo: persona, tom de voz, tipo e formato, etapa da jornada de compra, palavras-chave a serem utilizadas, entre outras questões pertinentes para o briefing.

No calendário é necessário também definir os prazos de cada etapa: escrita, revisão, otimização, design e publicação. Além disso, quais os canais de divulgação e distribuição do conteúdo, com datas de publicação e frequência.

Produção do conteúdo

Após todo o processo de pesquisa, planejamento e organização da sua estratégia de conteúdo, chegou o momento produzir. Para esta etapa funcionar, é necessário definir os responsáveis pela produção do conteúdo – seja a redação, edição, revisão, gestão, design, diagramação e demais tarefas envolvidas na produção.

Tudo isso deve estar de acordo com os formatos de conteúdo que você já definiu no seu calendário editorial. As opções são diversas – é possível criar imagens, textos, e-mails, infográficos, e-books, landing pages, entre outros outros formatos que possam ser relevantes para o seu público.

Na hora de elaborar as pautas de produção, fique de olho nas tendências de Marketing de Conteúdo e as novidades do seu nicho. Vale ressaltar o fato de ser importante produzir conteúdos evergreen, ou seja, atemporais – mas não esqueça de pensar em temas para momentos relevantes do ano.

banner-flow

Divulgue o conteúdo

Definir os canais corretos de divulgação é imprescindível para uma estratégia de conteúdo matadora. Afinal de contas, existem diversas para divulgar o seu material, desde canais orgânicos até mídia paga. 

A forma de divulgação dependerá dos seus objetivos e das características da sua persona. Por isso, você deve planejá-la de maneira a ter o maior alcance possível – uma dica é se perguntar em quais canais o seu público está mais presente.

Por exemplo, se a sua persona não costuma acessar o Facebook, você deve concentrar seus esforços em outros canais de aquisição. Talvez o YouTube ou Instagram sejam as melhores apostas. Por isso, estudar os hábitos e comportamento de consumo de seus potenciais clientes é essencial.

Mensure os resultados

Agora que você criou sua persona, elaborou o calendário editorial, produziu o conteúdo e divulgou nos canais de aquisição escolhidos, é hora de mensurar seus resultados.  Afinal, é através dos dados que será possível validar a sua estratégia de conteúdo.

Assim, você deve analisar cada ação realizada para descobrir o que está funcionando, o que não funcionou e o que precisa de ajustes. Mas quais métricas utilizar? Para isso, é importante usar KPIs, ou key performance indicators.

Existem muitos tipos de KPIs que podem ser utilizados: número de leads, taxa de conversão, origem do tráfego, taxa de rejeição, Taxa de Clique (CTR), Custo por Clique (CPC), Custo por Lead (CPL), Custo de Aquisição de Cliente (CAC) e Retorno sobre o Investimento (ROI). 

Você não precisa usar todas estas métricas. É fundamental analisar qual faz sentido para o seu negócio e quais são relevantes para medir se seus objetivos estão sendo alcançados. Afinal, esses dados irão nortear as tomadas de decisão futuras.

São muitas etapas a serem consideradas, não é mesmo? Para te ajudar, fizemos material complementar com tudo o que você precisa saber para fazer o seu planejamento. Você pode baixá-la aqui e começar traçar sua estratégia de conteúdo matadora!

Escrito por Amanda Potenza