Eventos

Agência data-driven: como implementar uma cultura orientada a dados?

Ter uma cultura orientada a dados garante competitividade, facilita a tomada de decisões e escala os negócios. Saiba como ter uma agência data-driven.

Escrito por Felipe Maia em 06 jul 2022 | Atualizado em 06 jul 2022

13 minutos de leitura

Netshow.me

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

Segundo pesquisa da International Data Corporation (IDC), o investimento em iniciativas de coleta de dados crescerá em 50% até o final de 2022 – atingindo a marca de US$ 187 bilhões. Ou seja: quem não implementar a cultura data-driven ficará para trás.

Para você ter ideia de como os dados ainda são subutilizados, um estudo da Gartner apontou que somente 3% deles são usados. Além disso, profissionais desperdiçam 37% do expediente procurando dados, usando outros 23% para gerenciá-los.

Ser uma agência data-driven é fator central para garantir competitividade para a empresa, utilizando dados e insights para tomar decisões estratégicas e escalar os negócios. Neste artigo, você saberá como descobrir se sua agência é orientada a dados – e como torná-la uma. 

Quais os benefícios de uma agência data-driven?

Por definição, uma agência data-driven utiliza dados para inteligência de negócios como a base de toda decisão. Ou seja, é o fim de decisões por intuição e preferências pessoais, que podem causar erros estratégicos e, consequentemente, prejuízos.

Desta forma, as principais vantagens de uma agência data-driven são:

1. Redução de custos

Agências baseadas em dados possuem operações com custos reduzidos. Segundo estudo da Harvard Business Review, 48% das empresas que implementaram a cultura data-driven diminuíram os valores envolvidos na operação.

2. Decisões mais assertivas

Além disso, o uso de dados e dashboards personalizadas na operação de agências permite a tomada de decisões mais assertivas. Afinal, a empresa terá acesso a insights estratégicos sobre o andamento de cada projeto.

3. Otimização de processos

Outro benefício das agências data-driven é o fato delas possuírem processos otimizados. Ou seja, o uso de dados permite que você invista em ações que efetivamente dão resultado – e deixar de lado as que desperdiçam tempo e recursos.

4. Melhor segmentação de públicos

Para completar, a cultura data-driven em agências oferece dados concretos que permitirão o melhor conhecimento sobre a audiência. Desta forma, é possível usar essas informações para uma melhor segmentação de públicos. Isso permite a criação de estratégias mais assertivas e efetivas.

Como implementar a cultura data-driven em agências?

Ser uma agência de Live Marketing data-driven não é só usar ferramentas de Business Intelligence (BI) e outras soluções que envolvam dados. Para isso, é necessário mudar a cultura do time e reestruturar processos.

A seguir, você saberá todos os passos para implementar a cultura data-driven na sua agência:

1. Faça a coleta de dados

Sua empresa já faz a coleta de dados? Este é o primeiro passo e, para isso, é necessário escolher as ferramentas adequadas. Alguns exemplos são:

Nesta etapa, o objetivo é construir a base de dados que oferecerá todas as estatísticas e insights relevantes para uma agência orientada a dados. Além disso, o ideal é centralizar a análise no menor número de plataformas possíveis – isso facilita o processo.

Lembre-se: você pode usar dados de clientes para embasar as estratégias de outros projetos.

2. Estabeleça metas

Ter dados não resolverá nada sem definir as metas a serem atingidas. Caso a sua agência não tenha objetivos bem definidos, os insights captados pelas ferramentas confundirão em vez de ajudar – métricas de vaidade não trazem resultado.

Por exemplo, não adianta olhar para a audiência de uma transmissão ao vivo cujo objetivo é a venda de um produto ou serviço. Ela pode até bater recordes, mas a métrica que você precisa olhar é a conversão.

Lembre-se: dados são recursos para atingir os objetivos e calibrar novas estratégias.

3. Use dados o tempo todo

Toda agência data-driven precisa respirar dados. Por isso, deve-se adaptar os processos de todos os setores. Não adianta implementar este mindset somente no time de Marketing e esquecer de fazê-lo em Vendas, Customer Success e Financeiro.

Cada departamento usará dados específicos para a sua função na agência, mas a maneira com a qual esses insights são utilizados deve ser universal – ou seja, adequada à cultura da empresa.

Lembre-se: se a cultura orientada a dados for implementada sem utilizá-los diariamente, você estará desperdiçando tempo e recursos.

4. Monitore resultados e esteja pronto para se adaptar

Toda agência de Marketing orientada a dados precisa ser adaptável. Afinal, ter acesso a números e estatísticas em tempo real não te impede de mudar a estratégia no meio do caminho.

Para isso, é crucial fazer o monitoramento constante de todas as ações em execução. Caso uma estratégia esteja oferecendo resultados interessantes, é possível escalá-los ainda mais. Se os dados estiverem negativos, seu time ganha a chance de corrigi-lá no meio do percurso.

Lembre-se: o mercado é dinâmico e não se adaptar às rápidas mudanças te colocará em desvantagem. Desta forma, fique atento aos dados e se prepare para readequar processos para obtê-los, analisá-los e usá-los.

5. Planeje estratégias futuras e faça testes

Todos os insights obtidos pela sua agência não morrem no fim de cada projeto. Afinal, os dados oferecem informações testadas e aprovadas para a criação de novas estratégias. Você saberá o que funciona – ou não.

Além disso, o ideal é fazer testes para obter cada vez mais dados. Por exemplo, testar um formato diferente de conteúdo ou durações variadas. Eles te ajudarão a ter maior conhecimento e aplicar estratégias que tragam ainda mais resultado.

Lembre-se: Se ater à mesma estratégia e não testar caminhos diferentes pode fazer a sua agência estagnar.

6. Invista em ferramentas que forneçam dados relevantes

Deu para perceber que os dados são fundamentais para o sucesso das estratégias da sua agência. Por isso, na hora de escolher parceiros e ferramentas para os seus clientes, priorize quem fornece dados e relatórios relevantes para você usar.

➡️ A Netshow.me oferece soluções completas para agências data-driven. Com mais de 15 mil transmissões ao vivo realizadas no mundo inteiro, atendemos em todo o território da América Latina. Fale com um especialista para uma avaliação especial do seu projeto!

Sem tags cadastradas

Escrito por Felipe Maia

Copywriter especialista em SEO com mais uma década de experiência com conteúdos digitais.