Dicas e Tutoriais

Como se diferenciar em um mar de informações e realmente gerar conteúdo de valor

Na era da tecnologia, todos somos produtores de conteúdo, o que gera um volume gigante de informação sendo publicado a cada minuto. Descubra agora como gerar conteúdo de valor e impactar a sua audiência.

Escrito por Isabela Oviedo em 23 dez 2019 | Atualizado em 10 ago 2021

8.4 minutos de leitura

Netshow.me

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter

Vamos combinar que o que não falta na internet é conteúdo, né? Praticamente qualquer empresa tem um blog ou um site e posta milhões de conteúdos. Isso significa que existe muita informação redundante e repetitiva, com muita coisa que não agrega valor ao usuário. Então, como se diferenciar em um mar de conteúdo? Se todo mundo age igual, você precisa ser diferente e produzir conteúdos de valor. Vamos ver como neste post!

Os diferentes formatos de conteúdo de valor

A vantagem do meio digital é ter um número enorme de formatos que podem ser usados para satisfazer o usuário. Existe o blog post, que é provavelmente o mais difundido, mas existem também os infográficos, o podcast, os webinars, as lives e diversos outros.

Uma ótima forma de se diferenciar é conhecer todos estes formatos e saber quando aplicar cada um deles. Por exemplo, a live tem um potencial enorme. Ela, naturalmente, permite uma interação maior com o público, em que você pode responder às suas dúvidas em tempo real.

Mas, é preciso usar bem esta ferramenta. Não adianta nada fazer uma live em um horário que seu público não irá ver ou não ter um processo de divulgação bacana.

Outra ferramenta poderosíssima é o infográfico. Ele permite a transmissão de muita informação em um modelo fácil de digerir. É ideal para o usuário que quer uma experiência um pouco mais rápida.

podcast, os webinars e os outros formatos de conteúdo de valor também estão se tornando muito populares.

Mas, os vídeos merecem uma atenção especial. Segundo pesquisas da Ciscoo vídeo vai ser responsável por mais de 80% do tráfego de toda a internet, nos próximos anos. É claro que parte disso é por conta do seu tamanho, mas o volume assistido também é enorme.

Falando nisso, você percebeu que ocorreu um fenômeno interessante com os celulares? Eles estão voltando a aumentar de tamanho e o telefone dobrável também está tentando voltar. Por quê? Os vídeos provavelmente são a resposta. As pessoas precisam de uma tela maior para poder ver os vídeos.

Enfim, a lição importante é que para se diferenciar com o seu conteúdo é preciso aprender e experimentar novos formatos.

A experiência do usuário

Outra forma de se diferenciar é pensar na experiência do usuário. Por exemplo, 97% dos brasileiros que acessam a internet usa o celular, sendo que 71 milhões usam esta forma como o principal. O que isso significa?

A forte presença do mobile significa que é preciso pensar nas formas de como este público irá consumir seu conteúdo. A nossa interação com o celular é recheada de “micro-momentos”. Ou seja, aquela hora em que você está em uma fila, esperando pelo metrô ou qualquer outra situação de tédio. Neste momento, você pega o celular para se distrair.

O produtor de conteúdo que quer se diferenciar precisa responder à pergunta: “como meu conteúdo pode ajudar neste momento?”. Isso significa explorar formatos e, quem sabe, até criar conteúdos exclusivos para os smartphones. O mobile é extremamente poderoso e uma forma de se diferenciar.

Além disso, é importante explorar as diferentes formas de se relacionar com a audiência. Um exemplo forte são as mídias OTT, ou seja, Over The Top. Eles trouxeram uma nova forma do usuário consumir o conteúdo, da maneira que ele quer, na hora que ele quer e sem precisar pagar por aquilo que não consome. É mais uma forma de pensar na sua experiência e se diferenciar.

É sempre uma boa dica observar a concorrência e os benchmarks. Assim, você pode acompanhar o que o mercado tem feito de novo. Por exemplo, o surgimento do TikTok e o seu crescimento absurdo para o público mais jovem é algo a ficar de olho. Pode ser uma nova forma de entregar conteúdo, que pode ser um grande diferencial, especialmente no início da rede.

Apostando no SEO e nas técnicas de produção

Além destes conceitos, existem formas em que os aspectos mais técnicos podem diferenciar o conteúdo.

SEO é um grande exemplo. As técnicas de otimização para motor de busca podem ser uma forma de atrair mais tráfego para o seu conteúdo e garantir mais visualização, de forma totalmente orgânica. Algumas das dicas de SEO mais importantes são:

  • Evite ter um site lento;
  • Garanta que o conteúdo é totalmente adaptado para o móvel;
  • Procurar fazer links externos e internos;
  • Acompanhe os resultados o tempo todo;

Apesar destas dicas mais técnicas, o mais importante para o SEO é dominar o mindset. Um ponto essencial é a originalidade. Pois é, o SEO também se preocupa muito com conteúdo original.

Vê se esta situação é familiar: você está navegando na rede e está procurando por um tema, olha o primeiro resultado do Google, o segundo e no terceiro, o conteúdo começa a se repetir. É o mesmo artigo, em outro site. Como é a sua experiência de usuário ao ver isso?

O Google certamente não gosta. Conteúdos não originais são penalizados, enquanto o contrário é promovido. Por isso, é essencial sempre criar conteúdo de valor que seja totalmente original. Então, como a internet tem muito conteúdo igual o diferencial é fazer coisa nova.

Quando o SEO surgiu, há não muito tempo, o objetivo era “quebrar” o algoritmo do Google. Ou seja, usar certos macetes para ter a primeira posição. Mas o Google é uma empresa bem espertinha e percebeu rapidamente este problema. Por isso, a maior dica de SEO é ter o mindset de criar conteúdo para as pessoas e não para o algoritmo. Afinal, é com isso que ele se preocupa.

As técnicas de storytelling no vídeo e no texto também são bem poderosas e um diferencial enorme. O objetivo é contar uma história com o seu conteúdo e não somente ficar falando de produto ou serviço o tempo todo. O objetivo é chamar e prender a atenção do público, para que o que você produz se destaque ainda mais.

A internet mudou a produção de conteúdo. Quando ela começou, ter um blog ou produzir conteúdo em vídeo já era um grande diferencial. Hoje em dia, não é mais. Estas ainda são formas maravilhosas de interagir com o público, mas se tornou mais importante investir em conteúdo de valor e que seja original. Só assim, é possível se destacar atualmente e atrair os leitores.

 

Sem tags cadastradas

Escrito por Isabela Oviedo

Isabela Oviedo é Marketing Manager na Netshow.me.