Tendências de Mercado

Transmissão ao vivo em eventos: vale a pena?

Descubra as vantagens da transmissão ao vivo em eventos e por que vale a pena incluir este investimento no seu planejamento.

Escrito por Gabriele Gonçalo em 23 abr 2021 | Atualizado em 10 ago 2021

23 minutos de leitura

Freepik

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter

O uso de transmissão ao vivo em eventos é uma tendência cada vez mais forte no mercado. Se antes o recurso era visto como uma aposta para ampliar a divulgação e audiência, hoje o recurso é uma solução criativa e inovadora para fazer eventos ainda melhores.

Seja seu evento online ou híbrido, é necessário prezar pela qualidade deles – afinal, fazer uma live pelo celular não é a opção mais profissional, certo? Para fazer uma transmissão ao vivo profissional, você precisará de qualidade de vídeo, segurança e recursos adicionais que plataformas gratuitas como redes sociais não oferecem.

Isso também significa um item a mais para incluir no planejamento financeiro do evento. E agora, será que vale a pena? Neste artigo, vamos listar os principais benefícios da transmissão em eventos e exemplos de aplicações. Vamos nessa?

Por que usar transmissão ao vivo em eventos?

Foi-se o tempo que os eventos precisavam ser somente presenciais. Com a evolução das plataformas de live streaming e maior facilidade para produzir e disponibilizar conteúdos digitais, novos formatos surgiram e se mostraram opções cada vez mais disseminadas no mercado.

Hoje, vivemos a era dos eventos digitais, ou seja, eventos que são transmitidos em tempo real nas plataformas de conteúdo. Por se tratar de algo amplo, existem dois formatos que podem ser utilizados:

  • Eventos online: Neles, todo o público acompanha o evento à distância através da plataforma de transmissão ao vivo escolhida. Você pode optar por ter todos os palestrantes atuando remotamente ou fazer a gravação num estúdio profissional;
  • Eventos híbridos: Neste modelo há uma mistura entre o presencial e o online. Assim, parte do público acompanha o evento presencialmente e também há quem o assista à distância. Aqui também é possível ter palestrantes remotos.

Independentemente de qual formato você usar para o seu evento, a transmissão ao vivo abre portas para você realizá-lo de maneira criativa e inovadora. Tratam-se de opções centradas no conteúdo e é possível utilizar recursos audiovisuais e das plataformas digitais para potencializar a experiência do público.

Existe uma vasta gama de benefícios possibilitados pelo uso da transmissão ao vivo em eventos. A seguir, listamos as sete principais:

1. Aumenta o alcance do evento

Imagine que seu evento tenha uma capacidade física para 200 pessoas. Teria como ampliar essa capacidade para mais de 2 mil pessoas? Até teria, mas o custo também seria ampliado proporcionalmente para alcançar esta quantidade de participantes.

Com o uso da tecnologia de transmissão ao vivo, você não impõe limites à sua capacidade de alcance. Seu evento pode ser assistido por pessoas de qualquer lugar do mundo, mesmo que a presença física do público seja restrita ou inexistente.

Isso vale tanto para eventos abertos ao público como o MaturiFest, da Maturi, Case & Startup Summit 2k20 e Maratona TOTVS Talks Live, da TOTVS, quanto eventos internos de empresas como o Shift Talks, da Oracle. Alguns exemplos de organizações que expandiram o alcance da comunicação interna por meio de lives são Crocs e Votorantim.

2. Reduz os custos do evento

Quando o tamanho do espaço físico e o deslocamento de pessoas até o evento deixa de ser uma preocupação, outra vantagem do uso da transmissão ao vivo fica claro: a redução de custos com espaços físicos e infraestrutura.

Usando o modelo presencial, o escopo do evento puxa para cima os custos que você terá – sejam eles locação do espaço, buffet, mão de obra, locomoção e outros serviços. Desta forma, nem sempre o orçamento disponível é suficiente para fazer um evento de grande alcance.

Não à toa, o live streaming se tornou uma carta na manga de muitas empresas e produtores de eventos. Afinal, o recurso permite que você drible a barreira do custo para criar um evento de alto impacto e com a melhor qualidade – reduzindo drasticamente os investimentos mencionados no parágrafo anterior.

Se você trabalha com eventos corporativos, sabe como essa economia se torna ainda mais valiosa para uma empresa. Com menos gastos com passagens aéreas, transporte, hospedagens e outros custos para reunir colaboradores e palestrantes de diferentes localidades para um evento, você tornará seu evento mais rentável.

É claro que, em muitas ocasiões, a presença física é vista como um fator crucial para o evento. Mesmo assim, vale ressaltar que a evolução das ferramentas de transmissão ao vivo e produção de eventos à distância permite a comunicação em tempo real com funcionários de qualquer localidade com custo reduzido.

