Quais são os 8 formatos de conteúdo essenciais para a sua estratégia de Marketing?

A variedade de formatos de conteúdo é essencial para cativar a atenção da sua audiência, entregando experiências diferentes para ampliar o alcance da sua marca e dos seus conteúdos, além de permitir que seu público consuma as suas mensagens de maneiras variadas.
Descubra como construir um calendário editorial de marketing em 5 passos para impulsionar a estratégia de conteúdo da sua empresa!
Índice deste artigo:

Quando se pensa em uma estratégia de marketing de conteúdo, é natural imaginar, em um primeiro momento, a produção de textos, não é mesmo? A verdade, porém, é que a diversificação é fundamental para o sucesso dessa tática e, por isso, você precisa investir em diferentes formatos de conteúdo.

Sim, os conteúdos escritos podem ser o carro-chefe do seu projeto, já que são mais simples de serem produzidos pela sua equipe no dia a dia e facilitam a geração de awareness, por exemplo. Mas a sua audiência é cada vez mais exigente e outras empresas estão atrás da atenção desse mesmo público.

Por conta disso, investir em uma estratégia com múltiplos formatos de conteúdo é, sem dúvidas, uma alternativa válida para profissionais de marketing. Mas, afinal, o que precisa ser feito? Continue a leitura para entender quais são os formatos essenciais que devem fazer parte do seu plano estratégico!

O que é estratégia em formatos de conteúdo?

A estratégia em formatos de conteúdo nada mais é do que contemplar os diferentes tipos de materiais que podem ser produzidos, por exemplo, dentro de um planejamento estratégico de marketing de conteúdo. A ideia é criar uma variedade de formatos para conseguir resultados ainda melhores.

Afinal, limitar o alcance da sua estratégia para um ou outro canal é muito pouco. Por que não explorar as várias opções disponíveis na internet para atingir um maior público ou até mesmo melhorar a sua experiência com a entrega de conteúdos relevantes em diferentes formatos e plataformas?

Um conteúdo de texto pode ser muito legal, mas não seria ainda melhor ter um material em vídeo para complementar? Ou, então, realizar uma live para que os especialistas em um determinado assunto pudessem explicar mais detalhes ou engajar com a audiência interessada?

Sendo assim, a partir do momento que você entende mais sobre o perfil e as preferências da sua audiência, é fundamental desenvolver um planejamento dentro que contemple a criação de diferentes formatos de conteúdo.

Com esse trabalho, você consegue estruturar um calendário de publicações constante e as chances de ter melhores resultados aumentam. E o melhor: a sua marca deixa de se limitar a falar com apenas uma audiência, além de melhorar a experiência de quem está em todos esses canais.

Quais são os 7 formatos essenciais de conteúdo?

Mas, afinal, quais formatos de conteúdo precisam fazer parte da sua estratégia? Separamos os sete mais importantes, confira!

1. Vídeos

Eles podem até parecer serem os mais trabalhosos, mas, na verdade, estão cada vez mais simples de serem produzidos com a inovação. Os conteúdos em vídeo são populares e podem gerar resultados positivos de forma exponencial. Isso porque também são conhecidos por terem um alto potencial de viralização.

O motivo é simples: eles transmitem mensagens de forma visual e auditiva, o que cria uma experiência mais envolvente para o público. Os vídeos podem ser usados para várias finalidades, como tutoriais, demonstrações de produtos, entrevistas, webinars e anúncios.

Ou seja, uma empresa pode utilizar o vídeo como um conteúdo único ou como parte de uma estratégia mais ampla. Além do propósito principal, como explicar como utilizar um produto, eles também pode ajudar com seu alto potencial de compartilhamento nas redes sociais.

🎯 Separamos aqui alguns artigos que podem te interessar:

2. Infográficos

Também um pouco mais trabalhoso, outro formato de conteúdo que pode ser trabalhado com sucesso são os infográficos. Eles devem ser utilizados para que seja mais fácil transmitir informações complexas de forma atraente e fácil de entender, tornando, por exemplo, a comunicação corporativa mais simples.

A partir de uma combinação de variados elementos visuais, como gráficos, ícones e ilustrações, com textos concisos, eles são ideais para apresentar dados e estatísticas de maneira clara e atraente. Em vez de compartilhar uma planilha com essas informações, um infográfico pode ajudar muito mais.

Além das redes sociais, eles podem ser muito úteis como complementos em conteúdos de blogposts, por exemplo. Outro uso eficiente é em apresentações para clientes ou fornecedores. Assim, com essa combinação, você captura a atenção do público e simplifica dados e informações complexas.

