Produção de Vídeos

Conversor de vídeo: conheça opções e os principais formatos de vídeo

O conversor de vídeo é uma ferramenta muito útil para que seu vídeo funcione nos mais diferentes players e dispositivos.

Escrito por Netshow.me em 21 mai 2018 | Atualizado em 09 ago 2021

11 minutos de leitura

Unplash.com

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter

Você já deve ter passado pela situação de tentar subir um vídeo em uma plataforma ou assisti-lo em seu computador ou celular e não conseguir, por causa do formato. Há duas alternativas para isso: utilizar um conversor de vídeo para mudar o formato ou instalar programas que fazem com que o computador reconheça diferentes formatos.

A primeira opção é a ideal para quem precisa subir um vídeo na internet em formatos específicos. Já a segunda é recomendada para quem deseja assistir a vídeos no computador sem precisar modificar o arquivo.

Neste post, vamos falar sobre essas duas soluções, os formatos mais utilizados e opções de conversores para você testar. Assim, a variedade de formatos não será mais um obstáculo para você assistir e publicar vídeos quando quiser!

Por que existem tantos formatos de vídeo?

Pense em um único arquivo de imagem. Dependendo do formato em que ele está salvo (JPEG, PNG, GIF…), fica mais leve ou pesado. É que como a imagem por si só é um arquivo muito grande, esses formatos comprimem os pixels da imagem para que ela fique mais leve e fácil de ser compartilhada.

Cada formato oferece um tipo de compressão e propriedades específicas para a imagem. Por isso, são recomendados para finalidades diferentes. E o mesmo acontece no caso dos vídeos.

Os formatos de vídeo também servem para comprimir as imagens e facilitar o consumo e compartilhamento. Se o arquivo de uma imagem só é pesado, imagine o de um conjunto enorme delas, como é o caso dos vídeos!

Conversor de vídeo - Tablet

Agora tente listar a quantidade de dispositivos que gravam vídeos e de players existentes no mercado. É muita coisa! E cada dispositivo e player utiliza e suporta formatos diferentes de vídeo.

Além disso, alguns formatos foram criados por fabricantes de dispositivos e softwares para garantir que o vídeo funcione da melhor forma possível em seu sistema. Esse é o caso, por exemplo, do WMV, criado pela Microsoft e que se adequa perfeitamente ao Windows Media Player. Porém, o WMV não roda no player da Apple, o QuickTime.

E aí, o que fazer nesses casos?

Banner-livecompleto

Utilize um conversor de vídeo para mudar o formato

O conversor de vídeo é uma ferramenta muito buscada para resolver esse problema. É um software externo ou hospedado na web que converte o vídeo de um formato para outro desejado.

Os principais programas de edição de vídeo, como Final Cut, Premiere e After Effects, oferecem essa funcionalidade. Mas para quem não está familiarizado com esses softwares e nem tem verba para adquiri-los, existem outras opções gratuitas que cumprem essa finalidade. Veja algumas delas:

By Click Downloader

O By Click Downloader é um software que permite baixar vídeos a partir de qualquer site gratuitamente, como YouTube, Facebook, Vimeo, Instagram e outros. Com ele é possível escolher o formato de áudio ou vídeo do download, incluindo Mp3 e Mp4 com qualidade até 4K. Compatível com Windows e macOS.

Any Video Converter

Suporta mais de 100 formatos de entrada e saída de vídeos e funciona em Windows e Mac. O Any Video Converter é um conversor de vídeo que também tem recursos básicos de edição de vídeo, extração e conversão de áudio e download de vídeos online.

Format Factory

Grande concorrente do Any Video Converter, o Format Factory é compatível com uma infinidade de formatos. Este conversor de vídeo ainda repara arquivos danificados, reduz o tamanho de vídeos e possui funções básicas de edição. Entretanto, só funciona em Windows.

aTube Catcher

É um programa voltado para baixar vídeos a partir de links do YouTube, Vimeo e dezenas de plataformas online (o que inclusive expõe um grande problema de segurança de conteúdo dessas plataformas). Mas também possui a funcionalidade de converter vídeo e outras como gravação de tela e de áudio. O aTube Catcher trabalha com mais de 15 formatos de vídeo, porém está disponível apenas para Windows.

MPEG Streamclip

Apesar do nome, o MPEG Streamclip suporta outros formatos de vídeo. É um software para Windows e Mac que também possui recursos básicos de edição, como corte e junção de vídeos. É muito simples de usar, apesar de suportar poucas opções de formato para entrada e saída.

Mobile Media Converter

Uma ótima opção para quem quer converter formatos de vídeo e áudio comuns em computadores para formatos mobile, como 3GP, 3GA e AMR. O Mobile Media Converter também permite que você assista a vídeos com legenda (mesmo que o seu aparelho não suporte), converta DVDs e corte os trechos que quiser do vídeo.

