0

Produção de Vídeos

Serviço de streaming ganha destaque no mercado de vídeo online

Empresas que oferecem serviço de streaming estão cada vez mais sob os holofotes no mercado de vídeo online.

Escrito por Gabriele Gonçalo em 08 jun 2021 | Atualizado em 30 jul 2021

9 minutos de leitura

Freepik

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter

Não tem pra ninguém no mercado de vídeo online: o serviço de streaming está dominando as atenções. Toda semana nos deparamos com notícias sobre a disputa entre Netflix e Amazon, os números crescentes da transmissão ao vivo pela internet, novidades do YouTube e tantas outras relacionadas.

O motivo é simples. O serviço de streaming permite que você assista ao vídeo de sua escolha na hora que quiser. Esta tecnologia transformou o consumo de vídeos, que antes dependia exclusivamente de download, mídias físicas ou transmissão televisiva.

Entretanto, por mais que se fale em serviço de streaming atualmente, muita gente tem dúvida sobre o significado desse termo. A seguir, vamos falar sobre a tecnologia de streaming e sua forte presença no mercado de vídeo online.

Como o serviço de streaming de vídeos surgiu?

Quem usou a internet até meados da década de 2000 deve se lembrar do grande exercício de paciência que era fazer o download de um vídeo. Se acessar a internet discada já era demorado, esperar um vídeo ser baixado levava horas ou até mesmo dias. E quando o arquivo baixado não era o mesmo que constava no nome?

Com o avanço da internet banda larga, tudo mudou. O streaming, uma tecnologia que já existia na década de 1990, mas que nunca havia sido bem aproveitada por conta da lentidão da internet discada, começou a crescer de forma explosiva. Especialmente após 2005, com o lançamento da maior plataforma de streaming de vídeo até hoje, o YouTube.

E o que exatamente mudou? Para responder essa pergunta, basta pensar na sua forma de consumir vídeos atualmente. Você costuma baixar ou assistir em uma plataforma online?

Acho que a maioria das pessoas escolheu a segunda opção, certo? É que o streaming permite que os dados do vídeo sejam baixados instantaneamente, ao mesmo tempo em que você assiste. Basta apertar o play e consumir o conteúdo na hora.

Com o boom do streaming, não só o consumo como a produção de vídeos online aumentaram vertiginosamente. Plataformas como YouTube e Vimeo permitem que qualquer pessoa assista e seja assistida na internet com apenas um clique.

Além disso, a forma de assistir filmes também mudou. Netflix, Amazon Prime Video, HBO Go e outros serviços oferecem um verdadeiro cardápio de filmes, séries, desenhos e documentários para você assistir quando quiser, quantas vezes quiser. Tudo graças ao streaming.

Lembrando que a tecnologia de streaming não é usada apenas para vídeos, mas também para áudio. Dois grandes exemplos de serviços de streaming de áudio são o Spotify e o Deezer.

Serviço de streaming - Vídeo

Como funciona a tecnologia do serviço de streaming de vídeo?

Quando você aperta o play em uma plataforma de vídeo, os dados começam a ser baixados e armazenados temporariamente no seu dispositivo. Esse armazenamento de dados tem o nome de buffer. E enquanto você assiste ao vídeo, o buffer do restante do vídeo vai sendo carregado simultaneamente.

Se a sua conexão fica lenta ou trava, você continua assistindo ao vídeo até o ponto em que o buffer armazenou os dados. Depois disso, o buffer só volta a funcionar quando o sinal de internet estiver normalizado.

Ao fechar o vídeo, os dados são apagados do seu dispositivo – a não ser que você baixe para assistir offline. Com um bom sinal de internet, você consegue assistir a quantos vídeos quiser, quando quiser, sem interrupções ou necessidade de esperar o download completo para começar.

Serviço de streaming - Buffer

Quais os tipos de serviços de streaming de vídeos?