3. Estimula o engajamento do público

Segundo estudo da Business Insider, o engajamento de uma transmissão ao vivo é 10 vezes maior do que com um conteúdo gravado. Isso se deve ao fato de que a live está acontecendo em tempo real e é um formato que permite a interação com o público – e, é claro, se beneficia com esta característica.

Desta forma, é possível usar ferramentas de interação em transmissões ao vivo para  potencializar como o público do seu evento se engaja. Seja num software de transmissão ao vivo ou numa plataforma de vídeos OTT, é importante utilizar recursos que dão aquela força para aumentar o engajamento do público.

Por exemplo, sua live pode contar com botões de compartilhamento em redes sociais, contador de hashtags e chat interativo para você receber e responder mensagens ao vivo. Além disso, dá pra usar banners interativos, usar a descrição e até disponibilizar QR Codes na tela a favor do engajamento do público.

Inclusive, é possível utilizar a ferramenta Top Compartilhadores para mostrar quais espectadores trouxeram mais pessoas para a live. Trata-se de um recurso de gamificação integrado com o poder das lives e das redes sociais que permite incentivar e premiar os usuários mais engajados – seja com uma bonificação ou desconto exclusivo.

4. Fortalece o branding do evento

Entre os principais benefícios de usar transmissão ao vivo em eventos, vale destacar como eles podem expandir a divulgação e reconhecimento de um evento. Ao criar buzz ao vivo e online em torno deles, eles são uma oportunidade de levar a experiência e o conteúdo para além do espaço físico.

Pegando o gancho do tópico anterior, o maior engajamento do público com o evento potencializa o efeito de buzz e fortalece a estratégia de branding da sua marca. Assim, investir numa transmissão ao vivo profissional trará ótimos resultados.

Mas lembre-se de um detalhe importante: não adianta fazer uma live de um evento e não divulgá-la. O público não aparecerá se não souber que a transmissão está acontecendo. Por isso, é imprescindível que a organização do evento também se dedique à divulgação online.

5. Captação de leads qualificados

Imagine que a sua transmissão ao vivo foi assistida por 500 espectadores. O que você fará para se reconectar com esse público depois que a live terminar? Por serem pessoas que tiveram interesse no seu evento, elas podem se tornar clientes ou parceiras do seu negócio.

Desta forma, transmitir um evento nas plataformas digitais torna ainda mais fácil a captação de leads qualificados para a sua empresa. Para ter acesso ao evento, o usuário precisará se cadastrar na plataforma utilizada – fornecendo dados como nome, e-mail, telefone, empresa, cargo e outras informações estratégicas.

Assim, você poderá usar uma ferramenta de automação de marketing para entrar em contato com estes potenciais clientes e estabelecer um relacionamento. Assim, será possível enviar newsletters e até promoções de produtos correlatos – as equipes de Marketing e Vendas da sua empresa com certeza vão agradecer e aproveitar ao máximo as informações da sua audiência.

Vale ressaltar que nem toda ferramenta permite que sua empresa desfrute deste benefício. Opções gratuitas como redes sociais não permitirão que você tenha acesso a relatórios de desempenho e capte os leads do público. Portanto, soluções profissionais são mais adequadas.

6. Monetização do evento

A captação de leads e os relatórios de público não são os únicos benefícios exclusivos das plataformas de transmissão ao vivo profissionais. Caso você busque possibilidades de monetização para o seu evento, as ferramentas gratuitas não oferecem opções atrativas.

Redes sociais não permitem que você faça lives privadas e, por isso, só permitem monetização por meio de patrocínios ou pela venda de produtos ao vivo – assunto que falaremos mais à frente.

Pretende usar Pay-Per-View em transmissão ao vivo e vender acesso ao conteúdo do seu evento? Então será necessário recorrer a uma solução profissional. Opções como a Netshow.me Live e a Netshow.me OTT possuem gateway de pagamento integrado e permitem que todas as  transações sejam feitas de maneira simples, fácil e segura.

Desta forma, você poderá usar o recurso de maneira estratégica para aumentar a sua receita. Além do valor do ingresso online ficar a seu critério, as compras podem ser realizadas antes e até mesmo durante o evento.

Além disso, outra possibilidade de monetização em eventos online é o uso de doações online e crowdfunding. Por exemplo, o Teleton de 2015, realizado em parceria entre o SBT e a AACD, utilizou a Netshow.me Live para captar recursos em tempo real diretamente na plataforma.

7. Uso do conteúdo após o evento

Para concluir a lista de benefícios, vale ressaltar que a fazer um evento em plataformas digitais permite o uso estratégico do conteúdo após o evento. Por exemplo, você pode usar este material na estratégia de conteúdo da sua empresa, vendê-lo para o público ou até disponibilizá-lo na sua própria plataforma – existe uma vasta gama de possibilidades.

