Qual é a diferença entre a estratégia do oceano azul e oceano vermelho?

Qual a diferença entre a estrategia do oceano azul e oceano vermelho
Índice deste artigo:

Independentemente de qual o mercado da sua empresa, é necessário usar estratégias para se destacar 一 seja na criação de soluções, processos e até ações de Marketing de Conteúdo. Como se pode esperar, a inovação é a palavra-chave de todo negócio que é referência no seu nicho de atuação.

Entre as principais abordagens usadas pelas empresas, vale destacar oceano azul e oceano vermelho. Cada uma utiliza o processo inovador à própria maneira, definindo o tipo de mercado no qual a empresa navegará.

Este artigo explicará o que é cada uma dessas estratégias, suas diferenças, e dará dicas de como aplicá-las. Além disso, compartilharemos 5 exemplos de empresas que o fizeram com sucesso para inspirar você. Vamos lá?

O que é oceano azul e vermelho?

Criadas pelos teóricos de negócios W. Chan Kim e Renée Mauborgne, as estratégias do oceano azul e vermelho foram apresentadas ao mundo no livro A Estratégia do Oceano Azul, de 2005.

Nele, os estudiosos usam a metáfora do ecossistema dos oceanos para descrever a atuação da empresa nos mercados 一 sejam eles saturados ou com menor concorrência. Veja quais são os contextos explicados por cada uma dessas estratégias!

Estratégia do oceano vermelho

Segundo Kim e Mauborgne, a maioria das empresas adota mentalidade competitiva no mercado 一 seja na captação de clientes ou no fortalecimento de suas posições no nicho de atuação.

Essa postura impacta a oferta de produtos e serviços, já que geralmente os concorrentes oferecem soluções muito semelhantes entre si. Consequentemente, há uma pressão crescente sobre os preços 一 principalmente no contexto de mercados saturados.

Ou seja: as empresas precisam se digladiar para conseguir os clientes desejados pelo outro. Usando a metáfora de peixes, eles lutam para conseguir a presa e, por isso, deixam o oceano vermelho 一 banhado de sangue.

Não à toa, estamos falando de um mercado predatório em que vence o negócio com postura mais agressiva. Para ultrapassar a concorrência, é necessário investir muito esforço e dinheiro, o que impacta a margem de lucro 一 até causando prejuízos em determinados casos.

Por isso, muitas corporações que usam a estratégia do oceano vermelho optam por adquirir concorrentes e fusões para ampliar suas fatias no mercado. Por exemplo, o Facebook adquiriu o Instagram e o WhatsApp para aumentar seu market share 一 conseguindo, assim, superar os outros players.

Estratégia do oceano azul

Já a abordagem do oceano azul se opõe à estratégia de negócios anterior. Ela consiste em adotar a mentalidade de ampliar os horizontes e procurar mercados em que não há concorrência acirrada.

Por definição, a estratégia do oceano azul faz com que a empresa busque diferenciação nas soluções oferecidas, ao mesmo tempo que reduz custos 一 criando novas demandas e até mercados no processo.

Estamos falando de um mindset mais disruptivo e que, consequente, revoluciona indústrias. Afinal, o negócio atuará em um mercado sem concorrentes e modelos consolidados, podendo priorizar a inovação 一 beneficiando-se de um pioneirismo que trará, teoricamente, crescimento sustentável e maior lucro.

Dessa forma, o framework do oceano azul consiste em simplificar a proposta de valor e diminuir ou custos, ao reduzir ou até eliminar valores da indústria tradicional. Além disso, é necessário identificar o que pode ser potencializado no que já é oferecido no mercado, a fim de agregar maior valor 一 também concebendo soluções inexistentes.

Quais as diferenças entre oceano azul e vermelho?

Como dito, as estratégias do oceano azul e vermelho são duas abordagens de negócio muito distintas. Diferentemente do que alguns podem imaginar, ambas têm a inovação como alicerce do fortalecimento do market share do negócio.

No entanto, cada abordagem a utiliza de maneiras diferentes. No oceano vermelho, por exemplo, a inovação incremental é a regra 一 oferecendo as mesmas soluções com melhorias pontuais.

Já o oceano azul exige que essa criação de produtos, serviços e métodos seja mais agressiva e, por isso, a inovação disruptiva anda de mãos dadas com essa abordagem. Afinal, navegar por águas inexploradas e conceber soluções ou mercados exige maior criatividade.

Como usar as estratégias do oceano azul e vermelho?

Independentemente de qual das duas abordagens você optar por implementar na sua empresa, é possível se atentar a pontos relevantes para aplicá-las. Confira!

Tenha uma cultura orientada a dados

Mesmo diante da competitividade do mercado, uma coisa é certa: ter uma cultura Data-Driven é imprescindível para o sucesso. Dados oferecem insumos necessários para a tomada de decisões estratégicas de maneira assertiva.

Inclusive, as estratégias do oceano azul e vermelho foram criadas com base na análise de mais de 150 empresas ao longo de um século.

Revise processos e metodologias da empresa

Será necessário revisar os processos e metodologias da empresa para a implementação da estratégia escolhida. Implementar uma cultura de inovação é central nesse sentido, já que ela potencializa essa revisão ao incentivar todos os colaboradores a fazerem parte desse processo.

Template de Marketing de Conteúdo

Atente-se às tendências do mercado

Todo negócio precisa se antenar às novidades apresentadas no mercado a fim de se adaptar a elas. Na estratégia do oceano vermelho, isso é imprescindível para ficar à frente da concorrência 一 principalmente em contextos de mercados saturados.

