Eventos

Eventos corporativos: o que é tendência?

Você organiza eventos corporativos tais como congressos, feiras e workshops? Fique por dentro das principais tendências do mercado.

Escrito por Gabriele Gonçalo em 03 mar 2021 | Atualizado em 09 ago 2021

16 minutos de leitura

Freepik

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter

Cada vez mais empresas enxergam a importância de organizar eventos corporativos para trazer bons resultados. Graças à tecnologia, é possível torná-los ainda mais dinâmicos e até não depender do formato presencial.

Por se tratar de um mercado cada vez mais competitivo, é necessário acompanhar todas as novidades para se diferenciar e colher bons frutos. Neste artigo, você saberá a definição de evento corporativo e quais as principais vantagens dos eventos empresariais. Além disso, separamos onze tendências que você precisa ficar de olho. Vamos lá?

O que é um evento corporativo?

Primeiramente é importante definir o conceito de evento corporativo. Trata-se de um evento baseado na interação entre os participantes e com objetivos estritamente profissionais – entre eles estreitar o relacionamento com parceiros e clientes e desenvolver habilidades e conhecimentos.

Também conhecidos como eventos empresariais, eles podem ser realizados tanto para o público interno quanto para o externo. Por isso, existe uma vasta gama de tipos de eventos corporativos a serem explorados como palestras, workshops, feiras, convenções, congressos, treinamentos e até lançamentos de produtos e serviços.

Diferentemente de tempos passados, eles não precisam se limitar ao formato presencial. Com o avanço da tecnologia de live streaming, é possível organizá-los digitalmente e maximizar os resultados do evento – seja usando o formato online ou híbrido.

Quais os benefícios dos eventos corporativos?

Como mencionado anteriormente, existem muitos tipos de eventos corporativos. Sejam eles internos ou externos, a lista de vantagens que eles proporcionam às empresas também é vasta. A seguir, separamos os principais:

1. Aumentam o engajamento e a produtividade dos colaboradores

Entre as vantagens de se organizar um evento corporativo interno está o aumento do engajamento dos colaboradores. Afinal, eles saberão que são importantes para a empresa e se sentirão mais valorizados.

Isso aumentará a produtividade destes funcionários, que vestirão a camisa da empresa e terão maior motivação no cotidiano. Para completar, o turnover será drasticamente reduzido – e esta menor rotatividade de colaboradores trará ótimos frutos para a sua empresa.

2. Potencializam a comunicação interna

Como realizar ações de comunicação interna bem sucedidas? Os eventos corporativos são uma solução de facilitar a comunicação com os colaboradores mais eficiente que a realização de intermináveis reuniões.

Desta forma, um evento é uma maneira de estabelecer uma mensagem a ser passada e transmiti-la para o público interno. Além de transmitir mensagens e atualizações, é possível fazer treinamentos mais assertivos – ou seja, potencializar a comunicação interna.

3. Geram possibilidades de networking

Eventos corporativos apresentam inúmeras oportunidades de negócio. Afinal, eles reúnem compradores, fornecedores, especialistas no setor, investidores e um público com interesses em comum.

Desta forma, é possível usar estas possibilidades de networking para estreitar relacionamentos e impulsionar a empresa – e por que não as carreiras dos participantes?

Além disso, seu evento corporativo pode fazer com que os convidados se sintam mais especiais por terem sido convidados. Isso ajudará a tornar seu relacionamento com eles ainda melhor.

4. Fortalecem o awareness da empresa

Continuando a lista, é importante lembrar que eventos são muito úteis para fortalecer o posicionamento da empresa. Desta forma, este maior Brand Awareness fortalecerá a posição da sua empresa no mercado e a tornará mais reconhecida – e esta notoriedade é ótima para os negócios.

5. Impulsionam as vendas de produtos e serviços

E se o objetivo é lançar um produto ou serviço? Organizar um evento corporativo externo é uma boa pedida para impulsioná-lo no começo de sua existência, atraindo a atenção dos clientes e, consequentemente, convertendo em vendas.

Quais os tipos de estratégias de lançamento de infoproduto?

O que é tendência nos eventos corporativos?

Seja com o próprio evento ou participando de feiras e congressos com outras empresas, se diferenciar nos eventos corporativos é um desafio constante. Para ter sucesso nesta empreitada, é imprescindível se antenar às novidades deste mercado cada vez mais competitivo. Confira as principais tendências dos eventos corporativos:

1. Automação para a captura de leads

Entre os principais objetivos dos eventos corporativos está a geração de leads para uso estratégico da empresa. Mas como captar dados destes potenciais clientes e começar o fluxo de nutrição de leads? Existem muitas maneiras!

