Eventos

Quais os principais KPIs para Live Marketing e quais usar em agências?

KPIs para Live Marketing são cruciais para agências mensurarem resultados e tomarem decisões estratégicas. Saiba quais são adequados para seus objetivos.

Escrito por Felipe Maia em 06 jul 2022 | Atualizado em 06 jul 2022

15 minutos de leitura

Freepik

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

Key Performance Indicators (KPIs) são indicadores de desempenho utilizados para mensurar os resultados das estratégias empregadas. Ou seja, possuem papel central na tomada de decisões e, não à toa, eles são cruciais para agências orientadas a dados.

Neste artigo, você saberá quais são os KPIs para Live Marketing mais usados por agências. Além disso, aprenderá como defini-los e analisá-los, podendo escalar os resultados do seu negócio. Vamos nessa?

Como definir KPIs para Live Marketing?

Para definir os KPIs para Live Marketing é necessário entender a diferença entre KPI e métrica. É simples: o KPI possui papel central para atingir os objetivos da agência, enquanto a métrica é uma medida quantificada para mensurar desempenho.

Se a métrica possui protagonismo para ajudar a atingir as metas traçadas, pode ser um KPI de agência. Caso contrário, ela ainda pode ser usada para captar insights e não precisa ser ignorada.

Desta forma, existem dois tipos de KPIs de Live Marketing para agências:

  • KPIs Primários: Serve para mensurar o objetivo da ação;
  • KPI Secundários: Servem para oferecer insights que ajudam a mensurar se o objetivo foi atingido.

Por exemplo, se o objetivo da transmissão ao vivo é captação de leads, o KPI primário pode ser o número de formulários preenchidos. Já os KPIs secundários podem ser localização geográfica, quando começou assistir à live e até o tempo de exibição do conteúdo.

Isso não significa que os dados oferecidos pelos relatórios de desempenhos da plataforma de streaming são os únicos que você deve utilizar. Cruze os KPIs e métricas oferecidos pelos outros canais da agência, pois eles ajudarão a sua análise de resultados a ser verdadeiramente completa.

Quais os principais KPIs para agências de Live Marketing?

Depois de definir quais os objetivos serão almejados, é hora de escolher os indicadores para agências de Live Marketing. Seja captura de leads, alavancar vendas, monetização, aumento de alcance ou até gerar tráfego, existem 6 KPIs para Live Marketing usados por agências:

Taxa de Conversão

Começando pela Taxa de Conversão, este indicador calcula a proporção entre pessoas que adentraram o funil da sua agência e as que deram um passo rumo a um objetivo definido por você – pode ser o preenchimento de um formulário ou até a compra de um produto ou serviço.

Ou seja, ela permite que você entenda como os usuários estão reagindo à sua ação de Live Marketing e outros elementos da sua estratégia. Isso faz com que você possa identificar onde aprimorá-la, atingindo os objetivos estabelecidos.

Por se tratar de um indicador que depende de diversos fatores, apontar para um número ideal é uma tarefa difícil. Desta forma, o ideal é que ela sempre esteja maior do que na última medição.

Engajamento

Como o Live Marketing é baseado em conteúdo, mensurar o engajamento do público é imprescindível. Por isso, você deve usar uma série de KPIs para transmissão ao vivo  com o objetivo de avaliar seu desempenho:

  • Audiência: Este é o número total de pessoas que consumiram o conteúdo;
  • Pico de Audiência: Aqui, você saberá quais momentos da transmissão ao vivo tiveram maior audiência simultânea;
  • Interações no Chat: Quantos comentários foram feitos no chat interativo da plataforma de transmissão ao vivo;
  • Compartilhamentos: Caso não seja uma ação de Live Marketing exclusiva para público interno, é possível avaliar quantos usuários cmopartilharam o conteúdo em outros canais.

Ticket Médio

No âmbito financeiro, o Ticket Médio é responsável por calcular quanto o cliente paga por um produto ou serviço. Trata-se de um indicador simples de ser obtido, consistindo na divisão do valor arrecadado pelo número de vendas realizadas.

Esta média de valores vendidos é importante para mensurar os resultados da estratégia, servindo para avaliar se é necessário fazer ajustes a fim de bater as metas.

MRR (Monthly Recurring Revenue) e ARR (Annualised Run Rate)

Traduzido do inglês, MRR significa Receita Mensal Recorrente. Ou seja, este KPI de agências de Live Marketing mostra o crescimento mensal da receita do seu negócio. Para calculá-lo, é necessário somar a receita recorrente do mês anterior e o valor de novos contratos, subtraindo o valor de eventuais cancelamentos.

Desta forma, o MRR oferece melhor planejamento, maior previsibilidade de caixa, aumenta a lucratividade e melhora o relacionamento com os clientes.

Já o ARR significa Receita Anual Recorrente e calcula qual será o faturamento anual da sua agência de Live Marketing caso não haja alteração na carteira de clientes ativos. Desta forma, é necessário multiplicar o MRR por doze.

Por isso, o ARR é um indicador para agências de Live Marketing refletirem sobre o crescimento da empresa e é essencial para o planejamento estratégico.

CAC (Custo de Aquisição por Cliente)

O CAC é a métrica usada para mensurar quanto a agência investe para conquistar cada cliente. Ou seja, deve-se dividir o investimento para aquisição do cliente pelo número de clientes obtidos.

Ou seja, ele permitirá saber se o Lifetime Value (LTV) do cliente é viável para a empresa, também calculando lucro e entendendo os melhores canais de captação. Desta forma, o ideal é que o valor do CAC seja baixo.

ROI (Retorno Sobre Investimento)

Já o ROI é o indicador usado para calcular o resultado financeiro de cada ação, mostrando qual o retorno obtido em relação ao investimento inicial. Desta forma, você saberá o resultado que cada ação oferece para a agência.

Para calcular o ROI, o correto é subtrair os custos da receita gerada e dividir este valor pelo investimento feito. Qualquer resultado acima de 1 significa lucro. Caso esteja abaixo deste número, você terá prejuízo.

NPS (Net Promoter Score)

Para completar, o NPS avalia a satisfação do cliente com o produto ou serviço. Por isso, ele usa dados quantitativos e qualitativas, fornecidos por respostas que usam uma escala de 0 a 10 para responder as perguntas da pesquisa.

Assim, o NPS é calculado pela subtração do percentual de clientes detratores dos que são considerados promotores. Existem três possíveis resultados oferecidos pela porcentagem gerada pela forma:

  • Até 50%: Significa que a agência precisa aprimorar os serviços;
  • Entre 50% e 75%: Significa que a agência oferece satisfação, mas ainda precisa de melhorias;
  • Entre 76% e 100%: Significa que a agência oferece altíssimos níveis de satisfação.

➡️ A Netshow.me oferece soluções completas para agências data-driven. Com mais de 15 mil transmissões ao vivo realizadas no mundo inteiro, nossa rede de parceiros atende todo o território da América Latina. Fale com um especialista para uma avaliação especial do seu projeto!

Sem tags cadastradas

Escrito por Felipe Maia

Copywriter especialista em SEO com mais uma década de experiência com conteúdos digitais.