O que é ROAS, como calcular e por que é diferente do ROI?

ROAS é a métrica que revela o retorno financeiro das mídias pagas. Você pode saber quanto cada real investido na estratégia de publicidade digital traz de dinheiro para o seu negócio. Dessa forma, é possível direcionar melhor os investimentos e gerar mais resultados.
roas
Índice deste artigo:

Estratégias de marketing de conteúdo precisam de distribuição. Para chegar a mais pessoas, o conteúdo pode ser distribuído em canais orgânicos ou em mídias pagas. Mas para saber se a divulgação está sendo eficiente, você precisa avaliar as métricas. É aí que entra o ROAS.

ROAS significa retorno sobre investimentos em publicidade. Trata-se de uma das métricas mais importantes do marketing digital, que mede o retorno financeiro de anúncios na internet.

Plataformas como Google Ads e Facebook Ads oferecem opções de anúncios pagos para aumentar o alcance das suas ofertas e conteúdos e trazer resultados para o seu negócio. Então, ao monitorar o ROAS, você pode saber se os objetivos com as campanhas estão sendo alcançados.

Neste artigo, vamos entender melhor o que é ROAS e como essa métrica pode ajudar você a monitorar o desempenho das suas campanhas de marketing. Siga conosco para saber tudo!

O que é ROAS?

ROAS é a métrica que mede o retorno financeiro, em receita ou prejuízo, dos investimentos feitos em anúncios pagos. É a sigla para “retorno sobre investimentos em publicidade” (em inglês, Return On Ad Spend).

Assim, o ROAS é uma das métricas utilizadas para avaliar o desempenho das campanhas de mídia paga no marketing digital. Embora possa ser usada também em campanhas offline, é mais comum na internet, em especial, no e-commerce, que permite rastrear todos os passos do consumidor, desde o clique no anúncio até a compra.

Dessa forma, é possível saber o retorno financeiro de cada real que você investiu em publicidade digital, como links patrocinados no Google, anúncios em vídeo no YouTube ou em mídia display em sites.

O que é ROI?

ROI é a métrica que mede o retorno financeiro para cada real investido em uma campanha. É a sigla para “retorno sobre investimentos” (em inglês, Return on Investment).

Trata-se de uma das métricas mais importantes do marketing. Da mesma forma que o ROAS, o ROI permite verificar o desempenho financeiro das campanhas, mas engloba tanto as estratégias pagas quanto as orgânicas, como SEO, blogging ou video marketing.

No entanto, essa métrica pode ser usada também em outras áreas de negócio, não apenas no marketing. Em uma indústria, por exemplo, o ROI pode medir o retorno financeiro após a compra de uma nova máquina. 

Quais são as diferenças entre ROAS e ROI?

Tanto o ROAS quanto o ROI são importantes para o marketing porque medem os resultados em termos financeiros. Afinal, o marketing pode ter vários objetivos, mas é imprescindível que as estratégias contribuam para as vendas e as finanças do negócio.

No entanto, cada métrica faz isso de uma forma diferente. Enquanto o ROAS mede o retorno financeiro especificamente das campanhas de mídia paga, o ROI é mais abrangente e oferece dados sobre qualquer investimento.

Dessa forma, o ROI pode ser usado para avaliar campanhas em mídias pagas, mas também estratégias orgânicas. Além disso, pode ser usado para avaliar projetos completos, que incluem investimentos diversos.

Por exemplo: a criação de conteúdo para streaming pode não envolver custos diretos em mídia publicitária, já que é uma estratégia orgânica. Mas ele costuma abranger a contratação de profissionais, ferramentas e treinamentos. Então, isso deve entrar no cálculo do ROI.

Enquanto isso, o cálculo do ROAS deve considerar os custos e receitas diretamente relacionados às campanhas de mídia paga. Mais adiante, vamos ver como calcular essa métrica.

Qual a importância do ROAS no marketing digital?

Monitorar métricas é fundamental no marketing digital. Na internet, você tem uma infinidade de dados à disposição para saber se está adotando a estratégia certa. Desse modo, é preciso ficar de olho neles para otimizar seus investimentos e melhorar seus resultados.

O ROAS é uma das principais métricas que ajudam a fazer isso. No marketing, é essencial saber se as suas estratégias estão dando retorno para o negócio, principalmente para a sua saúde financeira. Então, com foco nas campanhas de mídia paga, o ROAS ajuda a avaliar suas campanhas e direcionar seus esforços para as estratégias mais eficientes.