Há dois formatos que podem ser disponibilizados em um serviço de streaming. O primeiro é o live streaming, que nada mais é do que a transmissão ao vivo online. Além das redes sociais, existem plataformas especializadas em serviços de live streaming, como o Netshow.me Live.

O outro formato é o video on demand, também conhecido pela sigla VOD. Este formato é o que possibilita que os espectadores escolham quais vídeos querem assistir no momento, sem depender de um horário determinado.

Na categoria de serviços de streaming de VOD também estão plataformas de vídeo como Netflix, Amazon Prime Video, HBO Go, YouTube Red, Hulu entre outras. São canais de distribuição de vídeo pagos que oferecem uma variedade de opções para os espectadores assistirem. A assinatura dessas plataformas é muito mais barata que pacotes de TV a cabo/satélite, já que, entre outros fatores, têm a distribuição dos conteúdos feita por meio da internet.

O Netshow.me também oferece um serviço de VOD para empresas e instituições que querem ter um canal ou uma plataforma de vídeos online totalmente personalizada. Fale com um de nossos especialistas para saber mais.

Por que os serviços de streaming de vídeos são tendência?

É impossível dizer que o streaming é daqueles exemplos de tecnologia que viram febre por um momento e depois se tornam obsoletos. O streaming já vem se consolidando no mercado de vídeo online há mais de uma década e não dá sinal nenhum de que será ultrapassado.

Aqui no Brasil, a adesão a serviços de streaming de vídeo cresce 50% ao ano, segundo a empresa de pesquisa Dataxis. Somente entre os brasileiros usuários de dispositivos móveis (celulares e tablets), um terço paga por serviços de streaming de vídeo e áudio, conforme uma das pesquisas Panorama Mobile Box/Opinion Time.

Além disso, a empresa de pesquisa Blue Hill estima que o consumo de vídeo representará 80% de todo o tráfego da internet no mundo em 2020.

Pelo que tudo indica, o streaming ainda tem muito espaço para crescer!

Como criar um serviço de streaming de vídeo?

Você não precisa desenvolver uma plataforma do zero para oferecer um serviço de streaming de vídeo – a não ser que você queira, é claro.

Existem diversos servidores de streaming que permitem que você crie seu próprio canal de vídeos ou sua plataforma personalizada. Dessa forma, você não precisa se preocupar com infraestrutura, que já é oferecida pelo servidor, e mantém o foco nos conteúdos que irá disponibilizar.

Plataformas como YouTube têm a grande vantagem de serem gratuitas. Mas dependendo do nível de profissionalismo que você deseja, as desvantagens pesam mais. Não tem como personalizar o layout com a identidade visual de sua marca, monetizar os vídeos com recursos como pay-per-view, definir restrições de acesso e outras ferramentas importantes que fazem a diferença no gerenciamento do conteúdo.

Outra questão relevante é a segurança do material. Existem vários programas que baixam vídeos a partir de links do YouTube e outras plataformas de vídeo. Já com um servidor de streaming profissionais, ter seu conteúdo copiado é algo mais difícil de acontecer.

Um exemplo de servidor de streaming profissional é o Netshow.me, que oferece um software especializado em live streaming e a possibilidade de criar plataformas de vídeo personalizadas. Além da personalização do layout, os clientes têm acesso a ferramentas de monetização, restrições de acesso, captura de leads, chat interativo e muito mais.

Antes de escolher o servidor de streaming ideal, defina seus objetivos com o serviço de streaming de vídeo. Pense em como você gostaria que sua plataforma fosse visualmente e os recursos mais importantes que irão atender suas necessidades. E só então comece a pesquisar e comparar as opções.

Saiba o que analisar ao escolher uma plataforma de vídeos neste artigo.

Banner-livecompleto

Este post foi publicado originalmente no dia 28 de maio de 2018 e atualizado no dia 8 de junho de 2021.

Escrito por Gabriele Gonçalo