Nos eventos físicos, as empresas geralmente usam tecnologia de automação para captar os leads. Ou seja, os crachás de cada participante possuem códigos de barras e QR Codes que são lidos com um auxílio de aplicativos com apenas um bip.

Mas e nos eventos digitais? Este processo se torna ainda mais simples tanto nos eventos online quanto nos híbridos. Como assim? Em ambos os formatos, o participante precisará fornecer o e-mail para se cadastrar e ter acesso ao conteúdo do evento – seja numa plataforma OTT ou num software de transmissão ao vivo profissional.

Outra vantagem de usar soluções digitais é potencializar a experiência participante. O evento começa quando a pessoa descobre a existência do evento e, desta forma, uma estratégia de eventos online eficaz é usar uma ferramenta de automação de marketing para engajar essas pessoas antes e depois do evento.

2. Swag bags e brindes digitais

Você já foi num evento presencial e recebeu aquela sacolinha recheada de brindes? Também conhecidas como swag bags, elas são uma maneira de agradar o público bastante difundida no mercado há bastante tempo – afinal, funciona!

Mas sabe da maior? Este recurso não está atrelado somente aos eventos físicos e pode ser usado nos eventos virtuais. Brindes digitais como conteúdos premium ou cupons de desconto em lojas, produtos e serviços são opções cada vez mais usadas.

Além de proporcionarem maior comodidade e praticidade, as swag bags digitais precisam de um investimento inferior aos dos brindes físicos. Outra vantagem é o fato de permitirem a segmentação, captura e nutrição de leads de acordo com o perfil presenteado.

3. Ferramentas de interatividade

Outro desafio dos eventos corporativos é ficar na lembrança do público depois do término. Existem muitas maneiras de atingir este objetivo e o uso da interatividade – e isso se aplica a todos os formatos.

Nos eventos presenciais, aparelhos tecnológicos como painéis eletrônicos, totens touch, roletas, tablets e outros aparelhos com propostas gamificadas costumam funcionar muito bem.

Mas como promover uma experiência diferenciada para o público nos eventos híbridos e online? Para isso, deve-se usar as ferramentas de interatividade disponibilizadas pela ferramenta de transmissão ao vivo utilizada. Por exemplo, chat interativo, QR Code na tela, banners interativos e até links clicáveis na descrição do conteúdo.

4. Gamificação em eventos

Pegando o gancho da interatividade, vale ressaltar outra tendência do mercado que se beneficia dela: a Gamificação. Ao adicionar características presentes nos jogos, é possível potencializar o engajamento dos participantes do evento – e isso é imprescindível para a experiência.

Soluções gamificadas podem ser utilizadas tanto no formato digital quanto no presencial. Para usá-las de maneira eficiente, é importante ter regras, objetivos, sistemas de pontuação e prêmios para estimular o público a participar do jogo.

Atividades como quizzes e pesquisas são ótimos exemplos de gamificação em eventos. Além disso, estimular o público a participar de atividades com o palestrante é outra ideia que gera bons resultados.

5. Crowd Streaming

O uso da transmissão ao vivo é uma tendência consolidada no mercado de eventos há bastante tempo. Ela permite que os organizadores mostrem o evento em tempo real, além de convidar pessoas para acompanharem o conteúdo.

Este recurso também pode ser utilizado pelo público, o que chamamos de Crowd Streaming. Também conhecido como streaming de multidão, este método consiste em usar conteúdos gravados e enviados pelo público para incentivar o engajamento dos participantes.

Vale ressaltar que o Crowd Streaming pode ser utilizado em qualquer modalidade de evento. O segredo é adaptar esta tecnologia ao conteúdo do seu evento para usá-lo de maneira certeira.

6. Micro-eventos

Devido à pandemia do novo coronavírus, os eventos presenciais precisaram ser pausados para evitar a proliferação da COVID-19. Com a diminuição de casos ao redor do mundo, este formato começou a ser retomado por meio dos micro-eventos.

Como diz o nome, são eventos de menor porte e voltados a um número reduzido de pessoas – afinal, existem protocolos de segurança rígidos a serem seguidos. Desta forma, os micro-eventos trazem uma experiência mais exclusiva e intimista.