Trouxemos aqui os principais benefícios de monitorar o ROAS nas suas estratégias de marketing digital. Confira!

Avaliar desempenho das campanhas

O principal benefício do ROAS é acompanhar o desempenho dos anúncios pagos. Essa métrica informa se você está no caminho certo — ou seja, gerando receitas para o negócio — ou se o retorno está muito baixo ou até trazendo prejuízos.

Se os investimentos estiverem atendendo ou superando suas expectativas, você pode colocar mais dinheiro naquela campanha. Por outro lado, se ela não estiver indo bem, você pode fazer ajustes nos anúncios para melhorar o retorno.

Identificar melhores mídias

O ROAS também ajuda a identificar quais mídias da campanha trazem mais retorno financeiro. De forma comparativa, você pode perceber que os investimentos nos anúncios do YouTube trazem mais retorno que os posts patrocinados do Instagram, por exemplo.

A partir dessa análise, é possível tomar melhores decisões de otimização das campanhas. Assim, você pode redirecionar os investimentos para as melhores mídias ou fazer ajustes nos anúncios daquelas plataformas que não estão dando o retorno esperado.

Comprovar a importância dos investimentos

Outro benefício importante de monitorar o ROAS é comprovar a importância dos investimentos em mídia paga. Muitas vezes, a equipe de marketing deve apresentar resultados à gerência para demonstrar a relevância do seu trabalho e conseguir mais verbas para essa área.

Template de Marketing de Conteúdo

Diante disso, nada melhor que mostrar os resultados que o marketing traz para o caixa da empresa. Para gestores, essa costuma ser a principal preocupação e, portanto, o melhor atestado de eficácia do setor.

Qual a relação do ROAS com o marketing de conteúdo?

O ROAS é usado para avaliar campanhas de mídia paga. Geralmente, quando nos referimos ao marketing de conteúdo, estamos falando de estratégias orgânicas, que não exigem investimentos em anúncios. Por isso, o ROAS não costuma estar entre os indicadores de performance das campanhas de produção de conteúdo.

No entanto, o marketing de conteúdo também envolve a distribuição dos posts em mídias de divulgação, que podem incluir anúncios pagos. Nesse caso, o ROAS pode ser usado para avaliar se os investimentos em anúncios para divulgar a produção de conteúdo estão trazendo algum retorno financeiro.

Imagine que você criou um anúncio para divulgar o seu vídeo com dicas de uso de uma air fryer. O usuário que clicar nessa publicidade e acabar comprando uma air fryer no seu e-commerce vai gerar um retorno para o seu investimento. Então, essa compra vai aparecer no cálculo do ROAS, entre as receitas geradas pelo aporte.

O ROAS também pode se relacionar com o marketing de conteúdo de outra forma. Ao avaliar suas campanhas de mídia paga, você pode perceber que determinada plataforma ou palavra-chave gera mais retorno financeiro.

Então, na estratégia de produção de conteúdo, é possível criar mais publicações para aquela plataforma (o YouTube, por exemplo) ou mais conteúdos para determinada palavra-chave no seu blog ou canal do YouTube. Assim, o ROAS contribui para direcionar melhor as suas criações.

Para saber mais sobre marketing de conteúdo, leia alguns posts que já produzimos por aqui:

Como calcular ROAS?

O cálculo do ROAS, assim como o do ROI, relaciona as receitas e os custos gerados pelos investimentos. Basicamente, a fórmula que você deve usar é a seguinte:

ROAS = (Receita dos anúncios / Custo dos anúncios) x 100

Para entender melhor essa fórmula, vamos a um exemplo. Digamos que a sua empresa investiu R$ 1.000 em uma campanha no Google Ads, que gerou R$ 5.000 de faturamento.

Então, você deve dividir as receitas pelos custos do investimento: R$ 5.000 / 1.000 = R$ 5. Isso significa que, para cada R$ 1 investido em publicidade, você teve um retorno de R$ 5. Para ter um resultado percentual, basta multiplicar por 100: o ROAS da sua campanha seria de 500%.

No cálculo, é importante você incluir apenas as receitas e custos relacionados à campanha de publicidade que você quer avaliar. Se você vendeu um produto para um cliente que não clicou nos anúncios dessa campanha, por exemplo, essa transação não deve entrar no cálculo. Caso contrário, você vai ter uma métrica que não traduz a realidade.