Sabe o que é melhor ainda? Como os gastos com produção de vídeo já estão inclusos na transmissão do seu evento, você não precisará investir nenhum centavo a mais para usar este conteúdo.

Quais tipos de eventos podem usar transmissões ao vivo?

Agora que você já sabe dos principais benefícios da transmissão ao vivo para seu evento, se convenceu que este investimento realmente vale a pena? Então está na hora de colocar a mão na massa!

Existem muitas aplicações para o live streaming em eventos. A seguir, vamos falar sobre algumas delas para te inspirar e te ajudar a decidir quais podem ser incluídas no planejamento do seu evento. Confira:

1. Congressos, feiras e workshops

Sabe aquele congresso ou workshop que você ou sua empresa está promovendo e possui limitação física para os convidados? Com o uso de transmissões ao vivo, você poderá potencializar o alcance do evento e permitir que convidados de outras localidades tenham acesso e participem ao vivo

Por exemplo, ao utilizar o recurso para organizar um workshop ou congresso, é possível usar as ferramentas de engajamento para responder perguntas do público ou até compartilhar materiais em tempo real.

Já em feiras, você pode ter um canal de transmissão exclusivo para todo o evento – seja transmitido no modelo híbrido ou usando uma plataforma OTT onde todas as transmissões estão categorizadas na ferramenta.

2. Eventos de entretenimento e shows

Sua marca patrocina ou organiza eventos de entretenimento ou shows? Você pode utilizar a transmissão ao vivo para aumentar exponencialmente a audiência e oferecer maior comodidade ao público – por exemplo, Seu Jorge fez um show online na Netshow.me Live e foi assistido em 24 países.

Pois é: você pode ter um público completamente novo para o seu show ou evento com uma transmissão online. Inclusive, pode aumentar sua receita com o já citado Pay-Per-View.

A divulgação do show ou evento não fica restrita a quem está no local presencial. Os espectadores online também podem comentar ao vivo, já que também estão acompanhando cada minuto da apresentação – isso gera uma repercussão muito maior nas redes sociais.

Além disso, você pode oferecer materiais exclusivos para os espectadores. Grave lives com a cobertura dos bastidores e realize entrevistas com convidados ou as próprias estrelas do show. Com a transmissão ao vivo, você pode se conectar com o público de maneira única.

3. Webinars e palestras online

Webinar é uma prática bastante comum no mundo do marketing de conteúdo. Trata-se de uma forma de trazer uma audiência qualificada e gerar leads de negócios por meio de um conteúdo ministrado ao vivo na internet.

Existem duas formas de fazer um webinar. A mais comum é que ele seja aberto e gratuito – afinal, um dos principais objetivos deles é a geração de leads. Ou seja, basta solicitar dados de acesso para o espectador como nome, e-mail, telefone e qualquer outra informação relevante para o seu negócio. Outra opção é realizar transmissões fechadas para educar uma base de leads ou clientes ativos da sua empresa. 

Você já faz webinars ou palestras online com frequência? Uma estratégia atrativa é utilizar hacks de audiência para incentivar o engajamento do público. Além de oferecer recompensas para quem trouxer mais espectadores, você pode fazer sorteios de produtos e benefícios. Explore sua criatividade para usar o formato ao seu favor!

Você também pode usar estas estratégias de engajamento para a transmissão ao vivo de palestras. Conte com uma pessoa para ser responsável pelo chat da transmissão, que auxiliará na interação em tempo real com os espectadores, criando um espaço de discussão onde o público se sentirá incentivado a fazer perguntas e participar ativamente deste momento.

4. Live Commerce e vendas online

Hoje em dia, as marcas têm o desafio de se manterem relevantes em meio à concorrência e proporcionarem experiências online. Assim, é possível usar o seu evento online para fazer vendas online – e há uma vasta gama de opções que podem ser utilizadas para este fim. A que se mostra como a principal tendência é o Live Commerce, onde o produto é mostrado ao vivo durante a live e a audiência pode fazer perguntas e comprá-lo em tempo real.

Podendo ser utilizado por empresas e empreendedores digitais, este formato é mais um que se beneficia da interação com o público para maximizar as conversões em vendas. Você pode vender seu próprio produto, curso digital, serviço ou até de um programa de afiliados.

Outra possibilidade é usar as lives para fazer ofertas-relâmpago e aumentar suas vendas de uma forma diferenciada. Investir na interatividade das transmissões ao vivo é interessante para esta finalidade, utilizando o gatilho da escassez para aumentar as vendas.

