Tecnologia e Inovação

Quais são as inovações tecnológicas que estão mudando o mundo e as empresas

A adoção de inovações tecnológicas aumenta o valor dos negócios a partir do incremento da eficiência e da confiabilidade de produtos e processos. É por esse motivo que as empresas com um mindset inovativo tendem a ser mais competitivas. Além disso, o uso da tecnologia acarreta mudanças no comportamento do consumidor, em modelos produtivos e nas relações sociais e de trabalho.

Escrito por Daniel Arcoverde em 17 jan 2023 | Atualizado em 17 jan 2023

15 minutos de leitura

Netshowme

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

Inovações tecnológicas não precisam ser necessariamente invenções — tratam-se da incorporação de metodologias e estratégias para tornar processos e produtos mais eficientes.

Uma característica muito presente em inovações mundialmente reconhecidas por sua importância para o desenvolvimento econômico, social e cultural do modelo de sociedade que conhecemos é a disruptividade: inovações tecnológicas são capazes de romper um ciclo e ressignificar ações e pensamentos — o streaming é um exemplo de inovação que alterou a forma como as pessoas consomem informação e entretenimento. 

Por isso, a incorporação da tecnologia no ambiente de trabalho tem um impacto significativo na eficácia dos negócios, porque influencia o comportamento de colaboradores, fornecedores, parceiros e clientes.

Neste artigo, trazemos alguns exemplos de inovação tecnológica, abordamos como elas impactam as empresas e como é possível se adaptar a essa transformação digital. Confira!

Quais os exemplos de inovações tecnológicas?

Existem vários fatores que motivam a adoção de tecnologia: movimentações de mercado impulsionadas por mudanças em hábitos de consumo, novas referências sociais, alteração na legislação e mudanças geracionais, por exemplo. 

Independentemente do motivo, toda empresa deve criar um ambiente propício para a incorporação de inovações tecnológicas — e, embora o desenvolvimento de uma cultura de inovação contemple várias etapas, o resultado dessa transformação corporativa compensa qualquer esforço.

Mas a evolução da tecnologia e toda a transformação digital produzida pelo uso de soluções disruptivas causam medo e preocupação, seja em relação à curva de aprendizagem, seja porque o seu pleno uso também está associado à segurança digital — a incorporação de novos equipamentos interconectados e acessíveis exigem cuidado quanto a integridade, a confidencialidade, a autenticidade e a irretratabilidade das informações que serão compartilhadas em redes. 

Por esse motivo, as inovações tecnológicas também trazem estranheza e perplexidade, principalmente em ambientes corporativos. Para combater essa resistência é necessário, portanto, conhecer com mais profundidade cada inovação. Por isso, listamos, a seguir, as tecnologias mais relevantes para a sociedade atual. 

Streaming

A comunicação precisa ser eficiente no ambiente corporativo, seja para transmitir informações importantes, seja para reforçar o reconhecimento de marca da empresa. 

O streaming revolucionou o modelo de consumo de informações e de entretenimento das pessoas, mas, em uma nova fase, também atinge negócios por meio do live streaming.

Com uma gestão estratégica de conteúdo, que acontece em uma plataforma profissional e de forma integrada na rede audiovisual, a empresa consegue:

  • engajar a audiência;
  • criar uma comunidade organizacional;
  • aumentar a motivação no ambiente de trabalho;
  • reforçar o código de ética, a missão e os valores da empresa;
  • oferecer conteúdos relevantes para as equipes;
  • potencializar a estratégia de employer branding da empresa;
  • promover treinamento e aperfeiçoamento profissional;
  • fomentar a cultura da inovação na empresa;
  • potencializar o reconhecimento da sua marca;
  • fidelizar clientes, colaboradores, parceiros e fornecedores;
  • aumentar a credibilidade do seu negócio;
  • criar campanhas para o lançamento de produtos;
  • aumentar o alcance de eventos online;
  • aumentar a abrangência da comunicação de equipes locais, remotas e globais.
New call-to-action

Drones 

O uso de materiais cada vez mais resistentes e a integração com tecnologias capazes de viabilizar desempenho e autonomia aos veículos aéreos não tripulados (VANT) — popularmente conhecidos como drones — fizeram com que esse equipamento obtivesse um grande potencial comercial, principalmente por sua usabilidade.  

