Tecnologia e Inovação

Ferramenta de comunicação interna: por que ela se complementa à plataforma de conteúdo?

Saiba por que usar uma ferramenta de comunicação interna com uma plataforma de conteúdo para engajar e informar colaboradores.

Escrito por Netshow.me em 09 set 2020 | Atualizado em 10 ago 2021

9 minutos de leitura

unsplash.com

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter

Mais do que nunca, o engajamento dos colaboradores é uma métrica crítica para toda a empresa, não só para o RH, como antigamente. As empresas que estão entre as maiores de seus mercados já sabem a algum tempo que o resultado nos negócios está diretamente conectado com o nível de comprometimento e informação das equipes, e o quanto elas se sentem conectadas com o resto da organização.

Para entender melhor essa relação entre satisfação e engajamento dos colaboradores e rentabilidade do negócio, é interesse olhar para a relação que a Harvard Business Review faz entre diferentes métricas de um negócio.

Isso significa fazer com que a comunicação interna alcance o colaborador hoje ele estiver, seja na mesa de trabalho ou no smartphone, e nos mais diversos formatos, já que há a todo momento outros meios disputando sua atenção. Facebook, Instagram, WhatsApp, tudo terá conteúdo mais interessante e atrativo se você não produzir conteúdo de alto valor e engajamento pensando nas necessidades dos seus colaboradores. Competir com o fluxo de informação de hoje em dia parece ser uma tarefa quase impossível, mas para isso é necessário ter as ferramentas certas.

A tecnologia hoje é um aliado mais do que necessário, e para engajar seus colaboradores, você deve integrar ela no seu planejamento de comunicação interna. Entre as diversas no mercado, há duas categorias de solução que se complementam perfeitamente.

Neste artigo, vamos explicar como uma plataforma de comunicação aliada a uma plataforma de conteúdo podem empoderar uma área de comunicação interna ou recursos humanos para alcançar, engajar e informar todos os colaboradores.

O que é uma ferramenta de comunicação interna?

Como dito antes, hoje as empresas precisam da comunicação para se manterem relevantes tanto para o mercado quanto para seus colaboradores. E não se engane, não olhar para sua comunicação interna não significa que você não tem uma, mas só que ela não está nas suas mãos, e está sujeita a ruídos e falhas, provocando falta de informação e retrabalho. Nesse contexto, a plataforma de comunicação interna surge como uma solução para três objetivos básicos:

Alcançar

Se antes os comunicados acabam não chegando para 100% da empresa, ou há uma dificuldade com que todo mundo veja, com a plataforma de comunicação interna a proposta é que todas as pessoas da empresa estejam alinhadas e informadas.

Engajar

Ainda mais do que fazer com que comunicação chegue até o colaborador, uma plataforma de comunicação interna se propõe a ser um ambiente digital em que todos podem omitir opiniões, propor ideias e dar feedbacks. Isso porque se comunicar vai além de apenas enviar a mensagem, envolve também receber a resposta e manter um diálogo.

Mensurar

A famosa frase “o que não pode ser medido, não pode ser gerenciado” se encaixa perfeitamente neste objetivo. Para ajudar você a melhorar todos os dias a comunicação, essas plataformas se propõem a fornecer estatísticas e relatórios que apontem pontos de melhoria na sua estratégia

Em resumo, uma ferramenta de comunicação interna realmente eficiente tem como objetivo fomentar esse ciclo de evolução: alcance, engajamento e mensuração. Nós da SocialBase acreditamos nessa metodologia principalmente porque, além de uma necessidade (afinal, querendo ou não, todos se comunicam), comunicação é uma oportunidade de alavancar o resultado das empresas.

O que uma ferramenta de comunicação interna faz?

Para atingir a tríade de objetivos comentados acima, uma plataforma de comunicação se propõe a ser um ambiente digital onde todos se conectam, com um feed personalizada para cada colaboradores, considerando os grupos que aquela pessoa se interessa. Por exemplo, um analista de marketing estará no grupo da equipe de Marketing sim, mas também poderá participar de grupos relacionados a endomarketing, ou vendas, caso seja de sua utilidade.

