Empreendedorismo Digital

Quais os principais tipos de empreendedorismo digital?

Existem muitas maneiras de ganhar dinheiro com um negócio online. Saiba quais os tipos de empreendedorismo digital mais rentáveis.

Escrito por Gabriele Gonçalo em 22 jan 2021 | Atualizado em 10 ago 2021

8 minutos de leitura

Netshow.me

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter

A transformação digital possibilitou o surgimento de diversos tipos de empreendedorismo digital. Segundo o levantamento Panorama de Negócios Digitais Brasil 2020, realizado pela empresa HeroSpark, 54% dos empreendedores digitais começaram o seu negócio há menos de um ano

De fato, novos tipos de empreendedorismo digital surgem a todo momento. E a boa notícia é que você pode começar com apenas um notebook com conexão à internet, uma ideia e pronto para produzir conteúdo!

Qual a definição de empreendedorismo digital?

Em linhas gerais, o empreendedorismo digital é um modelo de negócios em que o produto ou serviço é oferecido na internet de forma a gerar lucro. 

Nesse sentido, você pode tanto vender seus próprios produtos e serviços na internet como produtos e serviços de terceiros (como um afiliado), por meio de um blog, plataforma, site, dentre outros canais.  

Quais os principais tipos de empreendedorismo digital?

Dentre alguns tipos de negócios digitais, podemos destacar: blogs de nicho, canais no Youtube, e-commerces e cursos online. Mas, em que tipo de empreendedorismo digital eles se encaixam? Responderemos essa questão abaixo. Confira:

Produtor de conteúdo

Primeiramente, você pode optar por ser um produtor de conteúdo. Conforme mencionamos, dentre os negócios digitais que se destacam, temos: podcasts, blogs de nicho (sobre um assunto específico, como um portal de finanças), e-books e cursos online, que são bastante rentáveis. 

Como exemplo, podemos citar o casal Mirella e Rômullo, que apostaram nesse tipo de empreendedorismo digital com o projeto Travel and Share. Em 2014, ambos saíram de seus empregos para fazer uma volta ao mundo e decidiram documentar essa jornada por um canal no Youtube. 

A ideia deu tão certo que o casal também criou seu próprio clube de assinaturas contendo um kit de livros, guias para novas viagens e snacks. 

Marketing de Afiliados

Conforme mencionamos, você também pode optar por vender produtos de terceiros. Esse tipo de empreendedorismo digital é conhecido como marketing de afiliados. Dessa forma, a cada venda você ganha um percentual do valor do produto ou serviço. 

Um caso interessante de marketing de afiliados é o do Quero Ficar Rico. Um blog de nicho criado em 2007 por César França e Rafael Seabra sobre educação financeira de forma descomplicada. 

O blog tem aproximadamente 110 mil visitantes únicos por mês e mais de 12 mil assinantes da newsletter. Assim como milhares de seguidores nas redes sociais. Por conta dessa audiência, os empreendedores digitais decidiram começar a realizar marketing de afiliados. Portanto, passaram a oferecer opções que estavam dentro de sua área de atuação. 

Na primeira ação, conseguiram faturar cerca de R$5 mil reais em comissões e ainda montaram uma turma com 150 alunos para um programa de coaching financeiro utilizando a metodologia de fórmula de lançamento.  

E-commerce

Em 2020, o número de lojas virtuais cresce exponencialmente, chegando a 1,3 milhão de lojas virtuais, segundo levantamento realizado pela empresa de carteiras digitais PayPal Brasil e pela consultoria de pesquisas BigData Corp.

Muitos empreendedores digitais começam de forma modesta, com um computador na mesa da sala. Esse foi o caso de Ednilson Brandão, que atingiu aproximadamente R$700 mil reais somente com vendas no Mercado Livre.  

Influenciador digital

Se você possui uma audiência engajada, seja em newsletter, canal do Youtube ou outras redes sociais, você já pode se considerar um influenciador e pensar em empreender digitalmente. 

Dessa forma, você cria parcerias com marcas, apresentando produtos e serviços que tem grandes chances de interessar sua audiência. Ou seja, você está vendendo o seu arroba.

Um grande case de sucesso é o Whindersson Nunes, considerado o maior youtuber brasileiro, com mais de 45,1 milhões de inscritos. O jovem de 23 anos conquistou sua audiência por conta de sua simplicidade e humor leve. Atualmente, já protagonizou até especiais de comédia na Netflix.

Como se tornar um empreendedor digital?

Primeiramente, você precisa estudar o mercado e encontrar um nicho de atuação. Portanto, para se tornar um empreendedor digital não basta ter uma ideia, você precisa encontrar uma oportunidade de negócio. Ou seja, verificar se existem pessoas dispostas a comprar pela internet o produto ou serviço que você tem a oferecer. 

Ademais, é importante verificar qual o tamanho de mercado. Afinal, você não quer vender apenas uma vez, mas ter receita recorrente e gerar lucros que compensem o esforço colocado no negócio digital. 

Além disso, não escolha apenas um negócio que seja rentável, mas que você tenha afinidade. Pois precisará investir muito na produção de conteúdo para cativar sua audiência e mostrar credibilidade e autoridade. 

Estabeleça quais são os seus objetivos. Para isso, defina qual o seu modelo de negócios, que tipo de empreendedor digital deseja ser, qual a dor do mercado está resolvendo e o que você precisará para iniciar (equipamentos, ferramentas, conhecimento. 

Por fim, você também deverá estabelecer quais serão as formas de monetização do seu negócio e isso dependerá bastante de qual tipo de empreendedorismo digital você escolherá. 

Como funciona o empreendedorismo digital?

O empreendedorismo digital funciona pela internet. Ou seja, você utiliza canais digitais para conquistar sua audiência e gerar leads online. 

Conforme mencionamos, uma forma de empreendedorismo digital é através da venda de vídeos e conteúdos digitais. Dessa forma, você pode decidir ser um infoprodutor e aprender como vender cursos online

No mercado, existem plataformas como a Hotmart para vender cursos. Contudo, você está “pegando a audiência emprestada”. Ou seja, não é aquela que você criou. Ademais, terá um pagar uma porcentagem do valor de seu produto ou serviço na plataforma, por conta da intermediação. 

Nesse sentido, recomendamos que você aprenda como criar a sua plataforma de cursos online e começar a vender. Assim, você pode gravar diversas trilhas de conhecimento diferentes, como curso iniciante, intermediário e avançado e cobrar uma assinatura mensal de seus clientes. 

Como ganhar dinheiro com empreendedorismo digital?

Como você pode perceber, o empreendedorismo digital nada mais é do que uma forma de ganhar dinheiro produzindo conteúdo. Afinal, para ter uma audiência e gerar leads, você precisa atraí-los gerando autoridade e criando relacionamentos. 

Portanto, se você deseja se aventurar pelo universo dos negócios digitais e possui conteúdo educacional relevante ou conteúdos específicos sobre determinado assunto, a plataforma de vídeos OTT Netshow.me pode te ajudar. 

Com a gente, você tem acesso a uma plataforma profissional pronta para venda de seu conteúdo online. Nós oferecemos a infraestrutura e tecnologia, integrada com uma plataforma de pagamentos e você se preocupa com a qualidade do seu conteúdo. 

Quer saber qual o melhor modelo para vender seu conteúdo digital? Confira nosso outro post sobre o assunto.

banner-ott

Escrito por Gabriele Gonçalo