Dicas e Tutoriais

Qual a melhor opção para gravar vídeo: terceirizar ou produzir internamente?

Veja a importância de gravar vídeos de qualidade e entenda se é melhor terceirizar ou fazer internamente a sua produção audivisual.

Escrito por Isabela Oviedo em 06 jan 2020 | Atualizado em 11 ago 2021

6.9 minutos de leitura

Netshow.me

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

Sabia que conteúdos audiovisuais possuem papel determinante na decisão de compra de 90% dos clientes? Desta forma, cada vez mais empresas optam por iniciativas para gravar vídeo e impulsionar seus negócios. Além disso, este tipo de conteúdo ocasiona um aumento de 54% na brand awareness e gera 64% mais leads qualidificados – os dados são de estudos da consultoria Aberdeen Group

Ou seja, o uso de conteúdo multimídia é uma possibilidade atrativa. Mas antes de colocar a mão na massa, deve-se traçar uma estratégia para a implementação do seu projeto e planejar como será a produção do seu conteúdo.

Existem duas opções para considerarmos: terceirizar o processo ou fazê-lo internamente. Quer saber qual das duas se adapta melhor à sua necessidade? Confira a seguir!

O que é necessário para gravar vídeo internamente?

Caso você deseje produzir seu conteúdo audiovisual internamente, prepare-se: será necessário investir um valor considerável de dinheiro em equipamentos – e a lista é grande! Você precisará de câmeras para a captação de imagens, tripés para posicioná-las, microfones ou lapelas para a gravação do áudio, iluminadores e relfletores para certificar que a luz estará nos conformes… E isso sem contar em outros artefatos de cenografia, computadores softwares de edição. Muita coisa, né?

Além de todos os gastos com equipamentos e sua manutenção, você também precisará de mão de obra qualificada para cuidar da produção. Você precisará de roteirista, cinegrafista, editor de imagens e diretor. Independentemente de contratar estes profissionais ou qualificar os colaboradores já presentes no seu quadro de funcionários, é um investimento considerável.

Ou seja: produzir os vídeos internamente é uma iniciativa que demanda dinheiro. Caso seu orçamento seja maior, pode ser uma opção interessante. No entanto, o custo elevado pode dificultar sua adoção para algumas empresas.

Quais as vantagens de terceirizar a produção dos seus vídeos?

Independente da modalidade de vídeos que você pretende publicar, é fundamental criar um conteúdo com qualidade e identidade a fim de conquistar os clientes a cada frame. Gravar vídeo internamente ou terceirizar a produção audiovisual tem vantagens e desvantagens que se aplicam à maioria dos casos.

A produção audiovisual não é simples, fácil ou barata de se fazer. Isto significa que empresas dispostas a gravar vídeo internamente terão de investir uma boa quantia de recursos financeiros em equipamentos e em uma competente equipe de profissionais.

No que tange aos equipamentos, é necessário adquirir pelo menos uma câmera para captação de alta qualidade (DSLR ou Camcorder, na maioria dos casos, com valores a partir de R$ 5 mil para produtos profissionais) e ao menos uma ilha de edição – computador com alta capacidade gráfica (preços a partir de R$ 7 mil).

É preciso também adquirir equipamentos de captação de som, como microfones (A partir de R$ 1 mil por unidade), iluminadores e refletores (entre R$ 300 e R$ 2 mil por unidade, a depender do modelo), tripés e outros suportes (a partir de R$ 200 por unidade) e outros artefatos de cenografia.

Acrescenta-se a isso a remuneração dos profissionais envolvidos na produção. A equipe costuma ser composta por pelo menos um cinegrafista, um editor/montador, um auxiliar geral para captação de som e montagem de iluminação, além do profissional que coordene o trabalho – isso em uma equipe enxuta.

Dependendo da demanda de sua empresa, pode haver ainda mais custos: a construção e a manutenção frequente de equipamentos de alto custo são bons exemplos, além dos encargos trabalhistas da equipe.

No entanto, ao terceirizar a produção audiovisual de sua empresa, gravar vídeo se torna um processo muito mais simples. Isto porque ao investir em um parceiro terceirizado, o seu negócio não precisa comprar ou manter nenhum equipamento, tampouco contratar colaboradores adicionais.

Mesmo que a sua equipe seja leiga na área do audiovisual, a produtora de vídeos presta todo o suporte necessário para que seja feita a elaboração e a captação dos vídeos com qualidade profissional, ajudando ainda a sua empresa a decidir quais os melhores formatos e maneiras de criar a conexão de conteúdo com o público.

O erro de muitas empresas ao gravar vídeo internamente é não contar com a estrutura ou com o know-how necessário para realizar esta produção de acordo com as exigências do mercado. A consequência disso são produções audiovisuais que podem passar despercebidas, ou, na pior das hipóteses, virar motivo de crítica ou até piada entre os clientes.

Por isso, a terceirização da produção audiovisual para o seu negócio é também a melhor escolha a fim de criar uma experiência proveitosa e atrativa para o seu público. Com este serviço, o seu negócio estará apto a gravar vídeos institucionais, fazer lives ou divulgar produções gravadas, produzir animações e outras modalidades de vídeo.

Em suma, gravar vídeo internamente custa caro. A empresa pode ter bastante controle sobre todas as etapas da produção do vídeo e construir uma linguagem audiovisual bastante coerente, com algumas possíveis economias de tempo.

Porém, sob um ponto de vista amplo, a terceirização se apresenta como a opção mais rentável para o seu negócio, dada a economia de custos financeiros, a expertise já consolidada da empresa terceirizada e a exclusão de burocracias no processo de concepção, captação, edição e publicação dos conteúdos.

Clube de assinaturas - plataforma

Escrito por Isabela Oviedo

Isabela Oviedo é Marketing Manager na Netshow.me.