Educação

Como criar um programa de desenvolvimento de líderes em 8 etapas

Saiba como realizar um programa de desenvolvimento de líderes bem-sucedido e potencializar ainda mais os resultados da sua empresa através da capacitação de lideranças com o uso da tecnologia.

Escrito por Mayla Shiva em 27 dez 2022 | Atualizado em 02 jan 2023

15 minutos de leitura

Image by Netshow.me

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

Dentro de qualquer empresa, as lideranças são figuras essenciais, pois são elas as grandes responsáveis pela motivação das equipes e por garantir o bom andamento de todos os setores. Afinal, cada área precisa de uma figura de autoridade que possa supervisionar os avanços do seu time e guiá-lo da melhor maneira possível em direção às metas da empresa.

Para capacitar esses profissionais e instigá-los a praticar as competências consideradas inegociáveis quando o assunto é gestão de equipes, existe o programa de desenvolvimento de líderes, isto é, um treinamento que trabalha em cada etapa os pontos mais importantes para uma liderança eficaz e estratégica.

Qual é a importância de um programa de desenvolvimento de líderes?

A importância de criar e oferecer um bom programa de desenvolvimento de líderes é que, por meio de uma série de aprendizados, ele é capaz de validar que o trabalho desenvolvido por todos os gestores está sendo executado de acordo com a cultura organizacional da empresa, além de potencializar a atuação desses profissionais na busca por resultados mais competitivos e torná-los mobilizadores do engajamento entre os funcionários. 

Além dos impactos positivos na trajetória e no cotidiano profissional que um programa de desenvolvimento de líderes pode proporcionar à carreira de um colaborador, esse treinamento pode abranger aspectos que vão além das atividades corporativas e trazer também melhorias pessoais àquela pessoa, ao ajudá-la a reconhecer e desenvolver as suas características mais fortes e trabalhar tanto o seu autoconhecimento quanto as suas habilidades sociais.

Outra vantagem de criar um programa de desenvolvimento de líderes é que, por meio da integração dos gestores das mais variadas áreas e setores, é possível viabilizar a troca de experiências e o compartilhamento de conhecimento entre todos os profissionais do mais alto escalão intelectual da empresa, o que por si só já é uma grande oportunidade para novos insights que podem otimizar e destravar alguns processos. 

Quais são os 8 passos para criar um programa de desenvolvimento de líderes?

Ao longo deste artigo, separamos as 8 etapas necessárias para criar um programa de desenvolvimento de líderes moderno e eficiente para impulsionar o trabalho dos seus gestores rumo aos objetivos da corporação. Confira!

1. Identifique os objetivos e prioridades de desenvolvimento

Antes de qualquer coisa, é preciso entender quais são os objetivos da empresa com este programa de desenvolvimento de líderes e quais competências prioritárias ele deve trabalhar.

Afinal, existe uma vasta gama de treinamentos corporativos voltados para os mais diferentes aspectos da liderança de equipes.

Para otimizar a execução dessa etapa e torná-la mais refinada e certeira, o ideal seria promover a realização de um LNT, ou Levantamento das Necessidades de Treinamento, com as suas lideranças.

Resumidamente, um LNT é capaz de diagnosticar quais são os pontos dentro de uma empresa, time ou cargo que mais necessitam de melhorias no momento.

A partir desse trabalho de identificação e análise das necessidades da empresa, é possível investir em capacitações mais corretas e efetivas por meio de uma personalização maior de cada etapa do programa de desenvolvimento de líderes. Dessa forma, é possível elaborar um escopo mais alinhado com o que a organização almeja aprimorar entre os seus gestores.

2. Faça o diagnóstico da liderança atual 

Em paralelo à etapa anterior, é necessária a realização de um diagnóstico sobre como cada liderança age atualmente dentro do seu setor, como é feita a gerência e supervisão dos funcionários que respondem a ela e de que maneira tem colaborado para o desenvolvimento da equipe.

Esse levantamento de como os processos funcionam antes do programa de desenvolvimento de líderes é essencial pois, por meio dele, é possível identificar tanto hábitos positivos e que podem ser adaptados e incentivados entre as demais lideranças, quanto comportamentos nocivos, ou seja, que não condizem ao código de cultura da corporação e precisam ser ajustados ou eliminados o quanto antes. 

Além disso, esse diagnóstico também é uma ótima oportunidade para compreender as particularidades de cada setor, afinal, as demandas de treinamento podem variar entre uma liderança e outra de acordo com o cotidiano e as atribuições distintas entre cada área.

3. Considere todos os níveis hierárquicos

Nessa etapa especificamente, é preciso um olhar mais atento aos profissionais que você deve envolver ao longo do programa de desenvolvimento de líderes. Isso porque, muitas vezes, não são apenas as figuras diretas de liderança responsáveis por grandes atribuições dentro dos times.

Aqui, vale considerar se há algum outro funcionário dentro da hierarquia empresarial de cada setor que também seria interessante receber esse tipo de capacitação dentro do seu escopo de afazeres. A própria liderança oficial daquele time pode, inclusive, apontar se existe a necessidade ou se seria vantajoso treinar algum outro talento que apresente competências de gestão.

Mas, atenção: É preciso ser cauteloso para não ampliar demais o programa de desenvolvimento de líderes e, assim, desequilibrar a hierarquia interna da empresa ou até mesmo se perder do objetivo principal, que é aprimorar o potencial e o trabalho das figuras de liderança.

Para os demais funcionários, vale aderir ao treinamento e desenvolvimento de pessoas que mais faz sentido com a necessidade atual da corporação. 

Está gostando desse conteúdo? Então não deixe de conferir:

4. Estabeleça o cronograma do programa

Após a realização de todas as etapas pré-elaboração, está na hora de definir um cronograma para o programa de desenvolvimento de líderes da sua empresa que esteja de acordo com as agendas de compromissos dos gestores.