A versatilidade dos drones garante que eles sejam utilizados como:

  • veículos para entregas rápidas;
  • equipamento de combate a incêndios;
  • acessórios de inspeção e mensuração de grandes áreas;
  • equipamento de análise termográfica;
  • acessório de fotografia e filmagem;
  • equipamento de segurança e vigilância;
  • instrumento esportivo;
  • e até equipamento para primeira resposta a emergências médicas. 

Inteligência Artificial

Algoritmos são criados para minimizar a complexidade de atividades e tarefas que demoram um longo período para a sua conclusão. Além disso, eles automatizam rotinas, facilitam a análise de dados e a organização de informações. 

A Inteligência Artificial nada mais é do que um algoritmo complexo e bem estruturado criado para reproduzir em máquinas os processos que ocorrem em redes neurais do ser humano.

Para isso, ela também utiliza dados que, ao serem registrados apenas uma vez, integram o banco de informações que baseiam as próximas ações no código —  e consequentemente no equipamento em que ele está embarcado. O ChatGPT é um exemplo.

Portanto, a IA funciona de forma semelhante a um enorme banco de dados onde os registros não se repetem. Ao associar Inteligência Artificial ao aprendizado de máquinas cria-se uma tecnologia capaz de interpretar essas informações e de reagir conforme uma série histórica de ações já registradas e executadas. Assim, o aprendizado de máquina aumenta o potencial da Inteligência Artificial.

Blockchain

Uma rede blockchain pode legitimar transações financeiras e comerciais, modelos produtivos e até a comunicação, garantindo maior confiança e eficácia de ponta a ponta,  aumentando as oportunidades dos negócios. 

Blockchain é um banco de dados compartilhado e altamente acessível, mas com requisitos de segurança que garantem a legitimidade de qualquer processo executado com seus registros. 

Qualquer ação no blockchain é rastreável, o que garante a transparência necessária para a efetivação de inúmeros tipos de transações, desde a venda de imóveis até a negociação de criptoativos.

A propósito, a blockchain é a tecnologia que baseia a legitimidade das moedas virtuais: sem essa garantia de inviolabilidade, jamais as criptomoedas seriam tão relevantes na sociedade atual, uma vez que os investidores não teriam garantias reais que suportem a movimentação com esse tipo de ativo.

Essa é a importância do blockchain: em um mundo cada vez mais digitalizado, qualquer processo é baseado em informações. Por exemplo, sem dados precisos acerca do comportamento humano não seria possível desenvolver inteligência artificial.

Logo, quanto mais acessível e seguro são as etapas de recepção, tratamento, uso e visualização de dados, mais eficiente será o processo baseado em blockchain.

Impressão 3D

As impressoras 3D criam objetos tridimensionais baseados em modelos idealizados por meio de softwares e ferramentas digitais. 

O processo de impressão ocorre por meio da superposição de inúmeras camadas do material que será aplicado até a conclusão da peça — e esses materiais variam conforme o objetivo de produção, podendo ser plástico, metal, vidro e até madeira, por exemplo. 

A tecnologia da impressão 3D, conhecida como manufatura aditiva, encontra-se em um período de pleno uso e, portanto, de rápido amadurecimento. Logo, os produtos criados a partir desses equipamentos são cada vez mais inovadores — carros inteiros, motores e até peças de roupas e calçados, por exemplo.  

Por isso, os fabricantes tendem a criar softwares, equipamentos e “insumos de impressão” mais eficientes, o que pode tornar o uso e comercialização desses elementos mais fácil e economicamente viável. 

A importância da impressão 3D é a sua capacidade de transformar o modelo de consumo que conhecemos, em função da praticidade, com tempos de resposta rápidos para qualquer demanda idealizada e projetada. 

Ao capacitar as pessoas para construir os seus projetos, aumenta-se a capacidade de personalização dos produtos, a agilidade e a independência no processo produtivo — uma mudança significativa na produção pessoal e manufatureira. 

A versatilidade das impressoras 3D é evidente na variedade de itens produzidos atualmente. Na medicina, por exemplo, é possível reproduzir operações por meio de réplicas da área do paciente que será submetida à cirurgia, para que os médicos saibam exatamente como agir no ato cirúrgico. 

Na arquitetura, os profissionais têm criado batentes, cantoneiras, prateleiras, luminárias, mesas, cadeiras e outros itens de construção e mobília mais duráveis, leves e fáceis de limpar, mas sem perder a robustez. 

A grande vantagem das impressoras que imprimem em três dimensões é o seu potencial ilimitado, mas condicionado ao avanço da tecnologia.