Já no caso da estratégia do oceano azul, esse fator também se aplica por ser necessário identificar oportunidades para a criação de soluções inteiramente novas 一 e, consequentemente, um mercado inexplorado.

Invista em ferramentas e capacitação de colaboradores

Falamos anteriormente sobre a importância da cultura de inovação, mas outro pilar essencial para aplicar o oceano azul ou vermelho é investir no capital humano do negócio. Por isso, realize treinamentos e dê aos seus colaboradores as condições para que eles se aprimorem 一 o que potencializará o desempenho e dará a eles maiores condições de inovarem.

Nesse sentido, é crucial usar ferramentas e plataformas que tornarão os processos mais eficientes. Esse ponto é central não só para o melhor rendimento dos profissionais, mas também na redução de custos para a operação do negócio.

Quais os principais exemplos de empresas que usaram essas abordagens?

Agora que você sabe como aplicar as estratégias do oceano vermelho e azul, falaremos sobre outro aspecto importante: cases de sucesso. A seguir, você poderá conhecer 5 empresas que usaram as abordagens para revolucionar suas operações!

Cirque du Soleil

O Cirque du Soleil é um exemplo inusitado, mas trata-se de um case de sucesso de como aplicar o oceano azul e se tornar referência no mercado. Criada em 1984, pelo canadense Guy Laliberté, a companhia circense inovou nos enredos, cenários, vestuário e performances 一 tornando-se o maior circo do mundo.

Se na sua fundação o Cirque du Soleil contava com 73 artistas, seu crescimento o fez empregar 3,5 mil pessoas em mais de 50 países. O lucro anual é de US$ 800 milhões, colocando seu fundador na lista de bilionários da Forbes.

Marvel

Criada em 1939, a Marvel é conhecida por ter criado alguns dos super-heróis mais importantes da história. No entanto, o mercado de quadrinhos já não é tão lucrativo como outrora 一 e a Casa das Ideias quase faliu na década de 1990.

Após vender os direitos cinematográficos de personagens como Homem-Aranha e X-Men, a editora conseguiu se manter em atividade. Em 2004, ela optou por produzir os próprios filmes e buscou investidores. Homem de Ferro, lançado em 2008, teve faturamento global de US$ 585 milhões.

A Marvel, dessa forma, passou a produzir filmes de grande sucesso e foi até comprada pela Disney, por R$ 4 bilhões. Apesar de ainda produzir gibis e os mesmos produtos de outrora, a entrada na indústria cinematográfica a fez ditar tendências 一 quantos estúdios não tentaram criar um universo compartilhado desde o sucesso de Vingadores?

Nubank

Antes de 2013, bancos digitais eram uma realidade inconcebível para muitos 一 assim como ter um cartão de crédito sem taxas, como a de anuidade. Essa realidade foi mudada pelo Nubank, startup fundada pelos empresários Davis Vélez, Cristina Junqueira e Edward Wible.

Após com um pequeno escritório no Brooklin, em São Paulo, a instituição precisou de uma sede muito maior para comportar seus mais de 300 funcionários 一 afinal, o produto revolucionário do Nubank o fez ter crescimento acelerado.

Em 2023, ele era o quarto banco brasileiro com mais clientes 一 contando o público de outros países, são 85 milhões de clientes. Não à toa, o Nubank foi eleito o banco mais valioso da América Latina.

Apple

Fundada em 1976, a empresa de tecnologia de Steve Jobs sempre rivalizou com a Microsoft, de Bill Gates. Notória por ser um dos principais nomes de tecnologia do planeta, a Apple aplicou o oceano azul na criação de seu produto mais revolucionário: o iPhone.

Lançado em 29 de junho de 2007, o smartphone uniu as funcionalidades de celulares, computadores e mp3 players 一 com a tela sensível ao toque, que facilitou o uso do dispositivo.

Como você pode imaginar, o iPhone foi um sucesso absoluto e mudou a maneira com a qual celulares são produzidos 一 com muitos concorrentes correndo atrás do prejuízo, aplicando o oceano vermelho. 

Netflix

Talvez esse seja um dos principais exemplos de empresa que usa a estratégia do oceano azul. Fundada em 1997, a Netflix começou como um serviço de aluguel de filmes pelo correio.

Já em 2010, a empresa californiana lançou sua própria plataforma de streaming, oferecendo filmes e séries para seus assinantes. Deu tão certo que, no ano seguinte, a Netflix tinha 23 milhões de assinantes apenas nos Estados Unidos, atingindo faturamento de US$ 1,5 bilhão.

A empresa criou um mercado e atraiu player fortíssimos a ele, como Amazon, Disney e até Apple. Já as locadoras, nicho abandonado pela Netflix, entraram em queda livre.

Esses são apenas alguns exemplos de como navegar no oceano azul ou vermelho é central para tornar a empresa competitiva, rentável e escalável. Além dessas inspirações de negócios que se fortaleceram como os principais players de seus nichos, é imprescindível usar as ferramentas ideais.

Gostou do conteúdo? Então confira nosso artigo completo com 5 dicas de como usar a tecnologia para se destacar da concorrência!

De segunda a sexta das 9h às 18h.

Manaus-AM | Rua 24 de Maio, 220, Sala 801, Centro, Manaus-AM, CEP 69010-080

São Paulo – SP | Rua Arizona 491, 23 andar, Brooklin, CEP 04567-001

©Copyright 2013-2022 Netshow.me – Tecnologia de streaming para impulsionar empresas