Afinal, o programa não pode e nem deve interferir no bom andamento da vida profissional e pessoal dos participantes, sendo que o ideal é que os treinamentos sejam realizados em horários previamente estabelecidos em conjunto com as lideranças e que não atrapalhem as suas atuações dentro dos times.

O cronograma deve ser montado e aplicado levando em consideração a duração completa do programa, ou seja, se este acontecerá dentro de um curto, médio ou longo prazo, se será executado de maneira presencial ou online, quantas pessoas estarão envolvidas ao todo e registrar qualquer eventual necessidade para a boa execução do projeto.

5. Pesquise os meios de aplicação

Atualmente, o mercado oferece uma série de serviços e tecnologias digitais voltadas para a aplicação de treinamentos e cursos que parecem, à primeira vista, se encaixar nas necessidades de um programa de desenvolvimento de líderes. 

Contudo, na prática, nem sempre estas adaptações funcionam. Para evitar frustrações e investimentos falhos em ferramentas que não atendem às demandas da sua empresa, a solução ideal é investir em uma plataforma de streaming corporativa totalmente voltada para estratégias e ações de comunicação interna.

A plataforma de streaming OTT da Netshow.me é uma solução específica para empresas que desejam impulsionar os seus resultados por meio da tecnologia de streaming, criando a sua própria Netflix corporativa em um ambiente totalmente personalizado e capaz de gerar relatórios da audiência durante a execução de treinamentos e programas de capacitação.

A tecnologia da Netshow.me contém todos os recursos essenciais para a realização bem-sucedida de um programa de desenvolvimento de líderes, como um chat interativo, ferramenta de transmissão ao vivo e capacidade de criação e organização de playlists de conteúdo com o acesso restrito apenas a determinados funcionários — no caso, os gestores que vão participar do treinamento. 

Por fim, seja qual for a solução que a sua empresa opte por contratar, certifique-se de que ela ofereça segurança para os dados dos seus funcionários e da corporação, além de uma usabilidade intuitiva para que todos possam usufruir da plataforma de maneira produtiva. 

6. Utilize ferramentas para avaliação

Tão importante quanto modernizar a própria execução do programa de treinamento de líderes por meio da tecnologia, também é ideal que o processo avaliativo dos resultados obtidos aconteça de maneira inovadora e digital.

Aqui, vale pesquisar e investir no que fizer mais sentido com a sua empresa: A gamificação, por exemplo, pode ser uma ótima ferramenta de rankeamento e pontuação dos envolvidos no programa, além de instigá-los a uma competição saudável por meio de dinâmicas e trilhas de aprendizagem.

Realizar a validação do que foi aprendido ao longo do programa de desenvolvimento de líderes é essencial para se certificar não apenas do sucesso do treinamento, mas também se todas as etapas foram absolvidas com clareza e se não houve nenhum ponto de defasagem que possa, eventualmente, demandar uma nova oportunidade de instrução.  

7. Colete o feedback dos participantes

Entender qual foi a percepção pessoal dos participantes do programa de desenvolvimento de líderes da sua empresa é tão essencial quanto a avaliação técnica do treinamento. 

Isso porque, por meio da coleta de feedbacks e da realização de pesquisas de satisfação, é possível entender quais foram os pontos altos para os colaboradores e se, além do aprimoramento técnico, a experiência proporcionada pelo programa também foi proveitosa como um todo.

Graças aos feedbacks, é possível avaliar aspectos que vão além do conteúdo do programa, mas que também devem ser revisados antes da elaboração de treinamentos futuros, como as percepções sobre os materiais e recursos de apoio, o grau de usabilidade da tecnologia utilizada para a aplicação, se a comunicação estava clara e objetiva e se eles sentiram se o programa, de fato, foi vantajoso para o crescimento da carreira e trajetória profissional deles.

Além do mais, o interesse por feedbacks é, por si só, uma prática muito bem vista entre os funcionários, pois sinaliza uma cultura de valorização da opinião dos colaboradores e interesse por parte da empresa no que eles têm a dizer, e tal hábito pode e deve ser levado pelos gestores para dentro de seus times. 

Leia mais sobre:

8. Mensure os resultados obtidos

Por fim, é necessário mensurar os resultados obtidos a partir do programa de desenvolvimento de líderes e analisar quais foram os ganhos proporcionados aos gestores. 

Para fazer isso, é preciso analisar os resultados gerados por aqueles líderes antes do treinamento e compará-los com os obtidos após a participação do programa para compreender se, na prática, houve uma melhora efetiva das competências trabalhadas e se esse aprimoramento reflete nos números do time.

Além disso, vale realizar um overview, ou seja, uma visão geral da performance desses gestores ao longo do programa e entender de que maneira o treinamento foi capaz de impactar no cotidiano deles e, assim, elaborar novas estratégias e abordagens para as próximas edições do programa.

Buscar referências inéditas em ações realizadas por outras corporações e estudar cases corporativos de programas de desenvolvimento de líderes bem-sucedidos é uma ótima maneira de manter o seu treinamento de lideranças atualizado e à altura do restante do mercado, além de proporcionar insights inovadores sobre novas ferramentas e metodologias voltadas para a capacitação corporativa.

Para saber mais como a tecnologia e inovação têm sido usadas por grandes companhias para impulsionar ações de capacitação de lideranças, confira gratuitamente o nosso material exclusivo sobre 10 empresas que transformaram sua comunicação com a tecnologia de streaming!

Escrito por Mayla Shiva

Mayla Shiva é redatora e copywriter na área de tecnologia e inovação na Netshow.me. Formada em jornalismo, também escreve sobre moda, cultura e entretenimento para uma revista digital.