Produção de Conteúdos

Como criar um serviço de streaming e ter sua própria Netflix?

Entenda como criar um serviço de streaming e ter a sua própria Netflix! Publique os conteúdos que quiser e amplie a sua estratégia.

Escrito por Netshow.me em 03 jun 2022 | Atualizado em 26 ago 2022

11 minutos de leitura

Netshow.me

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

As estratégias de vídeo estão se tornando cada vez mais centrais no marketing e na criação de conteúdo das empresas. Sendo usados em diferentes formatos, são uma ferramenta ágil para passar informações e engajar audiências. Existem também usos menos tradicionais, como criar um serviço de streaming para treinamentos corporativos ou disponibilização de cursos online. 

Esse tipo de serviço pode ser replicado em diferentes estratégias! A Universidade Corporativa, por exemplo, pode ser feita em um modelo de serviço de streaming. Com a tecnologia atual, é possível que você crie a sua própria Netflix de vídeos e tutoriais. 

Pode parecer algo muito complexo, mas fazer um site de streaming é algo muito mais viável atualmente. Claro, será preciso contratar profissionais e serviços para o desenvolvimento do projeto, contudo, é algo bastante possível para a maioria dos negócios. 

Neste artigo, entenda o que é um serviço de streaming e por onde começar para criar o seu. 

O que é um serviço de streaming? 

O streaming é usado atualmente para se referir à transmissão contínua de conteúdo multimídia, em diferentes formatos, pela internet. Antigamente, rodar um vídeo ou música era bem mais difícil. Na maioria dos casos, era necessário deixá-los carregando para conseguir assistir. 

Contudo, hoje, praticamente qualquer material é transmitido sem interrupções, de forma contínua. Isso acontece por causa da tecnologia streaming, que leva o conteúdo até cada pessoa de forma muito mais rápida, em tempo real. 

Esse tipo de transmissão é mais vantajosa que o download de arquivos, por exemplo. Para baixar, há o compartilhamento de arquivos inteiros de um dispositivo para outro. Isso leva tempo e também ocupa bastante espaço. 

No serviço de streaming, o que acontece é apenas a reprodução desse mesmo conteúdo direto de um mesmo servidor. Então, aquele material fica armazenado em outro lugar e tudo que os usuários fazem é acessá-lo de forma remota. 

💻 Veja também: Como funcionam os Serviços de Streaming e quais os principais tipos? 

A Netflix é um site de streaming

Sem dúvida alguma, a Netflix é um dos serviços de streaming mais famosos atualmente. Criada em 1997 como um serviço de aluguel de filmes, passou por uma mudança radical em seu modelo de negócio em 2007. Em 2010, começou a oferecer o serviço de streaming por assinatura. Depois disso, não parou mais de crescer. 

O sistema da Netflix provocou uma revolução na forma como a arquitetura da transmissão de vídeo funcionava. Milhares de microservices são usados a cada segundo para garantir a melhor transmissão e o melhor formato para qualquer usuário no momento em que ele pressiona o play. Agora, qualquer pessoa pode assistir ao que quiser de qualquer lugar. Já existem dezenas de outros serviços de streaming de vídeo, e também de áudio, música e muito mais. 

Mas, se esse serviço é tão complexo, é possível criar a sua própria Netflix para a transmissão de cursos online ou treinamentos corporativos? A resposta é sim! E você vai entender tudo mais a diante.  

Como criar um serviço de streaming e ter sua própria Netflix? 

Um dos grande diferenciais do serviço de streaming é a possibilidade de assistir ao que quiser e de onde quiser. Isso fica ainda mais interessante se você tem uma boa variedade de conteúdos para escolher e navegar. 

Com a tecnologia certa, você pode desenvolver um serviço de streaming e ter a sua própria Netflix de forma mais simples que pode parecer.O mais importante é se lembrar do planejamento e de oferecer um produto com imagem, áudio e conteúdo de qualidade. 

Separamos algumas importantes para começar a desenvolver a sua plataforma de streaming própria, confira: 

Defina a audiência 

O primeiro passo é definir para quem você está criando esse serviço de streaming. Quem é o seu foco para essa estratégia? Aqui, estou considerando que você já tenha uma ideia do direcionamento do conteúdo que será usado na plataforma. Isto é, se vão ser materiais de cursos online ou treinamentos corporativos, por exemplo. 

Ter uma ideia clara de quem é a sua audiência vai te ajudar a ter uma orientação para os próximos passos. Afinal, você poderá focar suas estratégias seguintes naquele público em específico. Isso vai garantir uma abordagem mais personalizada e eficiente. 

Essa definição também vai ajudar no Marketing do seu serviço de streaming. Será possível definir uma comunicação mais direcionada, e talvez até usar divulgação de influencers que são relevantes para aquele nicho de mercado. 

🚀 Saiba mais: Contratar influenciadores digitais: como fazer e quando vale a pena? 

Escolha o formato do conteúdo 

Com a sua audiência em mente, é hora de pensar como será o conteúdo. Vão ser vídeos? Áudios? Tudo isso junto? Arquivos em PDF? Qual o tipo de vídeo? No caso de vídeo-aulas, elas serão expositivas ou também vai existir uma parte prática? Como o conteúdo será dividido? 