Como se pode esperar, o recurso pode ser utilizado em eventos como a Black Friday, onde há um grande fluxo de vendas – em 2020, a data movimentou mais de R$ 4 bilhões. Em datas como ela, você determina a hora de início e final da transmissão – e, consequentemente, das ofertas. Assim, pode-se usar este senso de urgência e imediatismo para acelerar a decisão de compra dos seus clientes.

5. Live content e ações com produtores de conteúdo

Live content é a produção de conteúdo com planejamento para transmissões ao vivo. Este recurso é amplamente usado para estreitar a relação entre marcas e consumidores, levando uma experiência única para o seu público.

Você pode aproveitar as transmissões ao vivo para realizar ações em parcerias com produtores de conteúdo e influenciadores digitais. Assim, eles podem apresentar com detalhes seu produto ou serviço e até falar de temas relacionados à sua marca – assim trazendo maior visibilidade.

Transmissão ao vivo em eventos: afeta a presença física do evento?

Graças aos processos de transformação digital e, consequentemente, mais recursos para realizar eventos à distância, este mercado ganhou mais opções e formatos para utilizar. Seja aderindo ao modelo 100% online ou ao híbrido, você poderá usar as ferramentas e conteúdos adequados para a experiência que desejar criar.

Caso seja de seu interesse ter um evento com parte do público presencial, provavelmente já pensou numa das dúvidas mais comuns entre produtores de eventos: usar transmissão ao vivo diminui a presença física dos eventos?

Em todos os casos, os recursos utilizados para transmitir eventos online são uma maneira de expandi-lo. Ao permitir maior alcance e reduzir os custos e todos os benefícios mencionados anteriormente, seu evento poderá atingir resultados ainda melhores – afinal de contas, são experiências complementares, não concorrentes.

Como transmitir um evento profissional ao vivo?

Com tantos benefícios e possibilidades a serem exploradas, também é crucial explicar como é o processo de transmissão ao vivo de um evento. A seguir, você pode conferir os principais pontos que você precisa se atentar:

1. Contrate uma equipe de produção de vídeo

Você busca qualidade e profissionalismo para a transmissão do seu evento? Então é importante contar com produção de vídeo ao vivo profissional – afinal, existem muitas questões audiovisuais complexas a serem consideradas.

Para isso, é crucial optar por uma produtora de vídeo especializada em transmissões ao vivo. Afinal, o formato exige o uso de encoders e outros detalhes que não são necessários para conteúdos gravados.

2. Defina onde o evento será gravado

Além disso, é importante definir a localização ou espaço onde o evento será produzido. Lembre-se de escolher uma localidade que se adapte ao formato escolhido – seja ele online ou híbrido. Não se esqueça de analisar se o local possui infraestrutura adequada.

3. Tenha uma internet de alta qualidade

Transmissão ao vivo depende de internet para ser viável e você precisa garantir uma boa conexão – não somente no local, mas também nos dispositivos de todos os palestrantes que atuarão remotamente.

Para garantir isso, contratar um link de internet dedicado é uma solução bastante acessível. Neste artigo, explicamos detalhadamente como funciona.

4. Solicite uma visita técnica

Sabemos que imprevistos acontecem, mas boa parte deles pode ser evitada se os fornecedores realizarem uma visita técnica no local do evento. Por isso, é recomendado um teste prévio simulando as mesmas condições esperadas para o grande dia – isso vale tanto para o híbrido quanto para o online.

Combine com a equipe de áudio e vídeo, os responsáveis pelo espaço e a produtora para que estejam alinhados em todos os detalhes.

Tudo acontecerá ali, na hora. Logo, qualquer erro poderá comprometer a eficiência da sua estratégia. Com vistoria e uma equipe preparada, sua transmissão tem tudo para ser um sucesso.

5. Defina a plataforma de transmissão ao vivo que será usada

Outra etapa a ser analisada com rigor é a escolha de qual programa de transmissão ao vivo será usado para levar seu evento ao público. Todas as opções possuem valor estratégico e, desta forma, você precisará levar isso em consideração.

Plataformas como redes sociais e YouTube são gratuitas, mas recomendadas somente para eventos cuja transmissão é focada somente em obter maior visibilidade – afinal, não permitem sigilo de informações, nem fornecem relatórios de desempenho ou vastas opções de monetização.

Desta forma, soluções profissionais como um software de transmissão ao vivo profissional ou uma plataforma OTT própria se mostram mais atrativas por permitirem todos os benefícios mencionados neste artigo.

Você pretende transmitir ao vivo o seu evento de maneira inovadora e atingir resultados estratosféricos? Fale com um de nossos especialistas e saiba como!

Este post foi publicado originalmente no dia 12 de setembro de 2017 e atualizado no dia 23 de abril de 2021.

Escrito por Gabriele Gonçalo