3. Ebooks

Apesar dos conteúdos mais dinâmicos terem um alto potencial de viralização e compartilhamento, você não deve esquecer de materiais mais profundos, como os ebooks. Muito utilizados para detalhes tópicos mais complexos, são ideais como guias passo a passo, análises aprofundadas e conteúdo educacional.

Os ebooks podem ser distribuídos gratuitamente ou como materiais premium, contribuindo para a geração de leads e a construção de autoridade no seu nicho, por exemplo. Eles são frequentemente disponibilizados em formato PDF e podem ser baixados em sites, blogs ou por meio de formulários de captura de leads.

O maior trabalho para a produção dentro desse formato está na quantidade de palavras. Apesar disso, não é o tipo de material que você vai disponibilizar o tempo inteiro e deve ser utilizado com cautela, já que também pode ser considerado um conteúdo mais cansativo.

4. Conteúdo interativo

Pensando na agilidade, os conteúdos interativos não são os mais adequados, mas se você quer oferecer um diferencial competitivo para a sua audiência a partir da entrega de materiais relevantes, esse é o caminho ideal para envolver o público online e fidelizar esses clientes em potencial.

A partir de quizzes, pesquisas, calculadoras, questionários e outras ferramentas interativas, você coloca o usuário como parte ativa daquela experiência. Para marcas que querem gerar engajamento e, ao mesmo tempo, coletar dados, pode ser uma estratégia muito eficiente.

Além disso, ele é muito versátil, encaixando em diferentes momentos da jornada do usuário. Afinal, você consegue criar interações lúdicas, educativas ou informativas, tornando o processo de consumo de conteúdo mais divertido e memorável.

Template de Marketing de Conteúdo

5. Live marketing

Muito popular durante o período de isolamento social, o live marketing continua sendo um formato de conteúdo muito valioso. O motivo é simples: tem um alto potencial de engajamento natural com a audiência, especialmente quando são produzidos com planejamento estratégico.

Lives, webinars, palestras, painéis de discussão, lançamentos de produtos para e-commerces ou entrevistas a partir da tecnologia streaming. Os caminhos são os mais diferentes para que você consiga criar um impacto positivo na audiência e criando uma conexão natural, já que é possível ter uma troca em tempo real.

Já imaginou apresentar o seu produto e abrir um momento para que clientes em potencial tirem suas dúvidas que, talvez, sejam travas de uma compra? Isso pode ser muito útil qualquer tipo de negócio, certo? E o melhor é que os custos para esse tipo de estratégia são muito menores.

Mas o grande diferencial, sem dúvidas, é a possibilidade de interagir diretamente com seu público ao vivo, respondendo a perguntas, recebendo feedback e criando uma sensação de comunidade. O live marketing é uma maneira eficaz de transmitir informações atualizadas e criar uma ideia de exclusividade.

6. Videocast

Outro formato de conteúdo que tem ganhado espaço recentemente são os videocasts, uma combinação de vídeos e podcasts, em que o material em vídeo é convertido para formato de áudio para ser transmitido em plataformas de podcast, como Spotify, Deezer ou Apple Music.

Lembra que mais acima falamos do formato de vídeo e do seu potencial de compartilhamento? Pois bem, os videocasts têm mais chances de impactarem um público que prefere acompanhar também aquela transmissão, mas não apenas ouvir.

Os videocasts podem incluir entrevistas, discussões em painéis, análises de mercado, histórias de sucesso e muito mais. Ao disponibilizar seu conteúdo em formato de áudio, você amplia o alcance e a acessibilidade para diferentes públicos, também contribuindo com a flexibilidade para o usuário.

7. Podcast

Não quer investir tanto, por exemplo, com a captação de vídeo? Sem problemas, você pode fazer uma versão mais simples da estratégia acima: produzir um podcast. Um formato que tem feito muito sucesso recentemente principalmente por conta da sua versatilidade.

Afinal, os ouvintes podem acessar podcasts em qualquer lugar, como durante deslocamentos, exercícios físicos ou atividades domésticas. Os podcasts podem ser usados para compartilhar histórias, dicas, insights, entrevistas e discussões sobre tópicos específicos.

Apesar de não serem ideais para as redes sociais, também podem ser utilizados pontualmente como pequenas pílulas para criar uma variedade. Assim, você consegue entregar materiais completos, mas que fornecem flexibilidade para o usuário consumir quando e como preferir.

