Produção de Vídeos

Roteiro de vídeo: dicas e técnicas para montar o seu

Aprenda a fazer um roteiro de vídeo que irá captar a atenção do seu público e aumentar as vendas do seu produto.

Escrito por Netshow.me em 07 jan 2022 | Atualizado em 07 jan 2022

16 minutos de leitura

.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

O vídeo tem sido um dos formatos de conteúdo mais consumidos na internet, agora, mais do que nunca! E se você está criando ou pensando em criar seu primeiro vídeo de marketing, ou até mesmo começar a fazer video aulas para um curso online, não há hora como o presente para começar.

O primeiro passo  é ter como objetivo criar um vídeo que seja envolvente, a fim de capturar a atenção do seu público-alvo. O simples fato do formato ser um vídeo já te ajuda muito nessa missão, uma vez que os estímulos sonoros e visuais combinados são muito potentes. 

O processo de produzir um vídeo deve sempre começar com um bom roteiro, quase como um roteirista profissional. Um roteiro bem elaborado tornará mais fácil para você definir todo o processo de filmagem. 

Ter um roteiro de vídeo sólido  ajudará a garantir que sua mensagem seja entregue de forma clara e estruturada. Isso significa que o resultado será um vídeo envolvente e sólido. Quer saber quais etapas você deve seguir para escrever um roteiro de vídeo adequado e eficiente? Continue lendo para descobrir. 

📚 Veja também: Videomarketing para impulsionar o funil de vendas

Por que escrever um roteiro de vídeo? 

Antes de começar, vamos analisar os benefícios de escrever um roteiro de vídeo, para que você tenha seus objetivos em mente. Confira: 

  • Desperta sua imaginação: sinta-se à vontade para adicionar notas, fazer esboços e experimentar. Recomendamos escrever com os bons e antigos papel e caneta, e dedicar algum tempo para reunir todas as suas melhores ideias. Tenha certeza de que o conteúdo final será muito mais autêntico. 
  • Garante que sua mensagem seja entregue com eficiência: pense nisso como o fio condutor de seu vídeo. Isso o ajudará a estruturar melhor sua mensagem. Apenas um bom roteiro de vídeo tem a capacidade de gerar toda essa eficiência. 
  • Te ajuda a criar uma identidade de marca: ao incluir as palavras-chave e outros elementos de mensagem da marca de forma constante, você pode garantir que o resultado final refletirá verdadeiramente a imagem e a personalidade da sua marca.
  • Economiza tempo durante a edição: o roteiro de vídeo também incluirá todos os elementos visuais e de áudio que o vídeo final deve conter: como ilustrações, animações, gráficos em movimento e muito mais. Isso significa que o editor terá mais facilidade ao saber o que deve fazer.
  • Facilita a gravação: escrever um roteiro é especialmente útil ao se preparar para a gravação, especialmente entrevistas em vídeo. Isso permite que você compartilhe com seu entrevistado antes da gravação, para dar a ele a chance de estruturar melhor seus pensamentos, construindo um conteúdo mais sólido. 
  • Otimiza a duração e o orçamento: por último, saiba que escrever um roteiro de vídeo tornará mais fácil evitar a gravação de sequências inúteis que você acabará não usando. Por sua vez, isso também manterá seu orçamento sob controle.

💡 Veja também: Como fazer uma thumbnail para destacar seu vídeo online

Passo a passo para fazer um roteiro de vídeo 

Conforme você planeja seu vídeo e escreve o roteiro, é muito fácil começar a lançar todos os tipos de ideias interessantes. Afinal, você pode fazer qualquer coisa em um vídeo, certo? Com um orçamento ilimitado, com certeza. Mas apostamos que seu orçamento é limitado. 

Portanto, mantenha seus vídeos o mais simples possível. Você ficaria surpreso com a quantidade de trabalho necessária para produzir efeitos mínimos na tela. Com tudo isso em mente, comece a planejar seu roteiro. Alguns escritores chamam isso de “pré-escrita”.

