Produção de Conteúdos

Estúdio de transmissão ao vivo: quando vale a pena investir?

Entenda as vantagens e desvantagens entre ter o seu próprio estúdio de transmissão ao vivo ou alugar um espaço.

Escrito por Netshow.me em 03 jun 2022 | Atualizado em 26 ago 2022

11 minutos de leitura

vectorpocket - www.freepik.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

As lives são uma fonte muito interessante de geração de leads, engajamento e construção de relacionamento com a audiência. Para ampliar essa estratégia, muitas empresas precisam entender: será que vale a pena criar seu próprio estúdio de transmissão ao vivo? 

De acordo com dados da Confederação Nacional do Comércio (CNC), em 2021, somente as lives de vendas apresentaram um crescimento de 40% no Brasil. Isso é bastante coisa! Por isso é que esse tipo de abordagem tem se tornado parte da estratégia de marketing de diversos negócios. 

Ter seu próprio estúdio para lives pode ser uma boa opção para empresas que querem focar nesse conteúdo, pois permitem ter maior controle sobre o espaço que está sendo usado e a qualidade do produto final. Contudo, trata-se de um investimento bastante expressivo e é importante entender todas as opções antes de tomar essa decisão. 

Alugar um estúdio, por exemplo, também pode ser uma opção bastante viável, proporcionando o mesmo profissionalismo. Por outro lado, é uma alternativa com menos comodidade, que vai exigir pesquisa e a contratação de um serviço de terceiros. 

Neste artigo, saiba mais sobre estúdios de transmissão ao vivo e os benefícios e dificuldades entre alugar ou construir seu próprio espaço para lives. 

Por que usar um estúdio de transmissão ao vivo? 

A diferença principal de usar um estúdio é o impacto na qualidade do produto final. Seja uma live commerce, um informe para os colaboradores ou o lançamento de um novo produto, é importante apresentar um material profissional, que demonstre a seriedade por trás daquela transmissão. 

O estúdio é um espaço próprio, pensado para a realização das lives. Por isso, terá o equipamento adequado, a iluminação necessária, uma acústica certa e tudo mais que for necessário para garantir que o seu material tenha o profissionalismo necessário.  

Para quem faz lives com frequência, esse diferencial é fundamental para garantir também a agilidade na preparação da transmissão. Com um espaço próprio, todos os equipamentos já estarão no lugar certo e não será preciso ficar montando e desmontando tudo a cada live. 

Pode parecer exagerado, mas todas essas coisas impactam na percepção que os consumidores terão do produto que você está apresentando. Não é por acaso que quem trabalha com redes sociais investe em luzes, câmeras e outros equipamentos. 

Você pode sim fazer a sua transmissão fora de um estúdio mas, como mencionamos, isso dará uma outra cara para o seu conteúdo. Se quer algo mais profissional e que vai surpreender a sua audiência, apostar no uso de um estúdio é o caminho certo.  

Montar seu próprio estúdio ou alugar um estúdio para transmissões ao vivo?  

Essa é uma questão muito importante e que depende muito da realidade do seu negócio e o seu objetivo ao construir um estúdio para transmissões ao vivo. Montar seu próprio estúdio é um investimento, e como todo investimento, depende de bastante estudo e análise da viabilidade em tomar essa decisão. 

Veja algumas questões para considerar antes de montar seu próprio estúdio: 

Compare os prós e os contras

Existem muitos pontos positivos em ter o seu próprio estúdio de lives — e você provavelmente já pensou nisso. Ter o próprio estúdio é a alternativa mais fácil para o dia a dia. 

Afinal, é você quem vai controlar os horários ou decidir quando quer usá-lo, em que momento poderá fazer transmissões ao vivo e tudo estará sempre disponível para você e sua equipe. 

Além disso, são suas e da sua equipe as decisões de organização do espaço, decoração e tudo mais que faz sentido para a sua estratégia de lives. 

Mas, esses são apenas os pontos positivos. Além de todo gasto com equipamentos para montar o estúdio — que pode ser bastante alto, dependendo do nível do seu projeto, ainda é preciso pensar em outras questões. 

Existem custos fixos que vão precisar ser considerados, como energia, reparo, limpeza e manutenção do espaço. Caso qualquer coisa pare de funcionar, o custo de reparos ou substituição também será seu. 

E, ainda com equipamentos cada vez mais profissionais, será preciso ter pessoal especializado para controlá-los e garantir que tudo está sendo usado corretamente. É muito importante colocar tudo isso no papel na hora de ver a viabilidade de ter o seu próprio estúdio. 