Online Video Converter

Se você quer uma forma prática e online de converter vídeo, acesse o Online Video Converter e faça a conversão direto do seu navegador. É daqueles sites que exibem vários links duvidosos a todo momento. Contanto que você não clique em nenhum deles, pode contar com um serviço eficiente. Com este conversor de vídeo online, ainda dá para baixar vídeos a partir de links do YouTube e instalar uma extensão no navegador.

Conversor de vídeo online

Veja mais opções de conversor de vídeo nos sites TechTudo e Canaltech.

Baixe programas que reconheçam diferentes formatos

Os conversores de vídeo são muito úteis para quem quer subir vídeos na internet. Mas para assistir, vamos combinar: dá uma trabalheira ter que converter vídeo por vídeo. Neste caso, a melhor saída é baixar programas que reconheçam os mais variados formatos.

Uma alternativa é procurar por players que sejam compatíveis com o maior número de formatos possível. O VLC é uma das melhores opções do mercado – além de ser gratuito e funcionar em Windows, Mac, Linux, Android, iOS e outros sistemas. O RealPlayer (Windows) e o MPlayerX (Mac) são outras boas opções gratuitas.

Você também pode baixar um pacote de codecs. Os codecs são programas que realizam a codificação e a descodificação de vídeos para que o computador consiga reproduzir os mais diferentes formatos. É como se eles traduzissem o formato para que o computador reconheça e execute o arquivo.

Alguns dos pacotes de codecs mais conhecidos são K-Lite Codec Pack, Real Alternative, XP Codec Pack, QuickTime Alternative e Windows Essentials Codec Pack.

Principais formatos de vídeo

Existem inúmeros formatos de vídeo. Alguns deles, como o MP4 e o MOV, se tornaram mais populares no mercado e utilizados em diferentes dispositivos, players e plataformas. Confira exemplos a seguir.

MP4

Faz parte do conjunto de padrões de compressão e descompressão definidos pelo MPEG, grupo formado pela ISO e que também deu nome a outros formatos. O MP4 é um dos formatos de vídeo mais conhecidos, sendo compatível e muito utilizado em dispositivos móveis, plataformas de vídeo, players, serviços de vídeo sob demanda e, inclusive, plataformas de live streaming. O próprio Netshow.me Live permite o download da transmissão ao vivo neste formato.

MOV

O MOV foi criado pela Apple especialmente para rodar no QuickTime. Além dos dispositivos da Apple, este formato também é compatível com outros sistemas. Ele reduz o tamanho do arquivo mantendo, ainda assim, uma boa qualidade de imagem. É bastante recomendado para transmissões ao vivo e streaming de vídeos.

AVI

O AVI foi desenvolvido pela Microsoft em 1992, mas ainda é bem utilizado. É um formato compacto e que costuma ser compatível com filmadoras e aparelhos de DVD e Blu-Ray. Este tipo de formato junta o arquivo de vídeo e o arquivo de áudio e os executa ao mesmo tempo, de maneira sincronizada.

WMV

Outro formato criado pela Microsoft, posteriormente ao AVI e com uma qualidade superior de imagem. Vídeos em WMV rodam perfeitamente no Windows Media Player, mas precisam de um codec para funcionar no Mac e no Linux. Por ser um formato que permite iniciar a reprodução do vídeo mesmo que ele ainda não tenha sido baixado completamente, é muito usado em streaming de vídeos online.

FLV

Este formato é ideal para web. O FLV foi criado pela Macromedia (que foi comprada pela Adobe) e é utilizado em muitas plataformas de vídeo online que utilizam o Adobe Flash Player. Como ele compacta bastante o vídeo, faz com que seu carregamento seja mais rápido nos navegadores (embora diminua a qualidade do vídeo).

MKV

É preciso um codec para abrir um arquivo MKV em qualquer sistema operacional, mas vale a pena. É um formato para vídeos em alta definição e que reúne áudio, vídeo e legendas em um só arquivo. Por isso, é muito comum ser encontrado em sites de compartilhamento de vídeos e pode ser reproduzido com qualidade em televisores.

3GP

O 3GP foi criado para reprodução em aparelhos celulares. Ele é bastante compacto e ocupa menos espaço na memória, por isso perde qualidade de imagem. Foi por muito tempo utilizado como padrão por diversos fabricantes de celular, mas hoje tem a concorrência de outros formatos nos dispositivos mais avançados, como o próprio MP4.

Confira também:

Escrito por Netshow.me

Este artigo foi produzido pela equipe de especialistas da Netshow.me. Oferecemos serviços para gerenciamento, distribuição e monetização de vídeos e conteúdos online. Produzimos conteúdos com o objetivo de fazer com que você também se torne um especialista.