Agora, vamos ao passo a passo de como construir um roteiro de vídeo! 

Veja também: Como traçar uma estratégia de lançamento e ter sucesso ao lançar seus cursos

Passo 1: identifique o seu público

Este é um desafio em qualquer tipo de marketing, publicidade ou conteúdo educacional. Você precisa abordar um cliente muito específico com seu conteúdo, caso contrário, ele não terá repercussão. 

Pode ser tentador torná-lo o mais amplo possível para atender a todos os clientes em potencial, mas evite essa tentação. Algo que é para todos não atrai ninguém. E se você quiser tornar seu vídeo engraçado, avalie cuidadosamente seu público e sua aceitabilidade quanto a isso. 

Alguns públicos não querem se divertir quando estão aprendendo sobre algo. Se você escolher o ângulo engraçado e sua piada falhar, a reação de seus espectadores será negativa, ao passo que, se você adotar uma abordagem direta, ninguém espera se divertir e não ficará desapontado quando eles não rirem.

Passo 2: escolha um objetivo 

Em seguida, você precisa saber qual é o objetivo do vídeo. Isso dependerá de onde seu público verá o vídeo, o que você pretende com ele, o que você deseja que os espectadores façam depois de assistir ao vídeo e os principais indicadores de desempenho que você usa para rastrear seu sucesso. 

Nem todo vídeo precisa de um CTA explosivo. Em alguns casos, fazer com que os espectadores assistam até o fim é uma meta perfeitamente viável. Além disso, se esse vídeo faz parte de uma longa playlist, que tal deixar uma sugestão no final para que o seu aluno tire um descanso?

Mas se  quiser que os espectadores façam algo específico depois de ver o vídeo, você precisará de um CTA. Apenas certifique-se de que seu CTA esteja alinhado com o propósito do vídeo. 

E para finalizar, lembre-se que, para o objetivo ser claro, ele nem sempre precisa ser explicitamente declarado. 

Passo 3: escolha um personagem central

Se o seu vídeo apresentar muitas pessoas, será difícil acompanhar e o foco se desviará do ponto principal. Identificar o personagem principal faz duas coisas:

  1. Simplifica e concentra seu vídeo.
  2. O empurra para a criação de uma história (se o seu vídeo precisar).

Alguns vídeos, principalmente aqueles como uma visão geral, contêm pouca história. No entanto, ainda é melhor se uma única pessoa falar mais. Se você estiver produzindo um vídeo com um arco narrativo, é melhor focar no personagem principal.

Em qualquer caso, você precisa saber quem estará na tela a maior parte do tempo. Se você precisar de duas ou mais pessoas no vídeo, escolha uma para mostrar na maior parte do tempo de tela.

Se possível, use a mesma pessoa como porta-voz em todos os seus vídeos. Isso cria continuidade e familiaridade em seu conteúdo de vídeo. É por isso que as marcas costumam criar personagens que quase funcionam como mascotes, como a Lu, da Magalu e a Nat, da Natura, por exemplo. 

Passo 4: identifique o ponto do vídeo

Isso se resume a um exercício muito simples: diga a alguém porque eles deveriam assistir a este vídeo em uma frase.

Quando você começar a escrever seu roteiro, coloque a resposta a essa pergunta o mais próximo possível do início. Deixe os espectadores saberem o que eles vão receber com antecedência e você reterá mais espectadores.

Isso vai fazer com que seus espectadores atinjam o objetivo que você definiu no passo 2 desse tutorial.

Roteiros de videoaula

Os roteiros de videoaulas normalmente focam no aspecto explicador e de apresentação e, claro, se encaixam na categoria educacional. 

As chaves para o sucesso com os roteiros de videoaulas é ser breve e bastante visual. Afinal, informações concisas são mais fáceis de lembrar. 

Portanto, mantenha seu vídeo curto e divida-o em blocos gerenciáveis ​​de informações para ajudar os espectadores a reter o que você mostrou a eles. Inclusive, o YouTube permite que você faça essa divisão em blocos, o que é bem interessante e muito didático. 