Esse é o momento de visualizar a sua plataforma e pensar como ela ficaria finalizada. O que você quer ver lá? Quais as seções, divisões e trilhas disponíveis? Vão ser oferecidos conteúdos ao vivo também?

Aqui estão alguns conteúdos que podem te ajudar muito no desenvolvimento dessa etapa: 

Planejamento do conteúdo

O planejamento é sempre o maior aliado no desenvolvimento de qualquer projeto. Por isso, tenha em mente que quanto mais detalhes você considerar, maiores serão as chances de ter um resultado final positivo para o seu negócio. 

Com as ideias gerais já definidas, é hora de planejar o conteúdo. Faça roteiros para os materiais e o que deve ser abordado em cada um. Lembre-se que quanto mais coisa, mais trabalho você terá para deixar tudo pronto. 

O planejamento é uma etapa importante para entender o que não pode faltar. Considere as suas expectativas com essa iniciativa e pense no que faz mais sentido. Aposte em conteúdo variado, que vá agradar a diferentes perfis da sua audiência e garantir o sucesso da estratégia. 

Coloque no planejamento também como será feita a gravação do material. Será preciso contratar uma empresa? Equipamentos? Estúdio? Quem vai apresentar o material? Tudo isso deve ser mapeado e, depois, revisto no orçamento para entender a viabilidade de colocar as ideias em prática. 

É muito importante oferecer um bom produto, com áudios e imagens de qualidade, além de um conteúdo interessante. Tudo isso será fundamental para manter o engajamento de quem consome o material do seu serviço de streaming. 

👉 Veja também: Como criar um plano de curso e sua importância para os cursos online

🎯 E ainda: LNT: como fazer um bom levantamento das necessidades de treinamento  

Saiba qual o orçamento disponível

Depois de planejar o conteúdo, é importante adequar essas ideias ao que é possível. Seguindo essa ideia, o tamanho do seu projeto vai depender muito do orçamento disponível. 

Faça pesquisa de preços, estude quais são os serviços que você precisará contratar e adeque o planejamento do conteúdo à realidade da sua empresa. Busque entender qual é o ROI esperado para esse investimento, em quanto tempo ele deverá ser atingido e quanto será gasto no total.  

É interessante também buscar soluções econômicas para diminuir os custos. Por exemplo, no caso de vídeos de treinamento corporativo, você pode solicitar que as lideranças de cada equipe gravem uma parte do material. Assim, terá menos custos com pessoal e a criação do conteúdo pode ficar a cargo deles.  

No orçamento, lembre-se de considerar a contratação de um serviço para criação da plataforma de streaming. A seguir, vamos explicar melhor essa etapa. 

Como criar um site para um serviço de streaming?

É importante saber que hoje existem empresas que oferecem essa solução pronta, ou seja, você não precisa contratar desenvolvedores para criar a sua plataforma de streaming do zero. O custo disso seria enorme! Procure empresas que ofereçam soluções white label – plataforma pronta em que você só altera a identidade visual e coloca os conteúdos por lá.

Depois de todo planejamento pronto e de ter o conteúdo encaminhado, é hora de fazer o seu site de streaming. Lembre-se que é fundamental oferecer um serviço de qualidade, com vídeos que não ficam travando o tempo todo e que aceite diferentes formatos de conteúdo. 

Uma experiência ruim no site do seu serviço de streaming pode levar os usuários a desistirem do seu conteúdo. No treinamento corporativo, por exemplo, pode atrapalhar o engajamento e a dedicação dos colaboradores. Para cursos online, pode ser um fator de insatisfação e até cancelamento das inscrições. 

Por isso, essa é uma etapa muito séria. Na hora de contratar esse serviço, estude os critérios de segurança e estabilidade do serviço oferecido pela empresa. 

Algumas questões interessantes para levar em consideração são: 

  • Existem profissionais disponíveis para dar suporte à sua equipe caso seja necessário? 
  • Quais outras empresas já usaram aquele produto? 
  • Quais as funcionalidades disponíveis — por exemplo, há possibilidade de realizar transmissões ao vivo? 
  • Como é a qualidade da transmissão e dos vídeos? 
  • É possível monetizar os conteúdos? 

Tudo isso você pode encontrar em uma só plataforma: a Netshow.me Member Hub. 

Ela oferece funcionalidade multiformato e multiplataforma, Lives e vídeo on demand no mesmo lugar, relatórios de audiência, área de pagamento e muito mais. Tudo isso em um ambiente 100% white label que pode ser personalizado com a identidade visual do seu negócio. 

Fale agora mesmo com um especialista da Netshow.me Member Hub e leve o melhor serviço de streaming para a sua empresa. 

New call-to-action

Escrito por Netshow.me

Este artigo foi produzido pela equipe de especialistas da Netshow.me. Oferecemos serviços para gerenciamento, distribuição e monetização de vídeos e conteúdos online. Produzimos conteúdos com o objetivo de fazer com que você também se torne um especialista.