Há também os murais de comunicados, onde diretores de equipes e a liderança como um todo pode publicar anúncios importantes sobre a empresa como um todo, ou uma novidade que afeta todos os colaboradores. Muitas empresas que utilizam nossa solução possuem um mural de comunicados para RH, assim a equipe de recursos humanos pode divulgar com facilidade novos benefícios, contratações, vagas internas, entre outros.

Para uma comunicação mais dinâmica e pontual, também temos um chat integrado a plataforma de comunicação interna, onde qualquer colaborador pode mandar uma mensagem para outro e tirar dúvidas, pedir sugestões e propor ideias. No próprio chat também há os grupos de conversa, onde mais pessoas se unem para trocar ideias sobre o trabalho e dar feedbacks.

Na questão da produtividade, as melhores plataformas de comunicação interna oferecem uma gestão de arquivos fácil para seu usuário, para que ele organize seus documentos importantes na própria rede, e também acesso direto aos aplicativos mais utilizados no dia a dia do colaborador, como uma agenda ou outro software externo.

Quais os tipos de estratégias de lançamento de infoproduto?Como usar a plataforma de conteúdo na comunicação interna?

Agora que falamos sobre a plataforma de comunicação interna, vocês já deve ter entendido mais ou menos o porquê de trabalhar ela junta com uma plataforma OTT. O vídeo está entre os formatos com mais interação quando você pensa tanto em conteúdos para redes sociais quanto em comunicação interna. Hoje, trabalhar conteúdos em vídeo, como treinamentos corporativos e vídeos institucionais, é uma das principais estratégias de comunicação interna.

A partir do momento que você integra essas duas plataformas, você une o poder de engajamento do vídeo à comunicação do dia a dia que está disponível nas plataformas de comunicação interna.

Por questão de tempo e esforço, nem todos os comunicados precisam ser em formato de vídeo. Mas quando você possui as duas plataformas trabalhando em conjunto, você pode utilizar de meios mais tradicionais, como imagem e texto, para fazer a comunicação rápida e do cotidiano, muitas vezes mais informativos, e o vídeo para momentos de maior destaque. Esse mix de soluções dá a sua estratégia muito mais variedade e equilíbrio, enquanto usa os pontos fortes de cada formato para manter seus colaboradores alinhados com a empresa.

Para exemplificar essa diversidade de formatos, vamos pensar em duas situações diferentes mas relacionadas. Todo mês o CEO de uma empresa faz um vídeo falando do resultado do mês, pontuando pontos positivos e de melhoria, e para chamar a atenção dos colaboradores, ele utiliza o formato de vídeo. Mas, caso os colaboradores queiram ou precisem de aprofundar mais nos resultados, o CEO também pode publicar as planilhas de resultados na íntegra na plataforma de comunicação interna. São dois formatos diferentes, com objetivos diferentes, na mesma situação.

Vê como a adoção de uma plataforma de comunicação interna e uma plataforma OTT só beneficia a estratégia de comunicação interna da sua empresa? Ela abre um leque de possibilidades em relação a formato e tipo de conteúdo.

Banner-livecompleto

Este artigo foi escrito pela SocialBase. Desde 2011, a empresa cria e aprimora soluções e metodologias inteligentes para comunicação interna, além de oferecer uma plataforma de comunicação dinâmica e intuitiva que atende hoje mais de 100 mil usuários em todo Brasil. Tudo isso seguindo o propósito de conectar empresas e colaboradores e promover o desenvolvimento em conjunto.

Escrito por Netshow.me

Este artigo foi produzido pela equipe de especialistas da Netshow.me. Oferecemos serviços para gerenciamento, distribuição e monetização de vídeos e conteúdos online. Produzimos conteúdos com o objetivo de fazer com que você também se torne um especialista.