Defina o objetivo e frequência das lives 

Um outro ponto muito importante é entender o objetivo das suas lives e, se, para atingi-lo, faz sentido ter seu próprio estúdio. Se você ainda não tem uma estratégia bem definida, talvez seja importante começar por aí. 

Faça também análises de mercado e entenda o que seus concorrentes estão fazendo. Isso ajuda a ter dimensão de como está o seu setor, quais as estratégias e se a sua ideia está fazendo sentido. 

Agora, se você já sabe muito bem o que quer fazer e acha que o estúdio será fundamental para garantir que tudo saia como planejado, é hora de considerar uma parte muito importante: os gastos. 

Orçamento e gastos

Para decidir se vale a pena ter seu próprio estúdio, é fundamental entender se o seu negócio tem orçamento disponível ou se faz sentido realizar esse investimento agora.

Quais são as prioridades? O estúdio é uma necessidade? Qual o retorno esperado para garantir que esses custos vão se converter em lucros? Essa é uma projeção possível? 

Analise os resultados que você teve até agora e veja se a sua ideia encaixa na trajetória da empresa até aqui. Uma forma interessante de fazer essa análise é verificar quais são as outras opções disponíveis e comparar os gastos e retornos a curto, médio e longo prazo. 

Vale a pena alugar um estúdio para transmissões ao vivo? 

Como mencionamos, é interessante analisar outras alternativas antes de decidir construir seu próprio estúdio de transmissão ao vivo. Afinal, trata-se de um investimento alto e é muito importante estudar o mercado antes de tomar uma decisão definitiva. 

Outra opção é o aluguel de estúdios de live para realizar a transmissão do seu conteúdo. Essa alternativa também tem seus pontos positivos e negativos e, para fazer essa escolha, também é importante analisar o que é oferecido no mercado. 

Confira algumas dicas para entender se vale a pena alugar um estúdio para realizar transmissões ao vivo: 

Compare orçamentos

Na hora de contratar qualquer serviço, um ponto fundamental que nunca deve ser deixado de lado é a comparação de orçamentos. Contudo, não se trata de conseguir o maior desconto, mas o melhor custo-benefício. 

É possível encontrar serviços bem baratos, mas em muitos casos, os baixos preços são resultado da baixa qualidade do serviço prestado ou de um atendimento ruim. Por isso, faça uma análise mais profunda, entendendo exatamente o que é oferecido pela empresa, quais são os diferenciais e o que cada uma oferece. 

Isso também vai te ajudar bastante na análise de orçamento para decidir entre o aluguel e a criação do seu próprio estúdio. 

Verifique a qualidade dos serviços 

Para alugar um estúdio de lives, será preciso estar presencialmente naquele espaço. Afinal, todo objetivo é justamente ter um espaço pronto para fazer as transmissões do seu conteúdo. Contudo, por ser necessário estar presencialmente, é muito importante analisar a qualidade do serviço disponível na sua cidade. 

Verifique se existem bons horários disponíveis para que você use o espaço — afinal, isso impacta bastante no número de pessoas assistindo à live. Visite os estúdios, converse com os profissionais e, se possível, converse com outros clientes para entender como é o serviço prestado e o atendimento. Caso tenha oportunidade, assista às lives realizadas lá para ver como tudo funciona. 

Verifique também a qualidade dos equipamentos usados pela equipe. Analise as imagens, o som, a decoração. Veja se é possível fazer pequenas alterações para que o espaço fique mais a cara do seu negócio. 

Em qualquer caso, procure bons profissionais

Para evitar dores de cabeça, a melhor alternativa é, sem dúvidas, optar por bons profissionais. Esse passo fará toda diferença, seja no aluguel ou na montagem do seu próprio estúdio de transmissão ao vivo. 

New call-to-action

Veja informações sobre: 

  • Quais são os melhores equipamentos do mercado, modelos indicados para transmissões ao vivo profissionais; 
  • Quais as câmeras, placas de som, microfones, placas de captura e encoders indicados para esse tipo de conteúdo;
  •  Como usar as lives e tipos mais importantes; 
  • Kits de produção para diferentes tipos de evento, como webinars, workshops, palestras e eventos internos. 
New call-to-action

Escrito por Netshow.me

Este artigo foi produzido pela equipe de especialistas da Netshow.me. Oferecemos serviços para gerenciamento, distribuição e monetização de vídeos e conteúdos online. Produzimos conteúdos com o objetivo de fazer com que você também se torne um especialista.