Produção de Vídeos

Vídeos animados: dicas para criar os seus de forma fácil

Descubra como você pode usar vídeos animados na sua estratégia de conteúdo. Conheça algumas plataformas para fazer isso bem fácil.

Escrito por Netshow.me em 03 mar 2022 | Atualizado em 26 ago 2022

12 minutos de leitura

Freepik

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

Há não muito tempo, existiam poucas opções de editores de vídeo e, para fazer materiais mais complexos, era bem difícil. Além de precisar pagar pelo software usado, também seria preciso aprender as ferramentas complexas que fazem tudo acontecer. Atualmente, a realidade é outra e, além de um número maior de editores, já existe também a possibilidade de criar vídeos animados de forma fácil e rápida.

O interessante desse formato é que ele funciona muito na hora de captar a atenção de quem está assistindo ao conteúdo justamente pelo entretenimento que gera. Ele também é uma excelente solução para variar a edição de vídeos e deixar o material mais chamativo e interativo. Para quem trabalha com cursos online, por exemplo, pode ser uma ótima forma de mudar um pouco a tela que os alunos estão assistindo. 

É claro, os programas não fazem nenhum milagre. Você ainda vai precisar dedicar algum tempo para aprender como eles funcionam e como deixar tudo bem organizado, mas já ficou bem mais fácil. 

Neste artigo, veja porque usar vídeos animados, quando você pode fazer isso e dicas de sites para começar a sua estratégia. Espero que goste! 

Vale a pena usar vídeos animados? 

Vídeos animados são pequenos trechos de material em vídeo feito a partir de desenhos que realizam determinadas ações, falas ou explicações. Se engana quem acha que é preciso saber desenhar ou ter conhecimentos complexos de animação para fazer isso hoje em dia. 

Já existem plataformas que disponibilizam uma série de desenhos pré-prontos e basta apenas selecionar o que você quer que eles façam. São animações de pessoas, cenários, animais e objetos que podem ser usados para desenvolver uma cena da forma que você preferir. 

Mas, vale mesmo a pena usar vídeos animados? A resposta é sim! 

Além de acrescentar mais profissionalismo a qualquer produto em vídeo, essas animações também são uma ótima forma de captar a atenção das pessoas. Um desenho chamativo e interessante pode ser o diferencial para um vídeo que vai captar a atenção em poucos segundos. 

Além disso, para quem produz videoaulas ou trabalha com cursos online, esse recurso pode ajudar muito a deixar o conteúdo ainda mais rico e interessante. Para explicar uma aplicação prática de determinado conhecimento teórico, por exemplo, os vídeos animados podem aparecer com uma representação do que é narrado na aula. 

Variar o conteúdo é sempre bom para melhorar a aprendizagem de quem está assistindo. Outro ponto interessante é que assim você demonstra o interesse em produzir algo que seja verdadeiramente bom e informativo.  

Quando usar vídeos animados na sua estratégia de vídeo 

Os vídeos animados são muito interessantes para cativar a audiência, mas isso não quer dizer que você deve substituir tudo por animações. Pelo contrário, é mais interessante que eles sejam usados como um complemento, apoiada em gravações reais de pessoas falando com as câmeras. 

Entenda quando pode ser útil usar vídeos animados nos seus vídeos:

Explicando um exemplo

Já falamos sobre essa situação, mas vale ressaltar novamente. A explicação fica sempre mais interessante quando há um recurso visual colaborando com o que é dito. Muitos professores usam o quadro para isso, escrevendo palavras chaves ou fazendo alguns desenhos que vão auxiliar na explicação. 

Os vídeos animados são a mesma coisa, mas de forma mais profissional e estruturada. 

Contando uma história específica  

Quando estamos explicando um assunto, é comum que algum tópico exija a explicação de uma história para que seja possível entender como chegamos até aquele ponto. Por exemplo, nas aulas de física, aprendemos que Isaac Newton desenvolveu a teoria da gravidade depois que uma maçã caiu sobre a sua cabeça. 

Esse tipo de explicação pode ser mais interessante se feita com o auxílio de um vídeo animado. 

📖 Veja ainda: A importância de um bom storytelling no processo de produção de vídeos 

Divulgando um produto 

Em um material para uma campanha de marketing também existe espaço para usar os vídeos animados. Seja uma campanha institucional, a divulgação de uma funcionalidade nova ou até mesmo um curso novo que você está lançando, tudo isso pode contar com o suporte de animações para passar a mensagem. 

Por exemplo, digamos que você tenha aulas novas para um curso que ministra. Você pode fazer a divulgação falando sobre a novidade e inserir um trecho de animações entrando no site e comemorando ao notar o conteúdo novo.  

🎥 Veja mais: Edição de vídeo: veja como aprender a editar seus conteúdos 

Faça o seu: 3 sites para criar vídeos animados 

Como mencionamos, os avanços tecnológicos nas áreas de edição de vídeo permitiram que a criação de vídeos animados se tornasse uma tarefa muito mais fácil. Existem diversos sites que permitem selecionar desenhos prontos e definir os movimentos que eles devem executar.   