Para um resultado mais realista, é importante também incluir custos como a mensalidade de ferramentas de publicidade, os salários dos colaboradores envolvidos, contratação de profissionais freelancers, entre outros fornecedores, parceiros e ferramentas.

O que é um resultado ideal de ROAS?

Não existe um resultado ideal para o ROAS, pois a avaliação depende de inúmeros fatores relativos à sua empresa e ao seu mercado. Mas é importante entender o resultado:

  • ROAS acima de 100% significa que a campanha gerou receita;
  • ROAS igual a 100% é neutro — você recebeu o mesmo valor que investiu;
  • ROAS abaixo de 100% significa que a campanha deu prejuízo.

Essa compreensão é básica para saber ler o resultado do ROAS. O ideal é que o indicador fique acima de R$ 2 ou 200%, o que significa que você pelo menos ganhou o dobro do que investiu. Por outro lado, um ROAS abaixo de R$ 1 ou 100% exige medidas para melhorar os resultados da campanha, ou você só vai perder dinheiro.

Como saber se o ROAS está bom?

Para saber se o resultado do ROAS está adequado, é importante olhar para o seu negócio. Algumas perguntas podem ajudar a responder se você pode ficar satisfeito com o indicador:

  • Qual era a sua meta no planejamento de marketing? Se ela foi bem estabelecida e você conseguiu alcançá-la, é um bom sinal.
  • Qual é a sua área de atuação? Alguns ramos empresariais podem ter uma margem de ganho menor, então é importante também analisar o mercado.
  • Qual o seu volume de vendas? Você pode ter um ROAS mais baixo, mas alcançar um bom faturamento se tiver um grande volume de vendas.
  • Qual a sua evolução ao longo do tempo? Se o ROAS parecer baixo, mas apresentar uma curva de crescimento, isso pode ser um bom sinal de evolução das estratégias;
  • Qual o momento do seu negócio? É normal que o ROAS seja mais baixo quando a sua empresa está iniciando no mercado e ainda não é tão conhecida pelo público.

Como melhorar o ROAS?

Para melhorar o ROAS, você precisa otimizar as campanhas de anúncios pagos para que elas tragam mais retorno financeiro. Essa otimização depende das configurações e formatos de cada plataforma, mas podemos dar algumas dicas gerais de como melhorar suas campanhas. Acompanhe!

Revise o público-alvo

Talvez a segmentação do público-alvo esteja abrangente demais ou direcionando o anúncio para pessoas que não têm interesse no seu produto. Então, revise as definições e direcione para o perfil de público que tem mais chances de comprar do seu negócio.

Faça testes dos anúncios

Antes de rodar uma campanha, você pode fazer testes A/B. Neles, duas versões do anúncio aparecem para uma parcela da audiência. Então, você pode verificar qual delas tem melhor ROAS e disparar apenas a versão vencedora. Assim, você garante um melhor resultado.

Crie anúncios mais atrativos

Como está a qualidade das imagens do seu anúncio? E o texto, é interessante? Você está usando chamadas para ação? Esses recursos podem tornar os anúncios mais atrativos para o clique e levar mais pessoas até a sua página de vendas.

Crie landing pages focadas na venda

O usuário pode até clicar no anúncio, mas se não encontrar uma landing page eficiente, tende a desistir da compra. Assim, você vai pagar pelo clique, mas não faturar a venda. Então, crie páginas focadas na venda, com uma boa experiência para o usuário e sem distrações.

Por fim, lembre-se de acompanhar as métricas do marketing digital, não apenas o ROAS. Uma visão completa dos indicadores-chave de sucesso das suas campanhas oferece uma melhor percepção sobre os seus resultados e contribui para a otimização das estratégias.

Agora, para melhorar a sua estratégia de marketing de conteúdo, conheça o template de planejamento que a Netshow.me criou para você. Faça o download grátis e aproveite para organizar melhor as suas estratégias.

De segunda a sexta das 9h às 18h.

Manaus-AM | Rua 24 de Maio, 220, Sala 801, Centro, Manaus-AM, CEP 69010-080

São Paulo – SP | Rua Arizona 491, 23 andar, Brooklin, CEP 04567-001

©Copyright 2013-2022 Netshow.me – Tecnologia de streaming para impulsionar empresas