Produção de Vídeos

O que é Closed Caption e como usar este tipo de legenda nos seus vídeos?

Saiba o que é Closed Caption e como usar este tipo de legenda para aumentar a acessibilidade dos seus vídeos.

Escrito por Gabriele Gonçalo em 30 set 2020 | Atualizado em 10 ago 2021

9 minutos de leitura

Netshow.me

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter

Quando falamos sobre produção de conteúdo, não se deve esquecer de torná-lo acessível ao maior número de pessoas possível – isso inclui os portadores de necessidades especiais. Entre as principais formas de aplicar a acessibilidade em vídeos está o Closed Caption (CC).

Afinal, o que é Closed Caption? Apesar de se tratar de algo parecido com legenda, não é exatamente a mesma coisa. Neste artigo, explicaremos como esta tecnologia funciona e, claro, como fazer vídeo com legenda. Vamos juntos?

O que é Closed Caption?

Como tornar vídeos acessíveis aos deficientes auditivos? Claro, é possível utilizar legendas para transcrever as falas – prática já adotada no cinema há bastante tempo. E os outros sons pertinentes à cena, ficam de fora?

Para isso, foi criado um tipo de legenda especial chamado Closed Caption. Nele, a transcrição das falas é disponibilizada junto com a descrição de elementos sonoros importantes à narrativa – podem ser aplausos, gritos e até o silêncio. Isso permite que, apesar da ausência de som, o espectador tenha a experiência completa com o conteúdo.

Traduzido do inglês, Closed Caption significa legenda oculta. Ou seja, trata-se de um recurso que precisa ser ativado nas configurações do player utilizado – geralmente no ícone CC.

Hoje em dia, oferecer soluções para garantir um conteúdo acessível é cada vez mais importante. Não à toa, plataformas OTT como Netflix e Amazon Prime, sites de vídeos como YouTube e softwares de transmissão ao vivo utilizam o recurso.

Como fazer Closed Caption?

Apesar do CC ter algumas semelhanças com as legendas tradicionais, sua produção passa por um processo diferente – existe mais de um jeito de fazê-lo. A seguir, você pode conferir as duas principais maneiras de como fazer Closed Caption adotadas no mercado:

1. Reconhecimento de voz

Primeiramente, vale falar sobre o método mais simples de fazer CC: usando a tecnologia de reconhecimento de voz. Como funciona? O aplicativo ou plugin utilizado capta todos os sons e os transforma automaticamente em Closed Caption – tudo isso diretamente no player.

Inclusive, algumas plataformas de vídeos como YouTube e Facebook já oferecem o recurso – e isso independentemente de ser um conteúdo gravado ou ao vivo.

No entanto, esta opção não é um mar de rosas. Apesar de ser mais fácil de utilizar, trata-se de um método automatizado que depende da alta qualidade do áudio e clareza na dicção dos participantes. Assim, o sistema pode interpretar algumas palavras de maneira errada.

2. Estenotipia

E se a necessidade é fazer Closed Caption de maneira ágil e sem a possibilidade de erros na transcrição de sons? Para isso, pode-se utilizar a estenotipia – técnica bastante difundida na televisão e em transmissões ao vivo profissionais.

Traduzido do termo grego stenotypos, estenotipia significa impressão curta. Para isso, é necessário combinar fonemas para formar palavras rapidamente. Ou seja, são digitados os sons, não as letras.

E, para proporcionar isso, é necessário usar um equipamento chamado estenótipo. Nele, são usadas 24 teclas que, ao serem combinadas, podem formar todos os fonemas. Desta forma, é necessário contratar um estenotipista profissional para conseguir adotar este método de maneira bem sucedida.

Apesar de demandar maior investimento, trata-se de um método de Closed Caption com maior índice de acerto. Pode ser utilizado com o auxílio de uma equipe de produção de vídeo e o uso de um encoder profissional.

Como fazer vídeo com legenda?

Caso o seu conteúdo não seja ao vivo, existem algumas opções para legendá-lo. Plataformas como o YouTube permitem que você use o YouTube Studio de maneira simples e intuitiva – e, inclusive, incentiva você a descrever acontecimentos do vídeo.

A plataforma de vídeos do Google também permite que você faça o upload de legendas externas. Aqui, é necessário usar as extensões .sub, .sbv, .srt, .mpsub, .lrc ou .cap e disponibilizá-las no YouTube Studio.

Outras opções de ferramentas para legendar vídeos são o Estúdio de Criadores do Facebook, Inshot, Easysubtitles, Subtitle Workshop e Adobe Premiere. Neles, é possível gerar uma legenda externa ou até ter uma legenda embutida no vídeo.

Mas como fazer vídeo com legenda? O processo possui três etapas a serem seguidas. Confira:

1. Transcrição

Para começar o processo, é necessário fazer a transcrição do vídeo. Você pode fazê-lo manualmente ou até usar uma ferramenta de transcrição de áudio – opções como Transcribe, Dragon, Transana e oTranscribe podem tornar este processo mais simples.

Lembre-se: utilizar este tipo de software pode facilitar o processo, mas sempre revise o material. Como a tecnologia de reconhecimento de voz é suscetível a alguns erros, não se pode confiar nela cegamente.

Caso seu objetivo seja traduzir o vídeo para outro idioma, é algo que deve ser feito nesta etapa. E lembre-se de anotar o tempo em que cada frase aparece.

2. Sincronização

Você já tem o texto das legendas. E agora? É momento de sincronizá-lo com o vídeo. Para isso, é necessário marcar onde cada fala do roteiro se encaixa no conteúdo – ter uma decupagem detalhada facilitará este processo.

Antes de fazer a sincronização, é importante considerar o tamanho que a sua legenda terá no player. O recomendado é fazê-las com no máximo duas linhas – caso contrário, o espectador não conseguirá ver a imagem do vídeo.

3. Revisão

Acabou? Ainda não. Depois de sincronizar vídeo e legenda, é importante revisar o projeto. Afinal de contas, é possível ter deixado algum erro de revisão ou ortografia passar durante o processo.

Quer uma dica? Tente fazer a revisão sem áudio. Isso permitirá que você consiga acompanhar se a legenda está funcionando bem – e, consequentemente, o vídeo é acessível.

Como fazer live com legenda?

Como proceder se o seu objetivo seja colocar legenda na sua transmissão ao vivo? Existem opções fáceis de fazê-lo. No YouTube, por exemplo, a plataforma utiliza a tecnologia de reconhecimento de voz para detectar o idioma e transcrever os sons – mesmo caso do Facebook.

Em ambos os casos, o usuário precisa ativar o Closed Caption – caso contrário, este tipo de legenda não aparecerá na live. No YouTube, é possível fazer diretamente no player. Já no Facebook, é necessário ativá-lo nas configurações da rede social.

Outra solução neste sentido é o uso de ferramentas de reconhecimento de voz como o Web Captioner. Trata-se de um aplicativo simples de utilizar, onde você escolhe o idioma a ser reconhecido e todas as falas são transcritas na tela.

Para usar opções como o Web Captioner, é necessário ter um encoder profissional. Este software converte todos os dados da gravação e repassa para a plataforma, permitindo o uso de várias câmeras, músicas, vinhetas e até legendas e Closed Captions. Recomendamos o OBS Studio por ser uma solução gratuita e de fácil uso.

Com o encoder, é possível utilizar soluções que demandam maior produção. Entre elas está a estenotipia – e, por que não a tradução simultânea? Para isso, é necessário investir em soluções profissionais. Fale com um de nossos especialistas e saiba como!

Banner-livecompleto

Escrito por Gabriele Gonçalo