Se engana quem acredita que é algo voltado somente para o presencial. É possível organizar micro-eventos online e híbridos utilizando o gatilho da escassez para impulsionar vendas – e, é claro, ter um ticket médio alto.

7. Conexões são ainda mais importantes

Continuando a lista de tendências, é necessário ter em mente o fato de que as necessidades dos participantes de eventos mudaram. Antes, o público priorizava o conteúdo, também dando mais valor ao networking e ao conteúdo.

Hoje, a situação mudou e as pessoas dão mais importância às conexões, ao entretenimento e ao conteúdo. Desta forma, é necessário saber usar a criatividade mais do que nunca para se conectar aos participantes. Afinal, você precisará ter uma evento com uma proposta de valor que o destacará em meio à concorrência.

Por isso, é crucial ter em mente que é necessário investir em soluções profissionais para proporcionar esta conexão – sejam elas as ferramentas de evento como também trazer palestrantes que são autoridade no mercado.

8. Explorar formatos de conteúdos diversos

Outro ponto importante sobre eventos corporativos modernos é o fato deles dependerem do conteúdo para serem bem sucedidos. Mas qual tipo de conteúdo? Você pode usar transmissões ao vivo, mas é possível adicionar outros formatos estratégicos como conteúdos gravados, podcasts e até artigos para fisgar seu público.

Vale destacar os conteúdos em áudio, que ganharam força porque o público começou a se cansar da comunicação por videoconferência. Desta forma, aplicativos como o Clubhouse se tornaram cada vez mais populares e podem ser usados em conjunto com o evento.

Lembre-se: quem manda é a sua criatividade e como você a usará para potencializar o seu evento. Utilize os formatos que funcionarão melhor com o seu público – e, consequentemente, trarão mais engajamento.

9. Produção profissional é crucial

Com os avanços tecnológicos que permitiram maior acesso à transmissão ao vivo, fazer um evento à distância se tornou uma opção ainda mais acessível. No entanto, deve-se levar em consideração que a produção profissional é crucial para um evento corporativo de sucesso.

Além de escolher a plataforma adequada às necessidades do seu evento, deve-se se atentar a outras questões imprescindíveis para diferenciá-lo. A principal delas é garantir que o conteúdo seja produzido com profissionalismo – e, para isso, a produção de vídeo profissional é vital.

Com o expertise de produtores audiovisuais, será possível utilizar vinhetas, Motion Graphics, trilha sonora, Chroma Key e até mais de uma câmera – e, é claro, contar com o suporte de profissionais que ajudarão a guiar seu evento. Além disso, recursos de acessibilidade como libras e Closed Caption são elementos que podem ser adicionados.

Além disso, todos os palestrantes precisam de uma conexão de internet robusta para evitar lags e as palestras serem realizadas sem travamentos. Para garantir isso, um link de internet dedicado é a solução com toda a infraestrutura necessária.

10. Eventos Online

Outra tendência que se firmou no mercado corporativo é a realização de eventos online. Como a pandemia do novo coronavírus inviabilizou o modelo presencial, as empresas aderiram às plataformas digitais – e gostaram da experiência mais que o esperado por ser um formato rentável e escalável.

Com os eventos corporativos online, é possível ter um alcance ainda maior e trazer maior  comodidade ao participante. Além disso, permitem uma redução de custos por não precisarem usar espaços presenciais grandes e da maioria dos gastos logísticos – tanto de público quanto de palestrantes.

Para completar a lista de benefícios, vale ressaltar que a produção profissional já está inclusa no pacote. Desta forma, é possível usar o conteúdo após o evento de maneira estratégica e sem desembolsar mais dinheiro.

11. Eventos Híbridos

Sabia que existe a possibilidade de organizar um evento que é a junção das experiências presencial e online? Chamamos este formato de eventos híbridos e eles são uma tendência que ganha cada vez mais força no mercado.

Existem três tipos de eventos híbridos que podem ser explorados: participantes remotos, palestrantes remotos e a conexão de vários locais via Multi Hub Meeting. Todos eles permitem os mesmos benefícios dos eventos online ao mesmo tempo que possibilitam uma interação com o público mais parecida com o formato presencial.

Desta forma, os investimentos com produção profissional também são imprescindíveis para garantir qualidade ao evento corporativo híbrido – afinal, você quer que o seu evento seja feito com segurança e qualidade.

Banner-livecompleto

Este post foi publicado originalmente no dia 5 de julho de 2017 e atualizado no dia 3 de março de 2022.

Escrito por Gabriele Gonçalo