8. Blog post

O formato de blog post é uma peça central em qualquer estratégia de marketing de conteúdo bem-sucedida. Em um mundo digital saturado de informações, um blog bem elaborado oferece uma maneira eficaz de se destacar e construir autoridade em seu nicho. Posts de blog podem ser informativos, persuasivos e até mesmo divertidos, atendendo a uma variedade de objetivos, desde educação até conversão de clientes.

Além disso, blogs são extremamente versáteis. Eles podem hospedar outros formatos de conteúdo, como vídeos, infográficos e podcasts, tornando-se um hub de conteúdo rico e interativo. Eles também são ferramentas poderosas para otimização de mecanismos de busca (SEO), ajudando a aumentar a visibilidade online e a tráfego do site. Com a habilidade de fomentar comunidades por meio de comentários e compartilhamentos, os blog posts criam um canal de comunicação bidirecional entre a marca e seu público, solidificando relacionamentos e impulsionando o engajamento.

Por que ter estratégia de conteúdo?

Ainda não se convenceu de que investir na produção de conteúdo em vários formatos é benéfico para o seu planejamento? Confira, então, o que muda a partir do momento que você diversifica os formatos!

Alcance e engajamento

Ao utilizar diferentes formatos de conteúdo, como artigos, vídeos, infográficos, podcasts e imagens, você tem a oportunidade de alcançar diferentes perfis de público. Algumas pessoas preferem consumir informações visualmente, enquanto outras têm preferência por conteúdos em áudio ou textos escritos.

Ou seja, a partir do momento que você oferece opções variadas, aumentam as chances de atrair e engajar uma audiência mais ampla. Além disso, cada formato de conteúdo tem seus próprios canais de distribuição e alcance, permitindo que o seu engajamento seja ainda maior em múltiplos canais.

Melhora a experiência do usuário

Além disso, a diversidade de formatos de conteúdo contribui para oferecer uma experiência mais envolvente aos usuários. Cada formato proporciona uma abordagem única para transmitir informações e criar conexões emocionais, transformando a jornada desses usuários em contato com a sua marca.

Os vídeos, por exemplo, ajudam a criar uma experiência mais imersiva, enquanto infográficos são ideias para conteúdos mais analíticos. Todos esses elementos ajudam a construir uma experiência do usuário mais rica e atraente, o que fortalece a sua reputação como autoridade do assunto no médio e longo prazos.

Diferentes formas (e propósitos) de comunicação

Outro aspecto interessante que a variedade nos formatos de conteúdo proporciona é a utilização da estratégia para explorar diferentes tipos de informações e abordagens. Enquanto um artigo pode ser mais adequado para aprofundar um tema específico, um vídeo curto pode ser ideal para apresentar um passo a passo.

Pensando na jornada de um lead, por exemplo, isso pode ser ainda mais valioso: o texto ajuda a atrair aquele usuário, enquanto outros materiais vão, aos poucos, contribuindo para o aprendizado mais simples e eficiente de acordo com cada etapa de decisão.

Maior alcance nas redes sociais

Querendo ou não, as redes sociais são canais importantes para as marcas se comunicarem com as suas audiências e, a partir de diferentes formatos, as suas chances de alcançar e melhorar o engajamento com a audiência nessas plataformas são muito maiores do que apenas publicar sempre a mesma coisa.

Enquanto os textos rápidos podem ajudar a passar uma informação mais séria, os vídeos podem ser utilizados em ações de marketing por conta do seu grande potencial de viralização. Adaptando o seu conteúdo aos formatos ideais para cada plataforma, você maximiza o engajamento nas redes sociais.

Com tantas empresas no ambiente online tentando cativar a atenção dos usuários, investir na produção de vários formatos de conteúdo ajuda a multiplicar o alcance das suas ações e, mais importante, criar uma experiência melhor e mais completa para a sua audiência.

Agora que você já entendeu mais sobre a importância de ter uma variedade de conteúdos e formatos, o que acha de colocar esse conceito em prática? Então faça o download gratuito da nossa planilha com os 5 passos para construir um planejamento de conteúdo matador!

New call-to-action

De segunda a sexta das 9h às 18h.

Manaus-AM | Rua 24 de Maio, 220, Sala 801, Centro, Manaus-AM, CEP 69010-080

São Paulo – SP | Rua Arizona 491, 23 andar, Brooklin, CEP 04567-001

©Copyright 2013-2022 Netshow.me – Tecnologia de streaming para impulsionar empresas