Além disso, inclua recursos visuais relevantes para mostrar e dizer ao espectador o que você está explicando, o que aumentará ainda mais a retenção. Vamos ver um exemplo brasileiro? O Me Salva, canal no YouTube com vídeos educacionais acadêmicos que conta com mais de 2 milhões de inscritos, leva essas dicas muito a sério. 

Veja um exemplo de um vídeo que ensina sobre números decimais e binários e faz parte de uma playlist da matéria correspondente:

https://www.youtube.com/watch?v=E9SzhB4Wm0I&list=PLf1lowbdbFICUHS5OIPpuyijd1lA8pkrU&index=2 

Mesmo sendo um conteúdo de nível superior, a plataforma não abriu mão de usar os recursos visuais no vídeo, o que o tornou muito mais didático. 

Em resumo, ao fazer um roteiro de videoaulas, considere os seguintes aspectos: 

  • Seu público é mais direto ao ponto ou precisa que o tema seja mais destrinchado? 
  • Não tenha medo de usar recursos visuais para aumentar a absorção de conhecimento; 
  • Seja breve; 
  • Pense sempre em divisões inteligentes e intuitivas para o conteúdo; 
  • Use a criatividade para criar regras, músicas, ou acrônimos fáceis de lembrar. 

Modelos de roteiro de vídeo 

Agora que você entende bem o passo a passo de como criar um roteiro de vídeo e já conferiu nossas dicas infalíveis para videoaulas, vamos conhecer alguns modelos de roteiro para você se inspirar e talvez já começar a colocar a mão na massa! 

  • Roteiro em texto corrido: como o próprio nome já diz, esse é o tipo de roteiro que é no modelo de texto corrido. Normalmente, o texto é o que o apresentador irá falar no conteúdo. O único cuidado que deve ser tomado aqui é não deixar a fala mecânica demais e não deixar que o vídeo se torne uma palestra pouco envolvente. 
  • Roteiro técnico: esse modelo de roteiro de vídeo também é conhecido por suas duas colunas. Cada coluna representa o áudio e o vídeo, contendo especificações para cada tipo de conteúdo, especialmente para a edição.  Esse modelo facilita bastante quando você já tem ideias para o momento da gravação e da edição. 
  • Roteiro em cinco colunas: o roteiro de cinco colunas é o modelo de roteiro de vídeo mais completo, e também mais complexo, que existe. Essas colunas também são chamadas de espelhos e cada uma delas representa: o número da cena, o texto falado, a fonte da fala, o texto na tela e a descrição da cena. Ele é ótimo para quando você quer fazer algo diferente, como uma exemplificação por encenação. 

Tenha uma boa plataforma para divulgar e vender seus cursos!

Como você viu, construir roteiros de vídeos é uma tarefa complicada, mas que pode te ajudar muito a criar um conteúdo de qualidade, e é isso que queremos no resultado final, não é mesmo? 

No entanto, não adianta se dedicar muito no conteúdo e não saber como utilizá-lo depois ou onde distribuí-lo. A plataforma em que você disponibiliza seu curso é fundamental para o sucesso dele, pois é o que vai determinar uma boa experiência para os alunos.

Por isso, se você é um produtor de conteúdo, conheça a Netshow.me OTT,  uma plataforma própria para tornar suas ações digitais mais lucrativas, em um modelo “estilo Netflix” que engaja de verdade seus alunos, gerando cada vez mais receita recorrente para o seu negócio! 

E se você quiser insights ainda mais valiosos que vão te ajudar na jornada de criação de roteiros de vídeos, baixe nosso e-book sobre tendências de vídeo!

Escrito por Netshow.me

Este artigo foi produzido pela equipe de especialistas da Netshow.me. Oferecemos serviços para gerenciamento, distribuição e monetização de vídeos e conteúdos online. Produzimos conteúdos com o objetivo de fazer com que você também se torne um especialista.