🎯 Separamos aqui alguns artigos que podem te interessar:

Como as inovações tecnológicas impactam as empresas?

Existem outras razões pelas quais as empresas devem incentivar o uso de inovações entre as suas equipes de trabalho — a tecnologia aumenta a eficiência, reduzindo o tempo das atividades e aumentando a precisão das tarefas executadas.

Além disso, uma cultura organizacional inovativa e mais harmônica é motivadora, aumenta a sensação de pertencimento dos colaboradores, inibe rotinas cansativas, mitiga falhas e facilita a correção de problemas. 

Adotar uma cultura inovadora significa favorecer a livre troca de ideias, incentivar o uso de novas ferramentas e de estratégias no dia a dia. Além disso, nesses ambientes é essencial prezar pela multiplicidade, maior tolerância quanto às diferenças e aceitação de erros.

Como criar uma cultura de inovação?

Para criar uma cultura de inovação, primeiro é necessário ter um momento na rotina laboral dedicado exclusivamente ao tema — separe 15% da jornada de trabalho da empresa para que os colaboradores desenvolvam projetos pessoais e reserve recursos para apoiar essas ideias inovadoras, por exemplo.

O comprometimento com a inovação deve estar presente em todos os níveis da empresa mas, para isso, algumas práticas podem ser adotadas:

  • transmita conteúdos na rede corporativa sobre desenvolvimento tecnológico e a incorporação de soluções inovadoras na sociedade;
  • tenha um bom programa de recompensas para atrair, reter talentos e reduzir o turnover da empresa;
  • crie oportunidade para o desenvolvimento de soft skills entre os colaboradores;
  • adote um plano de incentivos que contemple descontos ou gratuidade em programas culturais;
  • garanta flexibilidade de horários, por meio da adoção do trabalho híbrido, por exemplo, e incentive os colaboradores a trabalharem em locais com maior interação e networking, como em coworkings.
  • ofereça experiências imersivas em ambientes e eventos inovadores, como hackathons;
  • use gamificação para fazer treinamentos;
  • incentive a autonomia e o poder de decisão dos colaboradores;
  • incentive o empreendedorismo corporativo;
  • reconheça colaboradores que pensam “fora da caixa”;
  • recompense a incorporação de ferramentas inovadoras na rotina de trabalho;
  • incentive a busca de soluções criativas que mitiguem processos rígidos e burocráticos;
  • motive a reciprocidade e a empatia entre os membros da equipe;
  • mantenha o fluxo de comunicação sempre ativo entre todos os setores organizacionais;
  • estabeleça visitas técnicas que possibilitem o alinhamento com áreas de conhecimento, como hubs de inovação e outros ambientes onde as ideias podem ser livremente compartilhadas;
  • crie metas e indicadores de inovação.

Depois que a cultura de inovação estiver disseminada, defina quais equipamentos, ferramentas, softwares, plataformas de conteúdo, hardwares ou outros dispositivos serão adotados para facilitar a rotina corporativa. 

Durante essa escolha é primordial que os fabricantes ou fornecedores ofereçam treinamento para minimizar a dificuldade inicial do uso dessas soluções — defina quais procedimentos voltados à inovação são exigíveis aos usuários, principalmente nas fases de implementação.

Mantenha sempre o ambiente de inovação aberta: crie um ecossistema que favoreça o desenvolvimento de uma plataforma que suporte o avanço tecnológico da empresa, incentivando competências por meio de parcerias com universidades e centros de treinamento, por exemplo, mas também criando laboratórios de pesquisas e desenvolvimento de inovações.

A adoção de tecnologia não é uma tarefa fácil no ambiente corporativo — além do alto custo e a curva de aprendizagem necessária ao pleno uso de qualquer ferramenta, as pessoas tendem a ser mais resistentes à mudança — e esse é um dos principais motivos para investir na cultura de inovação além da incorporação de novas soluções.

Agora que você já sabe o que são inovações tecnológicas e a importância da adoção de ferramentas e da cultura de inovação no ambiente de trabalho, que tal conferir como as empresas têm usado a tecnologia do streaming para melhorar a sua comunicação corporativa?  

New call-to-action

Sem tags cadastradas

Escrito por Daniel Arcoverde

Daniel Arcoverde é cofundador da Netshow.me. Empreendedor e administrador de empresas pela FGV-EAESP. Eleito pela Forbes um dos 30 jovens talentos abaixo dos 30 anos. Aspirante a músico e amante da tecnologia!