Eventos

Como melhorar a precificação de serviços de produtoras e agências

Saber quanto cobrar por projetos é preocupação recorrente de produtoras e agências. Saiba como melhorar a precificação de serviços de maneira lucrativa.

Escrito por Felipe Maia em 17 ago 2022 | Atualizado em 17 ago 2022

15 minutos de leitura

Ilustração: upklyak / freepik

Compartilhar no FacebookCompartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

Saber quanto cobrar para a execução de projetos é uma preocupação recorrente de quem atua com a realização de eventos corporativos. Afinal, a precificação de serviços de produtoras e agências é um ponto central para o sucesso do negócio.

Claro, oferecer preços baixos para agradar o cliente pode até ajudar a fechar mais contratos. Afinal, o mercado está cada vez mais competitivo e ninguém quer perder oportunidades de negócios.

Neste artigo, você saberá como melhorar a precificação de serviços de produtoras e agências. E, é claro, como fazê-lo aumentando o ticket médio e a competitividade do negócio. Vamos nessa?

Como fazer a precificação de serviços de produtoras e agências?

Encontrar o preço ideal para os serviços de uma produtora ou agência depende de muitos fatores. Entre eles, vale ressaltar a importância do cliente, o investimento necessário para o projeto e os recursos disponíveis.

Desta forma, os tipos de precificação de serviços de agências e produtoras são:

1. Precificação de serviço por custo

Trata-se do modelo mais utilizado por agências de eventos e produtoras. Nele, os o custos do projeto são ponderados e, com base na margem de lucro desejada, a precificação do projeto é feita. Existem duas maneiras de fazer a precificação por custo:

  • Precificação por hora de serviço: Como o nome diz, consiste no cálculo de tempo necessário para entregar o projeto. Ou seja, quanto cada hora trabalhada por cada profissional envolvido custa à agência ou produtora;
  • Precificação por pacote de serviços: Usado para agrupar diversas soluções que podem ser incluídas no projeto por um preço fixo. Além de ajudar a aumentar o ticket médio, permite maior previsibilidade de receitas.

2. Precificação de serviço por valor

Já este método de precificação de serviços de agências e produtoras de eventos prioriza a importância e valor do projeto para o cliente. Ou seja, a prioridade não está nos custos, mas sim no impacto desta entrega no ROI.

Desta forma, a precificação por valor oferece economia de recursos, aumento de receita e até maior eficiência à sua empresa. Interessante, né?

Como melhorar a precificação de serviços de produtoras e agências?

Das duas maneiras deprecificar serviços de produtoras e agências apresentadas anteriormente, a melhor maneira de oferecer preços mais competitivos é calculá-los com base no valor oferecido ao cliente.

A seguir, separamos 7 dicas para você melhorar a precificação de serviços para a sua agência ou produtora nadar de braçada e conquistar negócios lucrativos:

1. Estude os KPIs do cliente

Como o objetivo é entender o valor que o projeto oferecerá ao cliente, é crucial que você tenha total entendimento de todos os KPIs dele. Para isso, é necessário avaliar a capacidade de investimento deste cliente, nível do ROI atual e quais as expectativas que o projeto deve atingir.

2. Avalie os custos do projeto

Fazer a precificação de serviços por valor oferecido não significa que é necessário ignorar os custos para a realização do projeto. Identifique todas as despesas envolvidas, desde os profissionais necessários até as ferramentas, equipamentos e local.

Desta forma, a análise dos custos te ajudará a dar uma base de quanto sua empresa precisará para que o projeto atinja o break even, ou seja, se pagar. Além disso, facilitará na hora de incrementar o pacote de serviços oferecido, pois você saberá o que adicionar sem ter prejuízos.

3. Pratique o Up-Sell

Além disso, o ideal para ter uma precificação de serviços mais lucrativa é implementar o Up-Sell na sua produtora ou agência. Esta prática consiste em ofertar produtos mais caros para comporem o pacote de serviços oferecidos e, consequentemente, aumentar o ticket médio do cliente.

4. Tenha um portfólio de fornecedores

Independentemente da sua produtora ou agência organizar eventos presenciais, online ou híbridos, será necessário contar com uma vasta gama de fornecedores para entregar o projeto. Entre eles, vale destacar mão de obra, link de internet e até a plataforma de transmissão ao vivo que será utilizada.

Lembre-se: quanto mais opções você tiver, melhor poder de negociação você terá para diminuir seus custos. Para atingir este objetivo, uma solução atrativa é participar de um Programa de Parcerias.

5. Faça Benchmarking da concorrência

Para oferecer uma precificação de serviços competitiva, você precisa conhecer os valores oferecidos pela concorrência. Por isso, o Benchmarking é crucial para saber o que o mercado oferece e usar como base para calcular seus preços.

Vale ressaltar que isso não significa cobrar os mesmos valores oferecidos pelo seus concorrentes. Seu Benchmarking servirá para mostrar qual é a Proposta de Valor de cada um deles, te dando todos os insights para oferecer uma melhor. Quando você oferece melhor valor ao cliente do que os concorrentes, ele não terá receio em pagar mais.

6. Tenha uma estratégia de eventos bem amarrada

Independentemente do formato escolhido, eventos precisam ser planejados de maneira estratégica. Isso depende não só da questão de saber quanto valor ele oferecerá para o cliente, mas também de como oferecer este valor a ele.

Desta forma, todas as etapas da jornada do cliente devem ser pensadas na sua estratégia de evento. Para isso, você precisará conhecer bem o público-alvo do seu evento e pensar maneiras de engajá-lo do momento que esta pessoa descobrir da existência do evento até o pós-evento – e, é claro, ter em mente os custos destas ações.

7. Tenha um mindest de inovação

Para concluir, é necessário ter um mindset focado na disrupção. Afinal, a melhor maneira de oferecer valor para o cliente é dar a ele uma experiência diferente e inovadora. Desta forma, o ideal é utilizar tecnologia para oferecer soluções que saiam da zona de conforto.

Ou seja, ter uma visão estratégica de como usar as particularidades do formato escolhido para oferecer esta experiência inovadora. Por exemplo, estudar como os formatos online e híbrido podem ser explorados para trazer valor – coisa que foi feita com vigor durante a pandemia de Covid-19.

➡️ A Netshow.me oferece soluções completas para agências e produtoras de eventos corporativos. Com mais de 15 mil transmissões ao vivo realizadas no mundo inteiro, nossa rede de parceiros atende todo o território da América Latina. Fale com um especialista para uma avaliação especial do seu projeto!

Sem tags cadastradas

Escrito por Felipe Maia

Copywriter especialista em SEO com mais uma década de experiência com conteúdos digitais.