Lembrando que esses programas trabalham com desenhos e imagens prontas, mas você pode coordenar as animações da forma como preferir para adequá-las às suas necessidades. 

Veja 3 dicas de sites para criar vídeos animados: 

Videoscribe 

O Videoscribe se denomina com um Quadro Branco de animações. Isso porque os desenhos seguem justamente a lógica de uma mão desenhando sobre um quadro. Assim, você pode escolher exatamente como e quando deseja que cada figura apareça, facilitando a explicação de um conteúdo ou a construção de um exemplo prático nos seus vídeos. 

Ele é bem prático, com ferramentas bastante intuitivas. Um fator interessante são as diversas possibilidades de personalização. Você pode inclusive selecionar o tipo de mão que deseja usar no vídeo. 

O Videoscribe possui mais de cinco mil imagens disponíveis para composição do seu vídeo. São personagens, desenhos, cenários e objetos que podem ser usados e animados da forma que você preferir.

Veja como funciona: 

Trata-se de um programa pago, mas é possível utilizar um teste gratuito de sete dias. Depois, os planos variam de R$ 95,00 ao mês ou R$ 515,00 anual, que pode ser dividido em 12 parcelas de R$ 42,92. 

Powtoon 

O Powtoon é uma ferramenta bastante conhecida nas redes e segue uma linha diferente. Nele, é possível escolher desenhos e personagens 2D para animações. Diversas marcas já usaram essa ferramenta para criar campanhas institucionais ou propagandas curtas. 

Existe uma vasta coleção de personagens disponíveis para ser usados, além de movimentos pré-configurados para escolher. O Powtoon oferece ainda mais possibilidades para quem trabalha com conteúdo de vídeo. 

Com alguns cliques você pode animar uma pessoa acenando para outra, ou andando por uma rua. Existem ainda alguns templates prontos para facilitar ainda mais o seu trabalho. Não é preciso baixar nada, tudo é feito online, direto do navegador. 

É possível usar o Powtoon de forma gratuita, mas com algumas limitações – por exemplo, os vídeos são exportados com a marca d’água da empresa no canto da tela. Os planos pagos variam de R$ 38,00 mensais a R$ 363,00 para equipes maiores. 

Veja como o Powtoon funciona: 

Toonly 

O Toonly é a ferramenta mais próxima do Powtoon, mas com uma diferença importante no layout da plataforma. A linha do tempo é parecida com editores de vídeo mais comuns do mercado, facilitando a edição para quem já está acostumado a usar esse tipo de ferramenta. 

Ainda não é possível criar ou desenhar personagens, mas existem várias opções no banco de templates da plataforma. Para usá-los, basta clicar, arrastar e selecionar o movimento que você deseja que eles façam.  

O Toonly não possui versão gratuita, e os planos variam entre US $39 e US $69 por mês.

Confira o que o Toonly pode fazer: 

Doodly 

O Doodly também trabalha com a ideia do Videoscribe de mão desenhando objetos – não por acaso as duas são concorrentes diretas. O Doodly veio depois, é verdade, mas apresenta suas próprias vantagens e qualidades. 

Com ele, é possível também editar animações pelo método do arrastar e soltar, apenas selecionando os movimentos que os personagens devem desempenhar. Além disso, tanto o quadro, quanto a mão podem ser alterados e é possível inserir narração em cada cena. 

O lado negativo é que as imagens e fontes disponíveis ainda são poucas, diminuindo as possibilidades de escolha para os vídeos animados. 

O Doodly também não possui versão gratuita, e os planos variam entre US $39 e US $69 por mês. Confira como ele funciona: 

Começando a sua estratégia de vídeos animados

Depois de ver quando e onde executar a estratégia com vídeos animados, é importante entender por onde começar. Existem dois passos essenciais para esse início: planejamento e roteiro. 

Comece compreendendo que tipo de conteúdo deseja criar em vídeos animados. Quer fazer explicações de trechos da matéria? Ou apenas os exemplos? Que tal inserir animações na divulgação do seu produto? 

Essa primeira etapa vai te ajudar a entender quanto tempo e disposição será preciso empregar nessa tarefa. Depois de ter essas respostas, chegou a hora do roteiro. 

Nesse momento, você deve pensar o que cada personagem da animação vai fazer. Pense qual cenário e roupa a ser usado, quem é o melhor personagem para aquela situação, o que ele deve dizer, fazer e o que vai ser mostrado na tela também.

Pode parecer que não faz sentido planejar isso antes de começar a fazer a animação de fato, mas ter um roteiro te ajuda a não se sentir tão perdido na hora de criar o conteúdo. Para entender melhor como fazer um roteiro de vídeo, leia nosso artigo sobre o tema: 

🎯 Roteiro de vídeo: dicas e técnicas para montar o seu 

Sem tags cadastradas

Escrito por Netshow.me

Este artigo foi produzido pela equipe de especialistas da Netshow.me. Oferecemos serviços para gerenciamento, distribuição e monetização de vídeos e conteúdos online. Produzimos conteúdos com o objetivo de fazer com que você também se torne um especialista.